Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
EN | ES

Aprendizes em Foco – Por Kuka Batista, aprendiz do Curso de Iluminação

Publicado em: 12/07/2010

Pensar na Iluminação vai muito além do acender uma luz, revelar ou simplesmente esconder algo da cena. O Curso de Iluminação da SP Escola de Teatro me faz rever muitas formas do “fazer luz”. O que eu vinha praticando se restringia aos recursos do uso da luz “geral” e alguns “focos”, únicas possibilidades que eu conhecia. Comecei a “ver” luz com um olhar mais artístico, sabendo que, para esta se materializar em um espaço, precisa de suporte e exige de seu criador e executor conhecimentos técnicos e estéticos, além de consequente formação de uma linguagem expressiva própria.

 

No teatro, o iluminador divide o espaço e a criação com outros meios de expressão, ligados por conceitos criativos, que dão coerência e harmonia a uma cena. Tem que se pensar nas propriedades dessa criação, preocupando-se com o brilho, a intensidade, a direção, a incidência, a velocidade, a cor, a forma e o movimento da luz.
 
 
O Curso de Iluminação vem pouco a pouco fazendo com que cada aprendiz descubra tudo isso, e que todo o conteúdo motive uma pesquisa individual. Um Curso onde temos a oportunidade de ver tudo aquilo que desenvolvemos em sala de aula, revelando-se na prática.
 
 
 
Saiba mais
 
Kuka Batista, aprendiz do Curso de Iluminação, está no teatro há mais de 10 anos e desenvolve trabalhos como atriz, assistente de direção, produção e operação de luz. Um estudo sobre teatro de sombras e luz negra é a base do processo que desenvolve junto ao seu grupo, a Cia Teatral SAPO. Atualmente, integra a equipe de montagem de luz do musical” O Médico e o Monstro”, em cartaz no Teatro Bradesco.