Líder da Revolta da Chibata é tema de peça grátis neste 13 de Maio

Publicado em: 13/05/2021

Turmalina 18-50, da Cia. Cerne, faz sessão grátis e online às 18h neste 13 de Maio - Foto: Stephany Lopez/Divulgação

Turmalina 18-50, da Cia. Cerne, faz sessão grátis e online às 18h neste 13 de Maio – Foto: Stephany Lopez/Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

Neste 13 de maio, quando se recorda os 133 anos da tardia Abolição da Escravatura no Brasil, a SP Escola de Teatro Digital apresenta sessão extra e especial de um espetáculo que conta a trajetória de um dos mais importantes heróis negros da nossa história. Chamado de Almirante Negro, João Cândido Felisberto é o tema da peça Turmalina 18-50, com a Cia. Cerne, de São João do Meriti, cidade na qual o célebre marinheiro passou suas últimas décadas de vida. A sessão está marcada para 18h desta quinta (13) e os ingressos já podem ser retirados.

A obra esmiúça a vida do líder da Revolta da Chibata de 1910, quando liderou a rebelião dos marinheiros no Rio de Janeiro, em sua esmagadora maioria negros, contra a prática de castigos físicos aos marinheiros com chibata, herança do Brasil escravocrata que persistiu na Marinha mesmo após a Abolição. O espetáculo escrito e dirigido por Vinícius Baião é comovente e ao mesmo tempo uma verdadeira aula de história. Estão no elenco Átila Bee, Gabriela Estolano, Graciana Valladares, Higor Nery, Leandro Fazolla e Madson Vilela.

Retire seu ingresso gratuito para ver a peça Turmalina 18-50 (quem puder colabore com R$ 10 aos artistas)!

A peça integra a programação da Mostra Aldir Blanc na SP Escola de Teatro, que apresenta 12 peças das cinco regiões brasileiras até o fim do mês. Não custa lembrar que é de Aldir Blanc e João Bosco a música que conta a história de João Cândido, O Mestre-Sala dos Mares, que foi eternizada na voz de Elis Regina.

*Miguel Arcanjo Prado é Coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro. Jornalista formado pela UFMG, é especialista em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP e mestre em Artes pela UNESP. É crítico da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes), da qual foi vice-presidente. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo de Cultura. @miguel.arcanjo

 

O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.