SP Escola de Teatro oferece curso com o português Pedro Zegre Penim, do Teatro Praga

Publicado em: 14/10/2014

Estão abertas, até o dia 5 de novembro, as inscrições para o curso gratuito “Processos criativos teatrais: experimentações”, promovido pelo departamento de Extensão Cultural da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, com orientação do ator e diretor português Pedro Zegre Penim, diretor artístico do Teatro Praga.

 

O curso, que acontece de 11 de novembro a 5 de dezembro na Sede Roosevelt da Instituição, com aulas de segunda a sexta-feira, das 19h às 22h, é voltado a atores, dramaturgos, encenadores, performers, artistas em geral.

 

O curso visa a experimentação teórica e prática dos vários momentos do processo criativo teatral, desde o momento inicial de reflexão, discussão e recolha de referências ao culminar da apresentação pública do resultado. O método mais usado será a pesquisa, confronto de ideias e criação coletiva, à semelhança do que acontece nas criações do Teatro Praga: cada um dos intervenientes tomará para si a responsabilidade de todos os atos criativos, pretendendo-se que este envolvimento e dedicação pessoais se reflitam no processo e no resultado.

 

Nas aulas, será explorada a ideia de comunidade artística, e, ao mesmo tempo, a necessidade de encontrar um espaço individual e criar um domínio estético e ético com o intuito de trilhar caminhos teatrais que ultrapassem fronteiras e façam cair mitos. 

 

Os textos utilizados farão parte de um processo que se deseja orgânico, questionando sempre a hierarquização dos vários elementos que formam o todo do espetáculo.

 

Confira outros cursos gratuitos de Extensão Cultural com inscrições abertas.

 

O orientador

É membro fundador e diretor artístico do Teatro Praga (www.teatropraga.com), tendo recebido diversos prémios na área do Teatro.

 

O seu trabalho como encenador e ator estende-se também à escrita, à tradução e à formação, e já foi apresentado por todo o território português bem como em Israel, França, Itália, Reino Unido, Alemanha, Eslováquia, Eslovénia e Hungria.

 

Foi encenador convidado nos Capitals in Discussion (dirigido por Jan Ritsema e Bojana Cvejić), no Centre International de Formation en Arts du Spectacle – Bruxelas (2014) e, recentemente, jurado do reconhecido concurso multidisciplinar Danse Élargie (Théâtre de La Ville, Paris).

 

Com o Teatro Praga destacam-se: “Tear gas” (TDLV, Paris, 2014), “Tropa-Fandanga” (Teatro Nacional D. Maria II / MC93 Paris, 2014), “Sonho de uma noite de verão” (Centro Cultural de Belém, 2010), “Padam Padam” (Projeto Prospero, CCB, 2008) e “Discotheater” (Festival Alkantara, 2006).

 

Fora do Teatro Praga trabalhou com os ingleses Forced Entertainment (Quizoola!, 2014), a companhia belga Tg.STAN (Point Blank, 1998) e com os encenadores Tim Etchells, Ricardo Pais, Nuno Carinhas, José Wallenstein e Antonino Solmer, entre outros.