Dia da Visibilidade Trans tem show, peça e ação social na 9ª SP TransVisão

Publicado em: 29/01/2021

Colaboradoras trans da SP Escola de Teatro farão show especial de abertura da 9ª SP TransVisão

Por Miguel Arcanjo Prado

Esta sexta-feira, 29 de janeiro, é o Dia Nacional da Visibilidade Trans. Para fazer jus à data e jogar os holofotes nesta população que precisa ser vista e respeitada pela sociedade, começa a 9ª edição da SP TransVisão. O evento, realizado pela nossa SP Escola de Teatro com direção de produção de Elen Londero, de Projetos Especiais, conta com farta programação gratuita e digital.

O tema escolhido pela própria comunidade é Distanciamento Social: Uma Trans realidade – A Pandemia Passa, O Preconceito Não!. Trata-se de um recado potente e importante.

A programação é gratuita e vai até 3 de fevereiro, nas redes sociais e Canal no Youtube da SP Escola de Teatro e também na nossa página SP Escola de Teatro Digital na Sympla, onde os ingressos já podem ser retirados para algumas atrações fechadas, como o tocante filme documentário Limiar, de Coraci Ruiz, sobre a transição de seu filho trans Noah, a emocionante peça Entrevista com Phedra, sobre a grande diva trans cubana do teatro Phedra D. Córdoba, ou o necessário Genderless – Um Corpo Fora da Lei, espetáculo de Guttervil.

Tudo começa nesta sexta, 29, às 17h, com um grande show artístico de abertura, que reúne no mesmo palco as artistas trans e colaboradoras da SP Escola de Teatro Brenda Oliver, Ingrid Soares, Kimberly Luciana Dias e Marcia Dailyn. As quatro estrelas são dirigidas por Gustavo Ferreira, ator da Cia. de Teatro Os Satyros e fundador do Bloco da Mamma, focado na população LGBTQIA+.

As meninas prometem um show de arromba, com direito a muita purpurina, plumas e paetês. Além de números especiais, apresentação ainda promete muita emoção, com homenagem às pessoas trans que partiram vítimas da Covid-19, em especial Bruna Valin e Amanda Marfree, cujas mortes sensibilizaram a comunidade T.

Guttervil e Fernanda Kawani Custódio, da Translúdica: ação social na 9ª SP TransVisão – Foto: Divulgação

Também às 17h tem início o evento social Jantar Afeto e Música, com distribuição de marmitas e kits de higiene, além de disponibilizar banheiros na sede da SP Escola de Teatro na praça Roosevelt, 210, para higiene pessoal das pessoas trans em situação de vulnerabilidade social. Esta ação é realizada pela Translúdica – Loja Colaborativa, importante espaço de empreendedorismo trans sob direção de Guttervil e Fernanda Kawani Custódio.

Já às 17h30 é a vez do Intercâmbio TransVisão, que terá Renata Taylor (Belém – PA) e Raicarlos Durans (Marituba – PA), com mediação Millena Wanzeller. Depois, às 19h, começa a Mesa de Discussão Transparentalidade, com Cibele Lascala, Fe Maidel, Leonardo Medeiros e Rachel Rocha, com papo mediado por Daniel Veiga, dramaturgo e ator trans premiado com o poderoso troféu Kikito no Festival de Cinema de Gramado.

Encerrando a noite, às 21h, tem o espetáculo teatral Divas Florescer. Mas não termina por aí. A programação segue farta até 3 de fevereiro, quando serão conhecidas as personalidades que receberão o disputado Prêmio Claudia Wonder.

Programe-se e não perca nenhum detalhe desta programação especial e imperdível!

Saiba mais sobre a SP TransVisão!

*Miguel Arcanjo Prado é Coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro. Jornalista formado pela UFMG, é especialista em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP e mestre em Artes pela UNESP. É crítico da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes), da qual foi vice-presidente. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo de Cultura. Escreve às sextas. @miguel.arcanjo

 

 

O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign