Em Cartaz / AGENDA

FILTRAR POR:
  • Todos
  • Sala Vange Leonel
  • Sala Alberto Guzik
  • Sala Antonio Pompêo

Sala Vange Leonel

DOC. A.A.A.

Uma reunião de Adictos de Afeto Anônimos, na qual os membros são livres para compartilhar o que sentem, em um ambiente sem julgamentos. Em comum, o que eles têm de mais humano são a dependência afetiva, a necessidade de ser amado e de amar, muitas vezes, sem limites. “Reconheça e acolha sua condição humana. Você não está sozinho. Venha fazer parte da nossa irmandade!”, dizem.

O espetáculo faz parte do projeto Antologia Documental, proposta artístico-pedagógica do  Núcleo de Artes Cênicas (Nac), que reúne obras teatrais baseadas em relatos colhidos a partir de entrevistas realizadas pelo próprio elenco.

Ficha técnica:
Com: Núcleo de Artes Cênicas (NAC) | Coordenação, concepção e direção: Lee Taylor | Diretor assistente: Hercules Morais |Assistência de direção: Elvis Törres | Elenco: Anderson Vianna, Flávia Meyer, Giovanna Siqueira, Livia Matuti, Paulo Victor Gandra, Rebeca Ristoff | Artistas-pedagogos: Lee Taylor, Hercules Morais, Gisele dos Reis | Fotos: Marcelo Villas Boas

circle

Onde: Sala Vange Leonel. Unidade Roosevelt (Praça Franklin Roosevelt, 210, Consolação)

Quando: Sex. e sáb., às 20h; dom, às 18h. De 12 a 28/7.

Quanto: Gratuito

Duração: 90 minutos

Classificação: 14 anos



Sala Alberto Guzik

O Nome das Coisas

Em comemoração ao centenário de nascimento da portuguesa Sophia de Mello Breyner Andresen (1919-2004), primeira mulher vencedora do Prêmio Camões (principal honraria concedida a um escritor em língua portuguesa), feito ocorrido há 20 anos, a Cia. dos Infames e a Cia. Dramática em Exercício apresentam na unidade Roosevelt o espetáculo “O Nome das Coisas”. 

Em cartaz entre 5 de julho e 5 de agosto, a peça coloca em cena uma mulher, também escritora, que usa o silêncio da madrugada para imaginar e dar vida aos personagens que lhe surgem no ar, entremeando a narrativa com passagens biográficas da protagonista da história. O texto dramatúrgico, assinado por Henrique Zanoni, diretor do espetáculo, é inspirado em contos, poemas e reflexões de Andresen – considerada uns dos maiores nomes da poesia lusitana. 

A personagem, uma representação de Sophia, revê fatos importantes de sua trajetória, como a resistência ao regime salazarista e a amizade que construiu com outros poetas importantes do universo lusófono, a exemplo de João Cabral de Melo Neto e Cecília Meirelles. O solo é protagonizado pela atriz Suia Legaspe e trata de questões relativas ao amor, ao processo criativo da protagonista, à beleza e ao sentido político da escrita.

“O Nome das Coisas” tem sessões às sextas, sábados, domingos e segundas, na sala Alberto Guzik.

Durante a temporada, em quatro domingos, logo após as apresentações, acontece o Ciclo de Debates Sophia e a Poética em Cena, dividido em quatro mesas temáticas:

07/07 – Num Mar de Sentidos: A poesia de Sophia no mundo contemporâneo – Com Paola Poma e Marici Salomão
14/07 – A Política da escrita e a escrita política: escrever sob o fascismo – Com Eloisa da Silva Aragão e Silvia Gomez
21/07 – A poesia na cena, a poesia em cena: apropriações e desafios – Com Micheliny Verunschk e Dione Carlos
28/07 – O Ator-Poeta – Com Vivian Steinberg Milano e Eliana Teruel

Ficha técnica:
Direção e dramaturgia: Henrique Zanoni | Intérprete: Suia Legaspe | Cenário e figurinos: Carlos Colabone | Iluminação: Aline Santini | Produção: Edinho Rodrigues (Brancalyone Produções) | Preparação Corporal e Fotografia: Beto Amorim | Caracterização: Beto França | Assessoria de imprensa: Pombo Correio | Realização: Cia dos Infames / Cia Dramática em Exercício | Apoio: Secretaria Municipal de Cultura

circle

Onde: Sala Alberto Guzik. Unidade Roosevelt (Praça Franklin Roosevelt, 210, Consolação)

Quando: Sex., sáb. e seg., às 21h; dom., às 19h. De 5 de Julho a 5 de Agosto

Quanto: R$20 (inteira) e R$10 (meia-entrada)

Duração: 60 minutos

Quantidade de lugares: 60 lugares

Classificação: 12 anos



Não há eventos em cartaz no momento!



Nossa programação também está no SP Estado da Cultura, ferramenta disponibilizada pelo Governo do Estado de São Paulo com os eventos de todos os equipamentos culturais do estado.

Eventos passados Seta Seta

 

O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign