A hora e a vez da acessibilidade na Escola

Publicado em: 19/06/2013

De olho na inserção social de pessoas com necessidades especiais, o departamento de Extensão Cultural da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, em uma iniciativa inédita, está com inscrições abertas para os cursos de “Introdução à audiodescrição para teatro”, “Interpretação de espetáculos em LIBRAS”, “Dança sem fronteiras” e “As questões criativas na educação”. E o melhor: todos gratuitos.
 
O primeiro, “Introdução à audiodescrição”, é voltado para atores, locutores, dubladores, roteiristas, profissionais de Comunicação, Rádio e Televisão, Cinema e Letras. A orientadora, Lívia Maria Villela de Mello Motta, pretende introduzir os alunos na técnica de audiodescrição, recurso de acessibilidade comunicacional, que amplia o entendimento das pessoas com deficiência visual em diversos tipos de espetáculos, eventos e produtos audiovisuais, por meio de informação sonora, com foco nas artes cênicas. As aulas vão de 5 de agosto a 2 de outubro, das 10h às 13h.
 
Já “Interpretação de espetáculos em LIBRAS”, com Sueli Ramalho e Rimar Segala, visa capacitar intérpretes e tradutores em LIBRAS, a linguagem de sinais. O objetivo é contribuir com a inclusão, promovendo a acessibilidade a pessoas com deficiência auditiva, que, assim, poderão ter a oportunidade de participar de eventos culturais em diversos espetáculos teatrais, janelas em LIBRAS, nos casos de filmes, documentários, monólogos, palestras culturais, desfiles. Aulas de 5 de agosto a 2 de outubro, das 19h às 22h.
 
Em “Dança sem fronteiras”, Ferrnanda Amaral voltará seu foco a bailarinos, atores, estudantes de teatro e dança e arte-educadores com alguma experiência no campo da dança. Bailarinos e atores com necessidades especiais também são bem-vindos. Aqui, o propósito principal será o de re-conectar o indivíduo com seu corpo por meio da dança. Aulas de 6 de agosto a 3 de outubro, das 14h às 17h.
 
“As questões criativas na educação” serão debatidas por Ismar Rachmann e Viviane Dias neste curso, que acontecerá de segunda a sexta-feira, das 14h às 17h, de 1º a 26 de julho. Em pauta, uma reflexão coletiva sobre arte e pedagogia, com proposta de experimentação e desenvolvimento de procedimentos e exercícios para serem, posteriormente, utilizados pelos pedagogos, em aulas. Os orientadores trabalharão na fronteira de artes como o teatro, a dança, as artes visuais e a literatura. O público alvo é de arte-educadores, educadores e professores da área artística, bem como orientadores teatrais e estudantes de arte e pedagogia. Para este curso, as inscrições seguem abertas somente até 24 de junho. Para os demais, se encerram em 14 de julho. Mais informações sobre cada um deles, aqui.



 

Texto: Esther Chaya Levenstein