Violentados da Pátria: Pé na Estrada

Publicado em: 23/05/2012

Por Ana Carolina Marinho (aprendiz de Atuação da SP Escola de Teatro)

Durante o Módulo Amarelo de 2011 da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, o Núcleo 01 desenvolveu o Experimento “Violentados da Pátria”, a partir do contato com o livro “Viva o Povo Brasileiro”, de João Ubaldo Ribeiro. Motivados pelo desejo de ampliar o processo investigativo e criativo, os artistas-aprendizes do Núcleo 1 resolveram levar adiante a pesquisa. “Violentados da Pátria” conta, em cena, com um bando de negros guerreiros cegos, bastardos de uma nação e frutos do estupro da pátria com a terra, que são obrigados a se voluntariar para uma guerra que não é deles e de lutar por um chão do qual nunca serão donos. São mulheres e homens que jamais serão lembrados pela História, ainda que sejam eles quem a construiu.

Na cena, dois planos temporais: o passado, representado pelo conflito Brasil x Paraguai, e o presente, com suas guerras simbólicas, na forma de xenofobia, homofobia, violência contra a mulher e o racismo. O coro de soldados conta a narrativa, ora como agente ora como vítima dessas guerras.

A Guerra do Paraguai abre espaço para as guerras individuais que cada personagem trava em busca de pertencimento, de sobrevivência, de se compreender cidadão. Aqui, os inimigos não são os outros, mas o próprio sujeito; em nenhum momento aparece o exército inimigo, animais ofensivos ou doenças, mas a todo o momento o bando se massacra, se implode. Enquanto aqueles personagens não se compreenderem como corpo social, eles permanecerão na barbárie.

Agora, a cena participará da 13ª edição do Festival de Cenas Curtas do Galpão Cine Horto, no dia 3 de junho, em Belo Horizonte. Mas, antes disso, o Núcleo fará uma abertura de sala na SP Escola de Teatro, na sede do Brás, nesta sexta-feira (dia 25), às 13h30 e às 14h. A cena dura 15 minutos e o Núcleo deseja que a apresentação possa potencializar a discussão sobre o experimento, antes da viagem para Minas Gerais. Na ocasião, também, o Núcleo vai “passar o chapéu” para levantar fundos para a empreitada, afinal, serão 16 integrantes que farão parte da viagem!

Serviço
“Violentados da Pátria”
Quando: Sexta-feira (25/05), às 13h30 e às 14h
Onde: SP Escola de Teatro
Avenida Rangel Pestana, 2.401 – Brás
Tel.: (11) 2292-7988
Entrada Franca