EN | ES

SP Escola de Teatro abriga 1º Seminário de Educação e Expressões de Gênero

Publicado em: 23/09/2015

A SP Escola de Teatro — Centro de Formação das Artes do Palco recebe o 1º Seminário de Educação e Expressões de Gênero em sua sede na rua Marquês de Itu. Idealizado pela presidente da Associação Centro de Apoio e Inclusão Social de Travestis e Transexuais (Cais), Renata Peron, em parceria com Dimitri Sales, do Instituto Latino Americano de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos (Iladh), o evento ocorre no sábado (26), às 13h. A página do seminário no Facebook já mostra mais de 500 confirmados.

 

O seminário é motivado pela aprovação do Plano Municipal de Educação (PME) pela Câmara após eliminação da palavra “gênero” no texto. A ideia é promover uma discussão ampla sobre a conjuntura atual das lutas sociais, apontando alternativas para assegurar o pleno exercício de cidadania da população LGBT.

 

“É uma resposta ao Estado brasileiro”, diz Renata. “Nós, pessoas T (travestis e homens e mulheres trans), existimos aos montes e o Estado nos negligencia quando retira do PME as questões e expressões de gênero.”

 

É Renata quem abre a programação apresentando o vídeo de “Ferida”, uma paródia de “Comida”, dos Titãs, abordando as reivindicações das travestis, homens e mulheres trans. Ela também apresenta algumas canções de seu CD, como “Erva venenosa” e “Carcará”.

 

Às 13h30, a acadêmica Anna Paula Vencato faz a conferência “Democracia, diferenças e educação: a luta pelos direitos de gênero”, com mediação de Flávia Araújo (Cais) e Dimitri Sales, do Iladh. Anna Paula é pesquisadora associada do Grupo de Pesquisa Quereres – Núcleo de Pesquisa em diferenças, gênero e sexualidade de Universidade Federal de São Carlos.

 

A programação segue às 14h30 com o painel “Arte, educação e sociedade: o lugar da resistência na atualidade”. Mediados por Ângela Lopes, da Prefeitura de São Carlos, e Ivam Cabral, diretor executivo da SP Escola de Teatro, o debate se dará entre três convidados: o escritor João Silvério Trevisan, a cartunista Laerte Coutinho e de Daniel Mori, psiquiatra colaborador do Ambulatório de Transtornos de Identidade de Gênero e Orientação Sexual. O dia se encerra com a apresentação da peça “Drag ou As delicias de ser mulher”, que inicia às 16h30.

 

Serviço
1º Seminário de Educação e Expressões de Gênero

SP Escola de Teatro. Rua Marquês de Itu, 273, Vila Buarque.
Sábado (26/9), 13h.




Relacionadas:

Notícias | 25/ 05/ 2022

Professores poloneses promovem Um Beckett Colaborativo, workshop presencial e gratuito na sede Roosevelt da SP

SAIBA MAIS

Notícias | 25/ 05/ 2022

Programa de fomento Pontos de Cultura oferece até 15 mil reais para coletivos culturais; saiba mais!

SAIBA MAIS

Notícias | 25/ 05/ 2022

Espetáculo musical Azáfama; Substantivo Feminino estreia dia 14 de junho na unidade Roosevelt da SP

SAIBA MAIS