Remexendo no Baú da Escola

Publicado em: 01/08/2011

Tanta coisa aconteceu no ano passado aqui, na SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, que achamos que valia a pena relembrar. Desta forma, aproveitamos o recesso das aulas para um singelo balanço. Assim, durante essa semana, publicaremos, diariamente, uma matéria sobre acontecimentos marcantes de 2010.

 

Durante o primeiro Território Cultural organizado pela Escola, aprendizes ingressantes plantaram azaléias no canteiro lateral do prédio. Só agora, 17 meses depois, as belas flores se mostram ao mundo. Pautado pela filosofia de Escola Verde, esse tema ganha uma matéria especial.

 

Neste mesmo ano, a SP Escola de Teatro lançava, durante o Festival de Teatro de Curitiba, a Enciclopédia Virtual do Teatro Brasileiro, com o objetivo de documentar e mapear a história do teatro brasileiro, bem como resgatar e preservar a memória da cena teatral no País, desde as primeiras experiências de palco até os dias atuais. 

 

Como a Teatropedia estava na época e como está hoje? Quais são os artistas em destaque, após mais de um ano de vida? Nesta semana, você poderá acompanhar e conhecer a história dessa plataforma colaborativa, situada no portal da Escola. 

 

No ano passado, a SP Escola de Teatro também foi protagonista de um momento singular nas artes cênicas, com a amada cachorrinha da Escola, Cacilda. Fazendo jus ao nome que recebeu em homenagem à atriz Cacilda Becker (1921-1969). A mascote fez sua triunfal estreia no teatro, roubando a cena em um exercício cênico proposto pelos aprendizes de Direção.

 

Para fechar a remexida aos baús da Escola, uma matéria sobre o fim do Módulo Verde e início do Módulo Amarelo, em celebração realizada no dia 3 de agosto de 2010, quando os aprendizes saíram às ruas do Brás em busca de novos espaços teatrais, projeto que culminou na ida de dez aprendizes para a República Tcheca, a convite da Quadrienal de Praga.

 

As seções do Portal – Papo de Teatro, Ponto, TeatroCast, Bate-Papo Online e InDica – também foram idealizadas e lançadas nessa mesma época. O que todas elas têm em comum? Trazer informações, curiosidades, debates e opiniões de artistas da sexta arte. Saiba um pouco mais sobre cada uma delas no link.

 

Imagem capa: Rodrigo Meneghello