“À beira do abismo me cresceram asas”

Publicado em: 14/06/2013

Maitê Proença assina, dirige e estrela o espetáculo “À beira do abismo me cresceram asas”, que está em cartaz no Teatro Faap, com Clarisse de Luz também no elenco e supervisão de Amir Haddad.

 

Maitê Proença e Clarisse de Luz dão vida a duas senhoras de temperamentos e visões diferentes (Foto: Divulgação)

 

A peça parte de depoimentos recolhidos em diversos asilos espalhados pelo Brasil, que dão origem a novas histórias e personagens, como Valdina e Terezinha, vividas por Clarisse e Maitê. 

 

A primeira é uma senhora de 80 anos que procura olhar para a vida com otimismo e positividade, embora esconda um grande segredo. Terezinha, por sua vez, é o oposto: ainda que carrancuda e introvertida, não tem um grande dilema mal-resolvido. Além da praticidade com que levam suas vidas, elas têm em comum uma forte amizade, construída com o passar dos anos.

 

 

Serviço

Peça: “À beira do abismo me cresceram asas”

Quando: Sexta e sábado, às 21h; domingo às 18h (até 18/8)

Onde: Teatro Faap

Rua Alagoas, 903 – Higienópolis

Tel.: (11) 3662-7232

R$ 70

 

 

Texto: Felipe Del