Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
EN | ES

Mariana Ferraz, estudante de atuação da SP, publica livro de poesias pela Editora Urutau

Mariana Ferraz, estudante do curso de atuação da SP Escola de Teatro, lançou nos últimos dias o livro tantos estados da água, pela editora Urutau.

Além de atuar e escrever, a jovem também é historiadora e pesquisadora, mestre em História pela USP e especialista em Arte como Interpretação do Brasil pela FESPSP, além de estudar voz e canto popular há mais de dez anos.Segundo Mariana, a palavra sempre esteve presente em todos os âmbitos de sua vida: “Em minha atuação no teatro, em meus estudos de voz, em meus trabalhos acadêmicos: todos os meus processos criativos, artísticos ou não, sempre envolveram a palavra. Minha forma de lutar, sobreviver e transcender neste ‘tempo que nos toca viver’, como diz a dramaturga Cláudia Schapira, sempre se deu por meio das letras: a palavra, para mim, é energia simultânea de comunhão, vértebra, miragem e gozo”.

SP Escola de Teatro promove oficina Um Beckett Colaborativo, com professores poloneses da Universidade de Gdańsk

Ela comenta que os 60 poemas que compõem as quatro partes da obra foram escritos principalmente ao longo de 2021 e partem de uma espécie de “mapeamento semântico” sobre a temática da água, apresenta um percurso narrativo de transformações e correntezas que, de acordo com a autora, exalta principalmente a instância de mutabilidade inerente ao referido elemento:

“Tenho uma relação bastante profunda com a água, sobretudo quanto a sua natureza de estado portadora de um potencial constante de transformação: carrego o mar em meu nome e tendo à experimentar muitos de meus processos de forma análoga aos tais tantos estados da água que intitulam o livro — num instante sólida, num rompante líquida, vezes gasosa/gozosa, vezes sublime –. Entre trabalhos acadêmicos e projetos artísticos, comecei a perceber certa urgência de versar sobre a água que se sobrepunha inclusive ao próprio desejo de fazê-lo: quando me dei conta, tinha um montante de textos que clamavam pela tempestade coletiva e pela revelação do aguaceiro”.

Láercio Motta, artista egresso da SP, estreia espetáculo que fecha ciclo de pensamentos e estudos feitos por Antunes Filho

Mariana revela, também, o fato do livro ser um uma celebração à importância das mulheres nas artes em geral: “Fomos relegadas, violentadas e silenciadas durante séculos, obliteradas por uma estrutura capitalista e patriarcal que segue nos tolhendo e sufocando em múltiplos aspectos, e se hoje muitas de nós podemos ocupar espaços públicos, estar nos palcos e publicar livros, é sobretudo graças à rebeldia e à insurgência de nossas ancestrais. Muito foi feito por nós e nós também temos feito muito, é verdade, mas ainda existem inúmeros grilhões a serem rompidos: devemos seguir em movimento, reverenciando as que vieram antes e lutando por aquelas que ainda virão”.

tantos estados da água está à venda no site da Editora Urutau AQUI




Posts Archives

Mariana Ferraz, estudante de atuação da SP, publica livro de poesias pela Editora Urutau

Posted on

Mariana Ferraz, estudante do curso de atuação da SP Escola de Teatro, lançou nos últimos dias o livro tantos estados da água, pela editora…

Read more

Na semana internacional da língua portuguesa, confira 10 clássicos escritos no idioma que viraram peças de teatro!

Posted on

Nesta semana, a língua portuguesa é celebrada internacionalmente, diante disso, a equipe de comunicação da SP Escola de Teatro preparou uma lista exclusiva de…

Read more

Espetáculo Riobaldo, adaptação de Grande Sertão: Veredas, obra-prima de João Guimarães Rosa, estreia em São Paulo

Posted on

O espetáculo Riobaldo, uma adaptação de Grande Sertão: Veredas -romance considerado a obra-prima do escritor mineiro João Guimarães Rosa (1908-1967)- iniciou temporada no Teatro…

Read more

São Caetano do Sul recebe inscrições até 31/12 para artistas de rua contemplados em edital municipal

Posted on

A Prefeitura Municipal de São Caetano do Sul/SP está recebendo inscrições de artistas para a Lei do Artista de Rua (LEI Nº 5.578) até…

Read more

Paulina Chiziane, escritora moçambicana, vence a 33.ª edição do Prêmio Camões de Literatura

Posted on

A escritora moçambicana Paulina Chiziane, de 66 anos, venceu a 33.ª edição do Prêmio Camões, o mais importante prêmio literário da língua portuguesa do…

Read more

Centenário Paulo Freire: Educação como prática da liberdade, por Ueliton Alves

Posted on

Para homenagear o centenário do patrono da educação e um dos pilares de sustentação da pedagogia da SP Escola de Teatro, o bibliotecário da…

Read more

Centenário Jacó Guinsburg: grande expoente da crítica teatral e do campo editorial brasileiro

Posted on

Nesta última semana comemorou-se o centenário do mais importante especialista em teatro russo e língua iídíche do Brasil, Jacó Guinsburg. Uma verdadeira personalidade do…

Read more

Marcio Aquiles une nefelibatas e lotófagos em seu décimo livro

Posted on

Marcio Aquiles, escritor, curador, crítico literário e teatral e coordenador de projetos internacionais da SP Escola de Teatro, lança hoje (30) seu décimo livro,…

Read more

Semana de Arte Moderna de 1922 completa 99 anos e comemorações do centenário começam

Posted on

Nesta quinta-feira, 11, é celebrado o aniversário de 99 anos da Semana de Arte Moderna de 1922. O evento mudou a história da cultura…

Read more

Uso do silêncio na Literatura é tema de mesa de discussão neste sábado (23), na sede Roosevelt

Posted on

No próximo sábado (23), a SP Escola de Teatro realiza a mesa de debate “Silêncio e Ritual na Literatura”, com a presença das professoras Adília…

Read more