Peça sobre ditadura militar é apresentada na SP Escola de Teatro neste fim de semana

Publicado em: 11/09/2018

Foto: Divulgação

Em “A Iminência da Morte das Plantas pelos Canhões de Guerra”, a atmosfera de medo que tomava a cidade de São Paulo durante a ditadura militar dá espaço para um sentimento mais positivo: o clima de resistência que também marcou a época.

Com quatro apresentações na sede Roosevelt da SP Escola de Teatro entre 14 e 17 de setembro, o espetáculo da Cia. Seiva Bruta revisita o avanço da repressão militar durante 1968, ano que culminou com o AI-5. As sessões acontecem às 21h na sexta, sábado e segunda; e às 19h no domingo. Os ingressos custam R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada).

A peça, primeira montagem do grupo criado no Departamento de Artes Cênicas da Universidade de São Paulo (USP), é resultado de pesquisas histórico-sociais sobre o período que antecedeu a instauração do decreto, emitido em dezembro daquele ano, que deu permissão para o governo federal intervir nos estados e municípios em nome da “segurança nacional”, institucionalizou a tortura e instaurou a censura à imprensa e à cultura.

Em cena, um trio de estudantes que se esconde em um apartamento narra as revoluções de costumes e as lutas do movimento estudantil da época, buscando em peças de teatro uma maneira de entender a realidade política nacional do período.

Foto: Divulgação

Os personagens acompanham a histórica Batalha da Maria Antônia, em que universitários de direita e esquerda se enfrentam na região central da cidade, e o congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE), no interior do estado. Também veem a morte do estudante Edson Luís – assassinado por policiais militares enquanto jantava com colegas em um restaurante no Rio de Janeiro.

Dirigida por Victor Walles, que assina a dramaturgia ao lado de Maíra do Nascimento, a montagem buscou inspiração e referências no filme “Os Sonhadores”, do italiano Bernardo Bertolucci, e no livro “1968 – O Ano que não Terminou”, do jornalista Zuenir Ventura. No elenco estão Camila Móra, Fernando Moraes e Henrique de Paula.




Relacionadas:

Notícias | 20/ 09/ 2018

Mortes escritas por Shakespeare são encenadas em ‘E, com um beijo…Eu morro’

SAIBA MAIS

Notícias | 19/ 09/ 2018

Em cartaz na sede Roosevelt, peça homenageia mulheres ignoradas pela sociedade

SAIBA MAIS

Notícias | 18/ 09/ 2018

Professor da Uniarts de Zurique ministra curso de voz na SP Escola de Teatro

SAIBA MAIS

O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign