SP Escola de Teatro oferece vaga de intercâmbio para Cabo Verde

Publicado em: 26/05/2014

O Programa Kairós da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está oferecendo uma vaga de intercâmbio internacional para Cabo Verde, destinada a aprendizes atuais ou egressos da Escola, preferencialmente do curso de Sonoplastia.

 

O objetivo do intercâmbio será uma pesquisa na área de sonoplastia, mais especificamente, um mapeamento sonoro no pequeno país insular africano. O intercambista se debruçará sobre as diversas sonoridades cabo-verdianas, tais como: música, musicalidade da língua, sonoridade dos lugares, etc.

 

A oportunidade, concedida com apoio da Associação Artística e Cultural de Mindelo (Mindelact), colocará o contemplado em contato com ações de formação na área da sonoplastia, contando com o aporte artístico e pedagógico da SP Escola de Teatro. O período do intercâmbio será de 1 de agosto a 15 de outubro de 2014.

 

Cabo Verde é um país insular africano e arquipélago composto por 10 ilhas

 

As condições para aprendizes regulares se inscreverem são: estar matriculado e ter cursado no mínimo um módulo. Já aprendizes egressos que se interessarem pela vaga devem ter cursado os quatro módulos.

 

As inscrições para participar do processo seletivo devem ser feitas pessoalmente com o Programa Kairós, na Sede Brás da Escola, até o dia 15 de junho, das 9h às 18h, com exceção dos sábados, domingos e feriados, mediante a entrega da ficha de inscrição devidamente preenchida, com letra legível (disponível no blog do Programa Kairós).

 

O candidato também deverá levar uma carta de intenção que deixe claro o interesse pelo intercâmbio, suas expectativas de aprendizagem e aperfeiçoamento artístico, e apresentar uma proposta de pesquisa e de oficinas. Assim, o candidato deverá esboçar uma estrutura de pesquisa sonora a ser desenvolvida no país de acolhimento, tendo em consideração os recursos disponíveis no país. Deverá também indicar, tendo em conta as suas competências na área, que ações de formação poderia desenvolver com jovens artistas cabo-verdianos e os impactos artísticos e sociais de suas proposições.

 

Os critérios de seleção levarão em conta, além das exigências em relação aos módulos cursados e da carta de intenção e da proposta de pesquisa, os seguintes fatores: não possuir avaliações ressalvadas ao longo dos seus estudos no curso; não ter abandonado e nem cancelado a matricula no seu Curso Regular; e cumprir as seguintes fases:

 

1ª Fase: Inscrição no Programa de Intercâmbio – Cabo-Verde, entrega da ficha de inscrição e dos documentos elencados acima. 

2ª Fase: Entrevista presencial com a Comissão de Avaliação de Intercâmbio da SP Escola de Teatro. Nesta fase, a comissão avaliará a disponibilidade do candidato, interesse pelas possibilidades culturais, artísticas e formativas previstas no intercâmbio e as condições físicas e estruturais para participar do processo. A comissão também poderá requer documentos complementares a qualquer tempo.

3ª Fase: Avaliação das fases anteriores pela Comissão de Avaliação de Intercâmbio de Cabo-Verde, de acordo com os pareceres enviados pela SP Escola de Teatro. Nesta fase, poderão ocorrer entrevistas via Skype.

4ª Fase: Publicação do candidato selecionado e do suplente. Mediante essa informação, o candidato selecionado deverá apresentar toda documentação necessária para a viagem, de acordo com as datas a serem divulgadas pelo Programa Kairós. A não apresentação dessa documentação implicará na sua desclassificação. Neste caso, imediatamente, o suplente será convocado.

 

O Programa de Intercâmbio custeará as seguintes despesas: alimentação; alojamento; passagem aérea (ida e volta), e seguro-viagem. Despesas tais como obtenção de passaporte e visto, deslocamentos internos ou outros gastos serão por conta do beneficiado.

 

O beneficiado, no caso de aprendiz atual, terá o seu Curso Regular estendido para 5 semestres, ou seja, para obter o seu certificado deverá cursar 5 módulos na Escola. Caso o selecionado seja um egresso, este deverá retomar o vínculo com a Escola por meio da inscrição no Módulo Prata.

 

O beneficiado (egresso ou regular) ainda desenvolverá um plano de contrapartida no seu retorno ao Brasil, junto aos cursos e/ou outras ações desenvolvidas pela Escola.

 

Para saber mais sobre Cabo Verde e seu cenário cultural a partir da visão de um artista do país, o diretor do Grupo de Teatro do Centro Cultural Português (Polo Mindelo/Cabo Verde), João Branco, acesse a coluna que ele mantém no portal da Escola.

 

No dia 6 de junho, às 13h30, na sede Brás, o intercambista Ricardo Fidalga também estará disponível para o esclarecimento de eventuais dúvidas e curiosidades sobre Cabo Verde.

Relacionadas:

Notícias | 03/ 11/ 2021

Danilo Dal Lago, artista egresso da SP, estreia peça que contrapõe escritor periférico e mercado editorial

SAIBA MAIS

Notícias | 28/ 10/ 2021

Maria Bonomi inaugura obra no Memorial da América Latina que homenageia vítimas da pandemia

SAIBA MAIS

Uncategorised | 01/ 10/ 2021

Festival Satyricine Bijou anuncia vencedores da mostra competitiva e homenageia a atriz e cineasta Helena Ignez

SAIBA MAIS