A História Pessoal na Criação

Publicado em: 13/09/2012

O que leva um sujeito a criar? Como os acontecimentos de uma vida contribuem para a construção de uma obra? Que papel desempenha a criatividade no psiquismo e a que enigmas ela responde? Como e por quais meios o trauma pode virar arte? Essas indagações serviram de condutoras para a Mesa de Discussão que a SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco promove nesta sexta-feira (14), das 15h às 18h, na sede Roosevelt.

 

Para conversar sobre o assunto, foram convidadas Luciana Pires, Noemi Jaffé e Yudith Rosenbaum. Sob a mediação de Sergio Zlotnic e intitulado “As Marcas da História Pessoal nas Produções do Sujeito”, o debate é oferecido pelo setor de Extensão Cultural da Instituição.

 

A proposta do encontro é articular questões que envolvem memória e percepção, ficção e fato, repetição e criatividade, verdade e estética, contingência e acaso. Para tanto, serão adotados os repertórios e discursos da literatura, da poesia e do pensamento freudiano. O evento é aberto ao público e tem entrada franca.

 

Os Participantes

Sergio Zlotnic é psicanalista, com consultório particular desde 1981. É Mestre e Doutor pela Universidade de São Paulo. Pós-Doutor, também pelo Instituto de Psicologia da mesma universidade, desenvolveu pesquisas com subsídios da Fapesp. Seus temas de interesse referem-se à questão do trauma e da representação, dos sonhos e da associação-livre, dos diálogos entre a psicanálise e o campo das artes. Deu cursos no setor de Extensão Cultural da SP Escola de Teatro em 2010 e 2011 e, atualmente, orienta o curso “Psicanálise e Dramaturgia: As Experiências Pessoais e Históricas na Raiz das Produções no Campo das Artes”.

 

Yudith Rosenbaum é professora de Literatura Brasileira na USP e formada em Psicologia pela PUC/SP.  Atua na interface da literatura com a psicanálise. É autora dos livros “Manuel Bandeira: Uma Poesia da Ausência”  (Edusp/Imago, 1993); “Metamorfoses do Mal: Uma Leitura de Clarice Lispector” (Edusp/Fapesp, /1999); “Clarice Lispector” (Publifolha, série Folha Explica, 2002); e “O Livro do Psicólogo” (Companhia das Letrinhas, 2007). 

 

Luciana Pires é psicanalista, Mestre e Doutoranda pelo Ipusp, e autora do livro “Do Silêncio ao Eco: Autismo e Clínica Psicanalítica” (Edusp/Fapesp, 2007). Sua pesquisa é focada no trabalho do cineasta Eduardo Coutinho – e nas questões que relacionam fato e ficção, problematizadas justamente pelo documentarista – que desembocam no tema do estatuto de verdade.

 

Noemi Jaffé é Doutora em Literatura Brasileira pela USP, professora e crítica literária do jornal Folha de S.Paulo. Escreveu os livros “Todas as Coisas Pequenas”; “Folha Explica Macunaíma”; “Do Princípio às Criaturas”; “A Crônica na Sala de Aula”, “Ver Palavras, Ler Imagens” e “Quando Nada Está Acontecendo”. Foi organizadora do livro “Antologia de Poemas de Arnaldo Antunes”.

 

 

Serviço

Mesa de Discussão

Tema: “As experiências pessoais na raiz das produções no campo das artes”

Quando: Sexta-feira (14), das 15h às 18h

Onde: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt

Praça Roosevelt, 210 – Consolação

Entrada franca

 

 

Texto: Felipe Del