EN | ES

Setembro encheu de flores diversas a primavera da Extensão Cultural da SP Escola de Teatro

Publicado em: 29/09/2022

Deitado em flores

Setembro, mês da primavera, foi intenso na Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro – Foto: Nappy.co

Por Miguel Arcanjo Prado

O mês de setembro marca a chegada da primavera, repleta de esperança.  Neste 2022, o mês no qual a natureza recobra a vida foi intenso e repleto de flores diversas na Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro, com atividades para todos os perfis de público. E o melhor: tudo de graça.

Nas Residências, três espetáculos conquistaram o público nas duas salas da escola na Unidade Roosevelt: Era Uma Vez no Carandiru…, que rememorou o massacre de presos no maior presídio de São Paulo na década de 1990, sob direçaõ de Jonatan Cabret com a Cia Os Profanos, e também Não Somos Amigas, texto de Michele Ferreira dirigido por Maria Maya com as atrizes Luluh Pavarin e Izabela Pimentel, e também Caatinga, com a Cia. do Caminho Velho dirigida por Alex Araújo e com dramaturgia de Rudinei Borges e cenografia de Telumi Hellen.

Além disso, a exposição Heroínas da Independência, do fotógrafo Bob Sousa, encantou aqueles que passaram pela Unidade Roosevelt da escola, celebrando as mulheres que lutaram pela Independência do Brasil no marco do Bicentenário, interpretadas pelas atrizes convidadas Anete Naiman, Letícia Soares e Patrícia Vilela.

Já no Cursos de Extensão, a movimentação também foi grande com variadas ofertas de ensino gratuito e de curta duração à sociedade. Cursos ministrados por artistas consagrados nos palcos, como a bailarina Leilane Teles, os astros dos musicais Bruno Narchi Thiago Machado, Zuba Janaina e Gui Leal, a Cia Fundo Mundo, a rainha do bambolê Pipa Luke e o mestre na perna de pau Gui Awazu, e a especialista em corpo e movimento Carmen Jorge. Novos cursos para outubro já estão com inscrições abertas. Veja quais são e faça a sua!

A Extensão Cultural também esteve à frente das Discussões e Proposições Teatrais, entrevistando grandes nomes da cena em parceria com a Pedagogia, como Ivam Cabral, Roberto Cordovani e Luluh Pavarin, para o canal do YouTube da escola e também realizando a mesa de discussão sobre Teatro Musical.

Por fim, e não menos importante, o mês de setembro ainda teve o lançamento do edital 2023 do Prêmio Solano Trindade, focado na dramaturgia autoral de jovens estudantes de teatro negros e negras. Os vitoriosos terão seus trabalhos publicados. Uma grande oportunidade para novos discursos nos tablados brasileiros. As inscrições são gratuitas e vão até 4 de novembro de 2022.

Também é preciso ressaltar a participação do coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais Miguel Arcanjo Prado como convidado especial em três grandes festivais internacionais: o Festival Internacional de Edimburgo e Fringe de Edimburgo, maior evento das artes cênicas no mundo, e na Cúpula Internacional da Cultura de Edimburgo, ambos na Escócia, Reino Unido, acompanhando o secretário de Cultura e Economia Criativa, Sérgio Sá Leitão; o Mirada – Festival Ibero-Americano de Artes Cênicas do Sesc em Santos, litoral paulista, acompanhando o diretor executivo da SP Escola de Teatro, Ivam Cabral; e no CineBH – Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte e Brasil CineMundi  International Coprodution Meeting , na capital mineira.

Nada disso teria sido possível sem o apoio do diretor executivo, Ivam Cabral e toda equipe da SP Escola de Teatro, além do empenho da aguerrida equipe de Extensão Cultural: os assistentes David Godoi e Rodrigo Barros e a estagiária Solange Correia.

Não há dúvidas que setembro floriu o jardim da SP Escola de Teatro com muita arte!

*Miguel Arcanjo Prado é Coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro. Jornalista formado pela UFMG, é especialista em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP e mestre em Artes pela UNESP. É crítico da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes), da qual foi vice-presidente. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo de Cultura, além de fazer o Podcast do Arcanjo. @miguel.arcanjo