Zoológico Humano

Publicado em: 01/12/2019

No futuro, a política de extermínio da população negra alcançará seu maior êxito: restará, apenas, uma mulher negra e um homem negro no mundo. Por serem raros, eles serão mantidos em um jardim zoológico, presos na mesma jaula para que reproduzam e, dessa forma, não sejam totalmente extintos – afinal, a total inexistência de negros representa um risco para os brancos, a partir de qual corpo (fenótipo) construirão a auto-imagem da diferença?
.

É essa situação limite que a peça “Zoológico Humano”, criada por estudantes da SP Escola de Teatro desenvolve. Hutu, mulher negra, presa em uma jaula, teve sua ascendência dizimada e se encontra totalmente esgotada, incapaz de desenvolver alguma perspectiva diferente para si. Tutsi, homem negro, acabou de ser capturado e jogado na jaula de Hutu, recusa-se a vivenciar a situação desumana na qual é posto. O encontro dessas duas formas de enfrentar o poder gera questionamentos e transformações em ambos.

Ficha técnica

Direção: Gustavo Amaral | Atuação: Carla Silveira, Robinson Rogério | Sonoplastia: André Andrade, Bruna Laleska | Iluminação: Giulia Valentim | Dramaturgia: Robinson Rogério | Coletivo Não é Safari.

circle

Onde: Sala Vange Leonel. Unidade Roosevelt (Praça Franklin Roosevelt, 210, Consolação.

Quando: Sábados, às 20h. Dias 2, 9, 23 e 30 de novembro.

Quanto: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

Duração: 70 minutos

Classificação: 14 anos




 

O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign