Teatro digital e presencial convivem e dão lição de garra artística

Publicado em: 19/02/2021

Por Miguel Arcanjo Prado

O teatro brasileiro tem demonstrado garra e se supera dia após dia neste contexto terrível de pandemia, tão prejudicial ao ofício artístico.

Mas, dentro desse mar de imprevisibilidade, é salutar perceber que os trabalhadores dos palcos uniram o teatro digital com o teatro presencial, que aos poucos vai sendo retomado.

O mais bonito nisso tudo é o respeito mútuo entre aqueles que escolhem permanecer com atividades online e os que retomam os trabalhos nos tablados respeitando todos os protocolos sanitários. Nisso, os artistas de São Paulo têm sido precursores, apontando caminhos possíveis aos outros Estados.

O público paulistano já pode ver montagens presenciais, como A Bicicleta de Papel, no Teatro das Artes, ou Bonita Lampião, que estreia dia 26 no Teatro Sérgio Cardoso, ou ainda Neide Boa Sorte e Simplesmente Clô, peças no Teatro União Cultural com Eduardo Martini.

Miguel Falabella, por sua vez, também já anunciou para 18 de março o retorno do primeiro grande musical: Donna Summer, no Teatro Santander, com a história da cantora ícone da era disco.

E o teatro digital também segue em ritmo frenético de produções, como Viva Voz, sobre os trabalhadores de telemarketing e que pode ser vista aqui na nossa SP Escola de Teatro Digital, ou o novo espetáculo da Cia. de Teatro Os Satyros, As Mariposas, que mostra um mundo futurista de arrepiar qualquer espectador no Espaço Digital dos Satyros.

Estas são apenas algumas das muitas iniciativas de artistas brasileiros que demonstram diariamente sua força e persistência em não deixar o teatro morrer. Merecem nossos aplausos e parabéns.

Leia também: Artistas que voltam aos palcos merecem apoio em vez de ataques

*Miguel Arcanjo Prado é Coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro. Jornalista formado pela UFMG, é especialista em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP e mestre em Artes pela UNESP. É crítico da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes), da qual foi vice-presidente. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo de Cultura. Escreve às sextas. @miguel.arcanjo

 

O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign