Comunicadores convidados dialogam com 12 peças da Mostra Aldir Blanc na SP

Mostra Aldir Blanc na SP Escola de Teatro tem Diálogos com Comunicadores nas Redes: no alto: Cláudio Martins (A Broadway É Aqui), Leandro Fazolla (Cadernos Cênicos), Celso Faria (E-Urbanidade), Luiz Vieira (Responder Fazendo); no meio: Cíntia Duque (Eu no Teatro), Marcio Tito (Deus Ateu), Viviane Pistache (Geledés e Carta Capital), Natália Beukers (Infoteatro e Vogue); abaixo: Fernando Pivotto (Tudo Menos uma Crítica), Miguel Arcanjo Prado (Blog do Arcanjo), Luiza Camargo e Rodrigo Barros (SP Escola de Teatro) - Fotos: Divulgação

Mostra Aldir Blanc na SP Escola de Teatro tem Diálogos com Comunicadores nas Redes: no alto: Cláudio Martins (A Broadway É Aqui), Leandro Fazolla (Cadernos Cênicos), Celso Faria (E-Urbanidade), Luiz Vieira (Responder Fazendo); no meio: Cíntia Duque (Eu no Teatro), Marcio Tito (Deus Ateu), Viviane Pistache (Geledés e Carta Capital), Natália Beukers (Infoteatro e Vogue); abaixo: Fernando Pivotto (Tudo Menos uma Crítica), Miguel Arcanjo Prado (Blog do Arcanjo), Luiza Camargo e Rodrigo Barros (SP Escola de Teatro) – Fotos: Divulgação

A Mostra Aldir Blanc na SP Escola de Teatro acontece de 4 a 28 de maio com 12 peças das cinco regiões brasileiras com ingressos disponíveis na SP Escola de Teatro Digital na Sympla. Com o intuito de aproximar artistas e coletivos de comunicadores culturais nas redes, o evento conta com a participação de 12 comunicadores que estarão em diálogo com os espetáculos. Nove profissionais foram especialmente convidados pela curadoria e três são jornalistas atuantes no time de colaboradores da escola.

Os comunicadores são Cíntia Duque (@eunoteatro), Fernando Pivotto (@tudomenosumacritica), Celso Faria (@blogeurbanidade), Cláudio Martins (@abroadwayeaqui), Natália Beukers (@infoteatro_), Marcio Tito (@deus.ateu), Leandro Fazolla (@leofazolla), Luiz Vieira (@responderfazendo), Miguel Arcanjo Prado (@miguel.arcanjo), Viviane Pistache (@vivirilpistache), Luiza Camargo (@escoladeteatro) e Rodrigo Barros (@eu.rodrigobarros).

Ivam Cabral, diretor executivo da SP Escola de Teatro - Foto: Bob Sousa

Ivam Cabral, diretor executivo da SP Escola de Teatro – Foto: Bob Sousa

“A comunicação avança no digital de forma vertiginosa, sobretudo nestes novos tempos. Ao propor diálogo próximo entre artistas do teatro contemporâneo e comunicadores da nova geração atentos a este período de mudanças é uma forma de criar pontes para o futuro. Ao aproximar artistas e comunicadores, a SP Escola de Teatro deixa o Teatro Digital mais próximo das telas do público”, afirma Ivam Cabral, diretor executivo da SP Escola de Teatro.

“Mais do que nunca, as artes digitais precisam dialogar com o público conectado. Nesta conversa, novas formas de comunicação são fundamentais. Como jornalista que sempre apostou na linguagem de comunicação digital em rede, convidei colegas que admiro e que fazem importante trabalho de resistência do jornalismo cultural no mundo de hoje”, declara Miguel Arcanjo Prado, Coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro e curador da Mostra Aldir Blanc na SP com assistência de Rodrigo Barros e Marcio Tito.

Um ano da morte do compositor Aldir Blanc (1946-2020): homenagem na Mostra Aldir Blanc na SP Escola de Teatro - Foto: Divulgação

Um ano da morte do compositor Aldir Blanc (1946-2020): homenagem na Mostra Aldir Blanc na SP Escola de Teatro – Foto: Divulgação

Mesas de Discussão

Além de escreverem suas impressões sobre as apresentações, eles vão participar de duas Mesas de Discussão no Canal da SP no Youtube. A primeira está marcada para 7 de maio, sexta, 20h, com a Mesa de Discussão: A importância da Lei Aldir Blanc para a Arte na Pandemia, com participação de Cíntia Duque (Eu no Teatro), Leandro Fazolla (Cadernos Cênicos), Luiz Vieira (Responder Fazendo), Cláudio Martins (A Broadway É Aqui) e Rodrigo Barros (SP Escola de Teatro) com mediação de Marcio Tito (Deus Ateu) e apresentação de Miguel Arcanjo Prado (Blog do Arcanjo).

Já encerrando a Mostra no dia 28 de maio, sexta, às 20h, tem a Mesa de Discussão: Lei Aldir Blanc como Fomento à Diversidade nas Artes Cênicas Brasileiras com participação de Viviane Pistache (Geledés e Carta Capital), Natália Beukers (INFOTEATRO) Fernando Pivotto (Tudo Menos Uma Crítica), Celso Nunes (E-Urbanidade) e Luiza Camargo (SP Escola de Teatro) com mediação de Marcio Tito (Deus Ateu) e apresentação de Miguel Arcanjo Prado (Blog do Arcanjo).

Afluentes Acreanos (Acre) e Pânico Vaginal (São Paulo) estão na Mostra Aldir Blanc na SP Escola de Teatro - Fotos: Mag Araújo e Marcelle Cerutti/Divulgação

Afluentes Acreanos (Acre, acima) e Pânico Vaginal (São Paulo, abaixo) estão na Mostra Aldir Blanc na SP Escola de Teatro – Fotos: Mag Araújo e Marcelle Cerutti/Divulgação

Mostra Aldir Blanc na SP
A primeira Mostra Aldir Blanc na SP Escola de Teatro conta com a participação de 12 espetáculos das 5 regiões brasileiras, produzidos por artistas e coletivos contemplados ou beneficiados pela Lei Aldir Blanc. Os 12 espetáculos trazem representantes do Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sul e Sudeste. Os espetáculos convidados são: Elas – Coletivo Caracóis (SP); Turmalina 18-50 – Cia Cerne (RJ); Afluentes Acreanas – Associação Teatro Candeeiro (AC); Disque Q para Queer – Teatro da Margem (RN); Exóticos – de Túlio Paniago (MT); Diálogos – de Bruno Narchi (SP); Pink Star – Cia de Teatro Os Satyros (SP); O Inferno É um Espelho da Borda Laranja – de Wander B. (SP); Pânico Vaginal – Romã Atômica- Lara Duarte (SP); Tormento – Clotilde Produções (SP); Sinhá Não Dorme – de Roberta Valente (RJ); e Psicose 4:48 – Cia Stavis-Damaceno (PR).

Mostra Aldir Blanc na SP Escola de Teatro
Onde: Sympla – SP Escola de Teatro Digital
https://www.sympla.com.br/produtor/spescoladeteatrodigital

Quando: 4 a 28 de maio, de terça a sexta, sempre às 20h (horário de Brasília) – Exceto espetáculo ELAS, apresentado às 21h.

Unidade Brás da SP Escola de Teatro. Foto: André Stefano

SP Escola de Teatro
Inaugurada na cidade de São Paulo em 2010, a SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco propõe novos desafios para o ensino das Artes Cênicas no Brasil. Com um modelo pedagógico ousado, o espaço toma como prismas da formação as sensibilidades e as potencialidades artísticas, humanas, críticas e cidadãs. A instituição é ligada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerida pela Adaap – Associação dos Artistas Amigos da Praça, uma Organização Social de Cultura, sem fins lucrativos, formada por integrantes dos principais grupos de teatro da cidade de São Paulo.

 




Posts Archives

Comunicadores convidados dialogam com 12 peças da Mostra Aldir Blanc na SP

Posted on

Mostra Aldir Blanc na SP Escola de Teatro tem Diálogos com Comunicadores nas Redes: no alto: Cláudio Martins (A Broadway É Aqui), Leandro Fazolla (Cadernos Cênicos), Celso Faria (E-Urbanidade), Luiz Vieira (Responder Fazendo); no meio: Cíntia Duque (Eu no Teatro), Marcio Tito (Deus Ateu), Viviane Pistache (Geledés e Carta Capital), Natália Beukers (Infoteatro e Vogue); abaixo: Fernando Pivotto (Tudo Menos uma Crítica), Miguel Arcanjo Prado (Blog do Arcanjo), Luiza Camargo e Rodrigo Barros (SP Escola de Teatro) - Fotos: Divulgação

A Mostra Aldir Blanc na SP Escola de Teatro acontece de 4 a 28 de maio com 12 peças das cinco regiões brasileiras com…

Read more