A SP Escola de Teatro na Quadrienal de Praga

Publicado em: 13/06/2011

A SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco já está com um espaço reservado na 12ª edição da Quadrienal de Praga, onde apresentará, na Mostra das Escolas, três trabalhos de aprendizes de Cenografia e Figurino e Técnicas de Palco.
 

A Quadrienal, que será realizada entre 16 e 26 de junho, na capital da República Tcheca, também reunirá obras de cenógrafos, figurinistas, designers, arquitetos e artistas visuais de mais de 60 países. O Brasil, que já recebeu a Triga de Ouro, prêmio máximo do evento, participa das quatro principais mostras desta edição.
 

Considerado o maior evento do mundo na sua área, a Quadrienal reúne cerca de cinco mil profissionais para reflexão e apresentação de trabalhos contemporâneos e novas tecnologias em cenografia e arquitetura teatral.
 

Desenvolvidos sob a orientação de J.C. Serroni, coordenador do curso de Cenografia e Figurino e Técnicas e Palco, e dos formadores que compõem o corpo docente destes cursos na SP Escola de Teatro, os aprendizes apresentarão três maquetes e cinco pranchas de figurinos na seção Mostra das Escolas, que tem o intuito de identificar concepções nas quais o aluno elabore suas criações cênicas em espaços alternativos, rompendo com formatos tradicionais.
 

Desde 1967, a Quadrienal de Praga promove performances, workshops, palestras, discussões, apresentações e trabalhos contemporâneos em uma variedade de gêneros, como figurinos, palcos, iluminação e arquitetura teatral para dança, ópera, drama, lugares-específicos (site-specific) e performances multimídia.
 

Segundo Serroni, de modo diverso da Bienal de São Paulo, que celebra fundamentalmente as artes plásticas e em particular seus aspectos plásticos, a Quadrienal de Praga é guiada por uma tentativa de capturar a natureza específica da arte do palco. “O Brasil novamente participa de todas as seções da Quadrienal de Praga e Antônio Grassi, curador do evento, dividiu a mostra em sub-curadorias. A Seção Nacional, considerada a principal delas, contará com projetos experimentais de grande relevância como os do Teatro Oficina e do grupo Teatro da Vertigem, de São Paulo”, revela.
 

Mostra das Escolas

Ao todo, 12 escolas trabalharam o conceito proposto pela curadoria e desenvolveram seus trabalhos. Entre os 50 inscritos para Mostra das Escolas,, além da SP Escola de Teatro, estão representadas a Universidade de Brasília, Universidade de São Paulo, Oficina de Cenografia Lu Grecco, Universidade Federal de Santa Catarina, Universidade Estadual de Campinas, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Escola de Teatro Catarse, Espaço Cenográfico, Universidade Federal do Pará, Universidade Federal do Rio Grande do Norte e Indac Escola de Atores.
  

Para a comissão julgadora dos trabalhos, o mais importante era que o processo fosse uma ação efetivamente pedagógica. Em foco estava a discussão sobre cenografia e a proposta de olhar a cenografia como disciplina existente entre as artes visuais e as artes performáticas e que usa o melhor dos dois mundos, criando um diálogo entre as duas artes.
  

Nesta edição, o tema “Artistas Múltiplos: Fronteiras de Linguagem e Espaço Cênico” busca revelar como o jovem criador se relaciona com o espaço cênico nos dias de hoje, trabalhando as fronteiras entre temas teatrais como cenografia, figurino, luz, som e arquitetura teatral.
  

A Quadrienal de Praga é organizada pelo Ministério da Cultura da República Tcheca e realizada pelo Instituto de Artes e Teatro de Praga. Tradicionalmente acontece com o apoio do presidente da República Tcheca, da Unesco e do Conselho da Cidade de Praga. As exibições individuais das nações e regiões são promovidas e organizadas por algumas das mais importantes organizações culturais do mundo, incluindo ministérios da cultura, instituições e organizações de arte e teatro, festivais internacionais e prestigiadas escolas de teatro e de artes visuais.
 

Com Incentivo do Mestre

Como o Experimento do Módulo Amarelo, realizado no último semestre de 2010, já previa espetáculos realizados em espaços teatrais não-convencionais, J. C. Serroni, coordenador do curso de Cenografia e Figurino e Técnicas de Palco da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, aproveitou a deixa para convidar seus aprendizes a apresentar as maquetes finais deste exercício cênico para a comissão julgadora da Mostra das Escolas na 12ª Quadrienal de Praga.
 

Entre os oito projetos inscritos por aprendizes, três foram selecionados. E, agora, chegou o momento dos integrantes dos grupos que produziram a cenografia e figurino dos espetáculos “As Rãs”, “Hamletmachine”, e “Santa Joana dos Matadouros” prepararem suas malas e roteiros de viagem com destino a Praga.
 

Serroni e Telumi Hellen, formadora do curso de Cenografia e Figurino, e Igor Martins, formador de Técnicas de Palco, vão acompanhar os aprendizes Carlos Alencar Pereira, Daniel Juliano Fernandes, Gabriela Garcia Barreiros, Issac Feitosa Vale, Luis Gustavo Machado Garcia, Maísa Capriotti Donnini, Marco Aurélio Tolledo, Mariana Pedroso de Moraes e Willian Carioca nesta participação em um dos maiores eventos de arte do mundo.
 

“Sempre estive muito envolvido com a Quadrienal, evento onde se encontram os grandes projetos de cenografia, figurino, iluminação e arquitetura teatral do mundo todo. Com relação a nossa Escola, o mais importante é que ela realiza o único encontro de escolas de cenografia de todo mundo com a presença de inúmeros países que discutem o ensino dessas áreas”, explica Serroni.
 

A SP Escola de Teatro forneceu três passagens, de ida e volta, uma para cada grupo. Assim como €500,00 para cada contemplado, com o intuito de custear hospedagem e alimentação dos aprendizes na capital tcheca.
 

Felizes com a colaboração e, em mais um ato de equipe, os aprendizes utilizaram a verba em comum acordo: eles mesmos selecionaram um contemplado para receber o benefício. Assim, os grupos optaram pela alternativa de dividir o valor recebido, possibilitando a ida de todos os envolvidos nos projetos para a Quadrienal de Praga.
 

“Cerca de 20 pessoas da Escola, entre a direção, coordenação e corpo-docente estarão presentes na mostra. Além dos convidados, outros 10 aprendizes vão visitar o evento que é muito importante pedagogicamente aos aprendizes. Espero que todos possam trazer bons frutos dessa troca de experiências”, conclui Serroni.
 


Imagem: sxc.hu

Relacionadas:

Uncategorised | 16/ 12/ 2021

16 de dezembro é dia do Teatro Amador: Conheça mais sobre essa importante prática cultural brasileira!

SAIBA MAIS

Notícias | 03/ 11/ 2021

Danilo Dal Lago, artista egresso da SP, estreia peça que contrapõe escritor periférico e mercado editorial

SAIBA MAIS

Notícias | 28/ 10/ 2021

Maria Bonomi inaugura obra no Memorial da América Latina que homenageia vítimas da pandemia

SAIBA MAIS