Oficina de escrita prática: Por uma Dramaturgia Monstra!

Publicado em: 18/06/2021

Objetivo
Por uma dramaturgia mais ao monstro que ao belo-animal. Cheias de remendo, recortadas,
coladas, costuradas e com a cicatriz aparente. A oficina tem como mote principal a escrita enquanto prática performativa, e os desdobramentos da dramaturgia para além do campo das artes. Questões acerca do
dramaturgismo, do dramaturgo em cena, da escrita colaborativa e autobiográfica serão abordadas ao longo das práticas. A oficina propõe também o compartilhamento da pesquisa “Compêndio de Decomposições Dramatúrgicas: Por uma Dramaturgia Monstra” que integra o programa de pós-graduação em Artes da Cena da UNICAMP. A pesquisa se dá a partir do campo da dramaturgia performativa e seus dispositivos e pretende a criação de um “caderno de exercícios dramatúrgicos”, buscando maneiras de exercitar a dramaturgia enquanto prática.

Inscrições: 17 a 27 de junho

Orientadora:

Lara Duarte


É Mestranda em Artes da Cena pela UNICAMP com a pesquisa “Compêndio de Decomposições Dramatúrgicas: Por uma Dramaturgia Monstra!”. Bacharel em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia. Formada em dramaturgia pela SP Escola de Teatro. Participou do programa de iniciação cientifica da UFBA com o projeto “A escritafalada: dramaturgias da contação de história”; Integrou o Teatro Base – Grupo de Pesquisa Sobre o Método da Atriz, como performer e dramaturga. Integrou o Núcleo Experimental de Artes Cênicas do SESI.Dramaturgista e assistente de direção da peça “Stabat Mater”, com direção de Janaína Leite, peça vencedora do prêmio Shell na categoria dramaturgia e indicada ao APCA de melhor espetáculo. Dramaturgista da peça Capô, com direção de Georgette Fadel, estreia prevista para 2021. Diretora, dramaturga e performer da peça-vídeo Pânico Vaginal, com estreia prevista para 2021. Atuou como atriz e assistente de dramaturgia na peça “Acúmulos”, com direção de Kênia Dias e Ricardo Garcia, dramaturgia de Márcio Abreu. Dramaturgista da peça “Resposta Ao Capataz”, espetáculo de formatura da turma 67 da escola de arte dramática da universidade de São Paulo, com direção de Kênia Dias. Como performer e dramaturga trabalhou no espetáculo A Bunda De Simone, com direção de Diego Pinheiro, recebendo a indicação de melhor texto pelo prêmio BRASKEM de teatro. Participou do projeto História Sob Rocha, com direção de Daniel Guerra. Integrando a programação do Festival Internacional de Artes Cênicas Criadora da performance cênica Como Medeia Para Minha Mãe e da peça Remedeia. Integrando a programação do festival VilaVerão e do festival Tristes, Loucas e Más. Trabalhou no Centro da Juventude de Ciência e Cultura, na cidade de Salvador, como formadora em contação de história. Foi professora substituta de teatro na escola Lua Nova. Ministrou oficinas na Universidade Livre de Teatro do Vila Velha e no CETUR, Colégio Técnico da UFRJ. Professora da Laço de Abraço, e ministra aulas de teatro para crianças, adolescentes e adultos em diversas escolas de São Paulo. Professora de teatro na Symphoy Escola de Artes.

 

circle Quando: Dias 5, 8, 12 e 15 de julho de 2021
Segundas e quintas-feiras, das 19 às 21h
Local: Curso online via Zoom


INSCRIÇÕES ENCERRADAS!

Público
Acima de 18 anos. Interessades em dramaturgia, escrita criativa e relações com
a palavra. 35 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 17 a 27 de junho
Aprovados: 30 de junho
Matrícula online: 1º de julho