Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
EN | ES

Performance documental Genderless – Um Corpo Fora da Lei estreia no dia 4 de julho na unidade Roosevelt da SP

Publicado em: 29/06/2022

Na próxima segunda-feira, 4, às 21h, estreia na unidade Roosevelt da SP Escola de Teatro a performance documental GENDERLESS – Um Corpo fora da Lei, protagonizada por Guttervil, com direção de Samira Lochter, dramaturgia de Marcia Zanelatto e direção de arte de Thiago Capella. A peça é inspirada na história real de Norrie May Welby, a primeira pessoa do mundo a ser reconhecida como Genderless, pessoa sem gênero, depois de uma grande batalha judicial na Austrália. Os ingressos podem ser adquiridos via sympla.

Norrie May Welby passou por muitas mudanças até se reconhecer como andrógino, tendo recorrido a justiça de seu país, a Austrália, para defender o direito de ser declarade uma pessoa sem gênero. A história de Norrie marcou e foi revolucionária dentro do universo LGBTQIA+,  tendo contribuído para o fortalecimento da Sex and Gender Education (SAGE), associação que realiza campanhas por direitos de pessoas com diferentes identidades sexuais. Para Guttervil, a performance reflete o que é um corpo não binário dentro de uma sociedade normativa que impõe de que somente existem: masculino e feminino.

Guttervil é um artista agênero, performer e produtor cultural. Idealizador da produtora 2por1, que trabalha com a comunidade LGBTQIA+ desde 2016.

Sinopse

Quem é você? Você se sente fora da lei? A perfomance documental conta a trajetória de Norrie Way Welby, primeiro corpo no mundo a ser reconhecido judicialmente como GENDERLESS.
Durante muito tempo Norrie viveu achando que tinham duas formas somente de ver e ser no mundo: homem e mulher. E viveu as duas, mas não foi ela mesma. Depois de ser reconhecida como GENDERLESS, Norrie luta em seu país para que possa ter o direito de um casamento, já que as normas judiciais mundial diz que corpos Não Binários não tem direito do casamento por não se enquadrar na CIStema de normatividade: HOMEM E MULHER.

GENDERLESS – Um Corpo Fora da Lei

Data: 4 a 25 de julho, segundas, às 21h
Duração: 30 minutos
Classificação: Livre
Ingressos: R$ 20 via Sympla

Ficha técnica

Texto: Marcia Zanellato | Direção: Samira Lochter | Performance: Guttervil | Direção de arte: Thiago Capella | Designer gráfico: Danilo Amaral | Trilha sonora: Henrique Mello | Figurino: Coletivo de Dois | Produção: Linha 3 Produções Culturais e Produtora 2 por 1

 




Relacionadas:

Notícias | 17/ 08/ 2022

Tradutor de Silêncios, peça com textos de Mia Couto, estreia na sede Roosevelt da SP nesta sexta (19)

SAIBA MAIS

Notícias | 17/ 08/ 2022

Marici Salomão e Rodolfo García Vázquez participam de evento promovido pelo CPT do Sesc sobre dramaturgias moduladas pela tecnologia

SAIBA MAIS

Notícias | 17/ 08/ 2022

Fundação das Artes de São Caetano abre inscrições para a Mostra de Cenas Curtas de 2022

SAIBA MAIS