Acervo de Antônio Abujamra é incorporado à biblioteca da SP Escola de Teatro

Publicado em: 06/05/2019

A coleção pessoal de livros, peças, filmes, prêmios e fotografias do ator e diretor Antônio Abujamra (1932-2015) ganhará uma sala especial na SP Escola de Teatro, instituição ligada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. O material foi doado em sistema de comodato pela família de Abujamra à instituição, e ficará disponível para visitação e consulta do público na sede Brás.

O espaço será inaugurado em uma solenidade que acontece no dia 13 de maio, às 19h. Após a inauguração, as visitas e consultas à coleção de Abujamra estarão disponíveis ao público, de forma gratuita, às terças (das 9h às 12h30) e  sextas-feiras (das 14h30 às 17h30). As pesquisas só poderão ser feitas no local, sem a possibilidade de empréstimo dos materiais.

“Esse ansiado e honroso evento terá como mestre de cerimônias minha amada prima Clarisse Abujamra, com consultoria técnica de Márcia Abujamra; o patrono Carlos Eduardo Moreira Ferreira; e, lógico, um sensacional show com André, Adriana, Clarisse, José e Pedro Abujamra”, contam os filhos do diretor, Alexandre e André, em texto sobre o evento.

“Quantos Abujamra, não? Mas é devido ao orgulho que nosso amado pai […] deve estar sentindo por ver o reconhecimento pelo talento e legado, mas principalmente pelo amor, carinho e generosidade que nos acompanharam durante toda a vida e que agora nos fazem tanta falta”, afirmam.

O projeto expográfico do espaço onde ficará o acervo é assinado pelo cenógrafo J. C. Serroni, coordenador dos cursos de Cenografia e Figurino e Técnicas de Palco, e parceiro de Abujamra por quase 40 anos em trabalhos no teatro e na televisão – incluindo projetos no Teatro Brasileiro de Comédia (TBC) e na TV Cultura.

“Sendo eu coordenador de cursos na Escola, arquiteto e cenógrafo que trabalhou muito com ele, fui encarregado de cuidar do espaço”, explica Serroni. “Restauramos inclusive suas estantes, construímos outras, para completar tudo aquilo que não eram livros, e inserimos fotos, frases e imagens para personalizar o espaço. Um pórtico na entrada abriga objetos, prêmios e imagens. Mas o que mais interessa é a grande mesa ao centro, onde numa atmosfera muito propícia, visitantes poderão sentar, ler, pesquisar e adquirir vasto conhecimento teatral a partir das obras lá presentes.”

ACERVO DE ANTÔNIO ABUJAMRA

Mais de 10 mil objetos integram o acervo, todos eles catalogados pelo próprio Antônio Abujamra. Entre os arquivos estão cerca de 760 CDs, 720 DVDs, 5.400 livros e 3.100 peças de vários autores – incluindo “O Provocador” e “Tributo a Bertolt Brecht”, escritas por ele. Há, ainda, raridades, como cartas, cartões-postais, programas de espetáculos e roteiros como o da série “O Pequeno Mundo de Dom Camilo”, adaptação do texto de Giovanni Guareschi e apresentada na TV Tupi paulista, em 1958.

“É uma biblioteca maravilhosa. Tem quase tudo, todos os livros de teatro, coisas de quando ele trabalhou com [o dramaturgo] Timochenco Wehbi e [o diretor] Eugênio Kusnet”, destaca o produtor Pedro Paulo Zuppo, amigo pessoal e companheiro de trabalho de Abujamra, responsável pela pesquisa do acervo.

“Também tem coisas de quando ele voltou para o Brasil, depois de trabalhar no Berliner Ensemble, quando ele trouxe todo esse metódo para cá”, completa Zuppo, se referindo ao período de estágio em que o ator e diretor passou, no final dos anos 1950, na companhia alemã fundada por Bertolt Brecht. Abujamra foi responsável por introduzir o método teatral brechtiano nos palcos brasileiros, marco do teatro político do País durante o período de ditadura militar.

No Acervo Antônio Abujamra também estão DVDs de 318 edições do programa “Provocações”, apresentado por ele de 2000 a 2015, na TV Cultura. As conversas com personalidades brasileiras das diferentes áreas de atuação propunham, de forma instigante, reflexões sobre questões existencialistas.

BIBLIOTECA

Para o diretor executivo da SP Escola de Teatro, Ivam Cabral, “é de extrema valia tornar público o acervo de um homem e artista como Abujamra, sobretudo em um espaço dedicado ao pensamento e à formação em teatro”. “É uma coleção que nos enriquece no sentido intelectual, mas também nos dá acesso a uma parte significativa da história da cultura do nosso País, e, de certo modo, é uma forma de se entender os percursos que Abujamra seguiu para a construção de sua trajetória artística.”

Com acervo robusto dedicado às Artes Cênicas, a Biblioteca da SP Escola de Teatro é pública e aberta a pesquisadores, estudantes e pessoas interessadas em estudos da história do teatro brasileiro. Entre os mais de 9 mil volumes disponíveis estão coleções particulares de nomes como o ator e dramaturgo Ivam Cabral, o ator e diretor Emílio Di Biasi, o crítico e dramaturgo Alberto Guzik e a atriz Christiane Riera.

A Biblioteca da SP Escola de Teatro funciona na sede Brás, de segunda a sexta-feira, das 10h às 19h.

Ficha técnica do Acervo Antônio Abujamra
Concepção e realização: Ivam Cabral, Associação dos Artistas Amigos da Praça e família Abujamra
Coordenação: Elen Londero e Joaquim Gama
Implementação da Biblioteca: Lucia Camargo
Projeto expográfico: J. C. Serroni
Assistente projeto expográfico: Priscila Soares
Projeto luminotécnico: Francisco Turbiani e Guilherme Bonfanti
Pesquisa: Pedro Paulo Zuppo
Gestão e organização do acervo: Ueliton dos Santos Alves e Flávia Araújo
Identidade visual e design: Tomaz Alencar
Comunicação: Mateus Araújo, Bruno Galvincio e Allan Nascimento




Relacionadas:

Notícias | 19/ 07/ 2019

SP Escola de Teatro tem três cursos de extensão com inscrições abertas

SAIBA MAIS

Notícias | 19/ 07/ 2019

Pedagogia e Biblioteca têm funcionamento alterado no recesso de julho

SAIBA MAIS

Agenda | 19/ 07/ 2019

Unidade Roosevelt tem dois espetáculos em cartaz no fim de semana

SAIBA MAIS

 

O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign