Revitalização a Favor da Sustentabilidade

Publicado em: 29/04/2011

Todos os bebedouros originais de 1913, instalados nos corredores do prédio que abriga provisoriamente a SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes, foram revitalizados e receberam um selo de aprovação com nota 10 da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb).

 
Agora, a Escola vai abolir o uso de filtros com garrafões de água, outro passo para estabelecer um espaço saudável e estimular a cidadania e da sustentabilidade e, de quebra, trabalhar a noção de pertencimento, valorização e apropriação do espaço.
 
Ricardo Pettine, gerente de produção da Escola, que acompanhou os técnicos da Cetesb, ao lado da aprendiz de Dramaturgia Maria Shu, explica que, além da economia na compra de galões de água, a ação promove maior integração dos frequentadores da Escola com o espaço.
 
“Aquelas torneiras estavam obsoletas. Era normal ver pessoas tentando utilizar aquele bebedouro em vão. E, agora, que todas as torneiras foram consertadas e a água recebeu aprovação da  Cetesb, conseguiremos diminuir nosso gasto com a energia e compra de galões de água e incentivar os frequentadores da Escola a zelar mais ainda por esse espaço”, revela.
 
Presentear o prédio que ilumina, com raios de sol coloridos por vitrais, o nascimento de tantos e tão plurais artistas e é espaço de experimentação, transmissão, suor e imersão, sempre foi o papel da SP Escola de Teatro que, desde sua chegada, em 2008, realiza a revitalização das salas de aulas e outros espaços dessa antiga Escola Normal do Brás, tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat), em 1988.
 
Porém, marcar sua passagem e nascimento nesse prédio e deixar uma herança, mesmo que simbólica, para os futuros estudantes do espaço, não é o único objetivo dessa ação que, reunida a muitas outras, como a não-utilização de copos plásticos, o uso responsável de papéis, a economia de água e a coleta seletiva, faz com que a Instituição caminhe em busca de se constituir em uma Escola Verde, que forma artistas conscientes de seu papel na sociedade e para com o meio-ambiente.
 
E você? O que pode fazer para melhorar a vida de todos e estimular ações pela qualidade de vida? Pense nisso, faça sua parte e junte-se a SP Escola de Teatro por um mundo melhor e mais sustentável.