Os indicados do 1º semestre ao Prêmio CPT 2013

Publicado em: 27/08/2013

 

E continua a temporada das indicações para prêmios aos melhores trabalhos teatrais do 1º semestre deste ano. Depois da APCA, do Shell, do Prêmio Aplauso Brasil de Teatro e do Prêmio Questão de Crítica, a  CPT (Cooperativa Paulista de Teatro) divulgou, na semana passada, a lista dos seus indicados do 1º semestre de 2013.

A premiação é conhecida por prestigiar o teatro alternativo e de cunho não-comercial feito na capital paulista e no interior do Estado.

Os indicados são:

Categoria dramaturgia (criação individual ou coletiva em espetáculo apresentado em sala convencional, rua ou espaço não convencional):

“A exceção e a regra”, da Cia. Estável de Teatro

“O errengue da lona preta”, da Trupe Lona Preta

“Coro dos maus alunos”, da Cia. Arthur-Arnaldo

Categoria direção (criação individual ou coletiva em espetáculo apresentado em sala convencional, rua ou espaço não convencional):

“Trylogia: terror e miséria no Novo Mundo”, da Cia. Antropofágica

“São Manuel Bueno, mártir”, do Grupo Sobrevento

“O coro dos maus alunos”, da Cia. Arthur-Arnaldo

Categoria elenco (em espetáculo apresentado em sala convencional, rua ou espaço não convencional):

“Marias da Luz”, da Cia. Teatral As Graças

“A resistível ascensão de Arturo Ui”, do Teatro de Narradores

“Os adultos estão na sala”, da Má Cia. Provoca

Categoria trabalho apresentado em sala convencional:

“O longo caminho que vai de zero a ene”, da Livre Produção Cultural

“Álbum das figurinhas”, da Balangandança

“Buraco no Muro”, do Maracujá Laboratório de Artes

Categoria trabalho apresentado em rua:

“A exceção e a regra”, da Cia Estável de Teatro

“A resistível Ascensão de Arturo Ui”, do Teatro de Narradores

“Ópera do trabalho”, do Buraco d´Oráculo

Categoria trabalho apresentado em espaços não convencionais:

“Morro como um país”, da Kiwi Cia. de Teatro

“Marias da Luz”, da Cia. das Graças

“Trylogia: terror e miséria no Novo Mundo”, da Cia. Antropofágica

Categoria trabalho para plateia infanto-juvenil (apresentado em sala convencional, rua ou espaço não convencional):

“O fantasma do som”, da Banda Mirim

“Coro dos maus alunos”, da Cia. Arthur-Arnaldo

“Cocô de Passarinho”, da Cia. Noz de Teatro, Dança e Animação

Categoria trabalho apresentado no interior e litoral paulista (em sala convencional, rua ou espaço não convencional):

“ÔtÔvinu”, com o palhaço Fusquinha de Porta Aberta, de Sorocaba

“No voo do instante”, do Grupo Trança de Teatro, de Sorocaba

“O velório”, do Grupo Teatro da Neura, de Suzano

Categoria grupo ou companhia revelação (do interior, litoral ou capital do Estado):

Trupe Lona Preta

Cia. de Teatro de Heliópolis

Estudo de Cena

 

Categoria projeto visual (compreendendo a integração orgânica entre os elementos plásticos e visuais do espetáculo e sua realização cênica – iluminação, cenografia, figurino, adereços e maquiagem):

“São Manuel Bueno, mártir”, do Grupo Sobrevento

“Trylogia: terror e miséria no Novo Mundo”, da Cia. Antropofágica

“A resistível ascensão de Arturo Ui”, do Teatro de Narradores

Categoria projeto sonoro (compreendendo a integração orgânica entre os elementos sonoros do espetáculo e sua realização cênica – palavra, canto, trilha original ou adaptada, arranjos e sonoplastia):

“Quem tem medo do escuro”, da Caravana Cia. de Teatro

“O fantasma do som”, da Banda Mirim

“Trylogia: terror e miséria no Novo Mundo”, da Cia. Antropofágica

Categoria ocupação de espaço (compreendendo sala convencional, rua ou espaços não convencionais, no interior, litoral ou capital do Estado):

Teatro do Incêndio

Espaço Cita, da Trupe Artemanha

CDC Jardim Patriarca, da Cia. Dolores e Parlendas

Categoria publicação dedicada ao universo do teatro (suas diversas vertentes, relações e linguagens, em projetos de grupos e companhias teatrais, instituições ou similares):

Bucho Ruminante (revista – Nº 0, ano 2013), da Cia. Antropofágica

Contrapelo (Caderno de Estudos sobre Arte e Política) ano 1, nº 1- 2013, da  Cia. Kiwi

Caderno de Ensaios nº 6, da Cia. dos Narradores

Categoria mostras e festivais:

Baú da Arethuzza (Mostra), da Cia. Os Fofos Encenam

Festcal , da Trupe Artemanha

Mostra 1º de Maio, da Cia. Estável e Cia. Estudo de Cena.

 

 

Texto: Esther Chaya Levenstein