Instituições e festival lamentam morte de Lúcia Camargo

Publicado em: 21/07/2020

Instituições culturais e o Festival de Curitiba, do qual foi curadora, emitiram nota lamentando a morte da jornalista, produtora e gestora cultural Lúcia Camargo. Ela faleceu na segunda-feira (20), aos 76 anos, em São Paulo, em decorrência de um AVC. Lúcia era coordenadora de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro e foi diretora do Theatro Municipal de São Paulo e secretária adjunta de Cultura do Estado.

LEIA TAMBÉM:
>> “Fez e aconteceu”, escrevem filhos em homenagem a Lúcia Camargo
>> Artistas, amigos e autoridades lamentam a morte de Lúcia Camargo

Na Fundação Clóvis Salgado (FCS), que foi presidida por Lúcia Camargo de 2007 a 2009, destacou os projetos dela à frente da instituição. Segundo a nota, sua gestão “foi marcada, entre outros projetos, pela valorização dos concertos, da dança e de grandes exposições, além da Circulação dos Corpos Artísticos (Orquestra Sinfônica, Coral Lírico, Cia de Dança e Orquestra Jovem) por mais de 700 cidades de Minas Gerais”. O texto também cita o trabalho de Lúcia em produções operísticas e na internacionalização da FCS.

Confira outras homenagens:

Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo

View this post on Instagram

Foi com grande pesar que a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo recebeu a notícia do falecimento da jornalista, produtora e gestora cultural Lúcia Maria Glück Camargo, vítima de um AVC. Paranaense, Lúcia Camargo dedicou sua carreira profissional a projetos de formação artística com cargos e passagens por importantes instituições públicas do país. Apaixonada por teatro, Lúcia foi convidada para participar dos mais significativos festivais internacionais. Lúcia Camargo foi secretária-adjunta de Cultura do estado paulista, diretora do Teatro Municipal de São Paulo e do Palácio das Artes de Belo Horizonte, jurada do Prêmio Shell, e, desde 2011, coordenava a Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro.

A post shared by Cultura e Economia Criativa (@culturasp) on

 

Theatro Municipal de São Paulo

Hoje o Theatro Municipal amanheceu mais triste. No dia de ontem (20), a jornalista, produtora e gestora cultural Lúcia…

Posted by Theatro Municipal de São Paulo on Tuesday, July 21, 2020

Festival de Curitiba

View this post on Instagram

Foi com grande tristeza que recebemos a notícia da partida de nossa amiga, parceira e ex-curadora Lúcia Camargo.⠀ A Lúcia foi uma profissional brilhante que contribuiu enormemente com todas as organizações por onde passou.⠀ Trabalhando em instituições públicas e privadas no Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, Lúcia construiu uma rede de relacionamentos que utilizava com sabedoria, sempre em prol da cultura.⠀ Pessoalmente, Lucia sempre foi uma grande amiga e parceira para todos os momentos.⠀ O Festival de Curitiba vai continuar honrando o seu legado de realizações, seguindo o seu exemplo de humildade, dignidade, caráter e poder de realização.⠀ Viva a Lúcia Camargo!!⠀ ⠀ Leandro Knopfholz

A post shared by O Festival para Todos (@festivaldecuritiba) on

Amigos da Arte São Paulo

Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo

View this post on Instagram

A Secretaria Municipal de Cultura lamenta profundamente o falecimento de Lucia Camargo. Jornalista e pedagoga, com especialização em produção audiovisual, Lucia, uma mulher apaixonada pelo universo cultural, atuou em diversos estados brasileiros. Foi secretária de Cultura do governador Jaime Lerner, no Paraná; presidente da Rádio e TV Educativa daquele estado e diretora do teatro Guaíra. Em Minas Gerais, foi presidente da Fundação Clóvis Salgado, responsável pela gestão do Palácio das Artes, em Belo Horizonte. Destacou-se ainda como curadora do Festival de Teatro de Curitiba e do Festival de Teatro de Belo Horizonte. Entre 2001 e 2004, assumiu a direção do Theatro Municipal de São Paulo e preocupou-se, essencialmente, na valorização de seus corpos artísticos e escolas. Em 2011, assumiu a coordenação dos Cursos de Difusão Cultural da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, construindo dessa forma um elo importante entre criadores e pensadores de várias esferas e artistas amadores e profissionais interessados no fazer teatral. Foi quando eu tive a honra e privilégio de trabalhar ao seu lado. Estas são apenas algumas citações para descrever em breves palavras a grandiosidade e generosidade dessa profissional visionária e dedicada às artes. A todos os seus familiares, amigos e admiradores, os nossos sinceros sentimentos. Hugo Possolo Secretário Municipal de Cultura de São Paulo

A post shared by Secretaria de Cultura de SP (@smculturasp) on

 




Relacionadas:

Notícias | 07/ 08/ 2020

SP Escola de Teatro oferece curso online gratuito de produção cultural

SAIBA MAIS

Notícias | 07/ 08/ 2020

Terça Insana faz peça no palco com transmissão digital

SAIBA MAIS

Notícias | 07/ 08/ 2020

Teatro D em SP cria programação de peças entre carros

SAIBA MAIS

 

O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign