26º Prêmio Shell de teatro – indicados do 1º semestre de 2013

Publicado em: 16/07/2013


Cena de “Cais ou da indiferença das embarcações”: seis indicações ao Prêmio Shell, dentre os espetáculos de
São Paulo (Foto: Lenise Pinheiros)

 

Na manhã de hoje (16), foram divulgados os indicados do 1º semestre ao 26º Prêmio Shell de Teatro, no Rio de Janeiro e em São Paulo. Os do 2º semestre serão divulgados em dezembro, e todos estão no páreo pelo prêmio, que só será entregue no início de 2014.

Dentre as novidades, está a Categoria Especial, que agora se chama Inovação. Nela, concorrem todos os espetáculos, textos, grupos ou profissionais de teatro que tenham apresentado trabalhos com propostas significativamente novas e criativas quanto à forma ou conteúdo.

Neste 1º semestre, a peça com maior número de indicações é “Cais ou da indiferença das embarcações”, que disputa seis categorias.

Os indicados em São Paulo
Autor

Cia. Luna Lunera por “Prazer”
Kiko Marques por “Cais ou da indiferença das embarcações”

Direção

Kiko Marques por “Cais ou da indiferença das embarcações”
Leonardo Moreira por “Ficção”
Nelson Baskerville por “As estrelas cadentes do meu céu são feitas de bombas do inimigo”

Ator

Mauricio de Barros por “Cais ou da indiferença das embarcações”
Thiago Amaral por “Ficção”

Atriz

Fernanda Azevedo por “Morro como um país – cenas sobre a violência de Estado”
Luciana Paes por “Ficção”
Rosana Stavis por “Árvores abatidas ou para Luis Melo”

Cenário
Chris Aizner por “Cais ou da indiferença das embarcações”
Ed Andrade por “Prazer”

Figurino
Chris Aizner por “Cais ou da indiferença das embarcações”
Fabio Namatame por “Vingança – o musical”

Iluminação
Aline Santini e Nelson Baskerville por “As estrelas cadentes do meu céu são feitas de bombas do inimigo”
Fran Barros por “Universos”

Música
Guilherme Terra por “Vingança – o musical”
Umanto por “Cais ou da indiferença das embarcações”

Categoria Inovação
Os Fofos Encenam pela realização do projeto “Baú da Arethuzza”
Conselho gestor do CIT-Ecum pela realização plural de seu projeto artístico-pedagógico

Os indicados no Rio de Janeiro
Autor

Julia Spadaccini por “Aos domingos”

Direção

Isabel Cavalcanti por “Moi Lui”
Rodrigo Portella por “Uma história oficial”

Ator
Ricardo Blat por “A arte da comédia”
Thelmo Fernandes por “A arte da comédia”

Atriz
Camilla Amado por “O lugar escuro”
Suely Franco por “As mulheres de Grey Gardens – o musical”

Cenário
André Sanches por “Vestido de noiva”
Rogério Falcão por “Como vencer na vida sem fazer força”

Figurino
Antônio Guedes por “O médico e o monstro”
Marcelo Pies por “Como vencer na vida sem fazer força”

Iluminação
Renato Machado por “Vestido de noiva”
Tomás Ribas por “Moi Lui”

Música
Gabriel Moura por “Cabaré Dulcina”
Rodrigo Penna por “Edukators”

Categoria Inovação
Marcus Vinícius Faustini pelo conceito e proposta do Festival Home Theatre

  

Texto: Esther Chaya Levenstein

 

Relacionadas:

Uncategorised | 03/ 11/ 2021

Danilo Dal Lago, artista egresso da SP, estreia peça que contrapõe escritor periférico e mercado editorial

SAIBA MAIS

Uncategorised | 28/ 10/ 2021

Maria Bonomi inaugura obra no Memorial da América Latina que homenageia vítimas da pandemia

SAIBA MAIS

Uncategorised | 01/ 10/ 2021

Festival Satyricine Bijou anuncia vencedores da mostra competitiva e homenageia a atriz e cineasta Helena Ignez

SAIBA MAIS