Uma Nova Geração de Diretores

Publicado em: 06/10/2011

Coordenar o trabalho de atores e outras pessoas envolvidas na realização de uma produção artística é o trabalho de um diretor. Para preparar profissionais capazes de exercer esta função, a SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco abre, na segunda-feira (10), inscrições para 11 vagas, divididas entre os períodos matutino e vespertino, de um curso gratuito, com duração de dois anos e com aulas de terça a sábado. 

 

O corpo docente do curso, que tem o diretor teatral e dramaturgo Rodolfo García Vázquez como coordenador, conta com Ivan Delmanto, Brian Penido Ross, dentre vários outros, que são convidados ao longo do semestre para ministrar componentes específicos.

 

Rodolfo é formado em Administração de Empresas e pós-graduado em Sociologia da Arte pela Universidade de São Paulo (USP). Depois do início de sua carreira teatral na Escola de Teatro Macunaíma, funda, em 1989, a Cia. de Teatro Os Satyros, ao lado de Ivam Cabral, diretor executivo da SP Escola de Teatro. Desde então, Vázquez participou de alguns dos principais festivais de teatro da Europa, como o Teatro de Kiev, onde encenou “A Filosofia na Alcova”, primeiro espetáculo estrangeiro a se apresentar na Ucrânia após a dissolução da União Soviética.

 

Indicado a vários prêmios nas categorias de Melhor Diretor e Autor, Rodolfo foi encenador da peça “Roberto Zucco”, que já figurou entre os cinco melhores espetáculos da cidade, de acordo com o Guia da Folha de S. Paulo, e recebeu os prêmios de melhor direção da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA 2010) e na 23ª edição do Prêmio Shell de Teatro. O encenador também recebeu o prêmio Shell, em 2005, por “A Vida na Praça Roosevelt”, que também levou o Prêmio Qualidade Brasil. “Quinhentas Vozes”, “Antígona”, “Os 120 Dias de Sodoma” e ”Inocência” são algumas outras peças dirigidas por ele e indicadas a diversos prêmios.

 

O Curso

Formar diretores dotados de visão crítica e ampla sobre a sociedade e o fazer teatral é uma das propostas do curso, que, entre atividades práticas e formação teórica, coloca em discussão as possibilidades de linguagens e suportes diversos, como intervenções urbanas, formas animadas, palco italiano e teatro de rua.  

 

Concluída a formação, o profissional adquire um amplo leque de possibilidades; ele poderá exercer funções de diretor de espetáculo, diretor de elenco, assistente de direção e preparador de atores, atuando não só em coletivos, grupos e projetos para teatro como em cinema, circo, televisão e publicidade, além de poder ministrar aulas. 

 

Para concorrer a uma vaga no curso de Direção, é preciso ter mais de 18 anos, Ensino Médio completo e, pelo menos, cinco anos dedicados ao fazer teatral. Independentemente da personalidade do aprendiz, criatividade, persistência, atitude propositiva, capacidade de organização de pessoas, de materiais e de articular diversos elementos de forma estética são atributos indispensáveis para os futuros diretores.

 

O Processo Seletivo é composto por mais de uma etapa. Na primeira, aplica-se uma prova escrita e eliminatória. As fases seguintes incluem apresentação de uma microcena – a partir de informações fornecidas pela Escola – e processo de imersão. 

 

Você se interessou pelo curso de Direção? Tem os pré-requisitos necessários? Então, não perca esta chance! Leia aqui o Edital e, a partir de segunda-feira (10), inscreva-se e prepare-se para adentrar o universo da SP Escola de Teatro.

 

 

Texto: Felipe Del