Grupo XIX de Teatro comemora 10 anos de Vila Maria Zélia com mostra de repertório

Publicado em: 17/02/2014

Em 2014, o Grupo XIX de Teatro completa 10 anos da parte mais significativa de sua trajetória, marcada por um diálogo intenso com o espaço histórico da cidade de São Paulo. Desde “Hysteria” (2001), primeira peça do coletivo, foram criadas várias montagens que estabeleciam esse diálogo. A partir de 2004, o grupo fixou residência na Vila Operária Maria Zélia, onde desenvolvem até hoje suas pesquisas.

 

Para marcar a década da chegada à Vila Maria Zélia, o grupo vai realizar, até 16 de março, uma mostra cultural com três dos principais espetáculos de seu repertório: “Hygiene”, apresentada aos sábados, às 16h; “Nada aconteceu, tudo acontece, tudo está acontecendo”, aos sábados e domingos, às 18h30; e “Hysteria”, sempre aos domingos, às 16h.

 

As peças serão apresentadas no espaço da companhia, o Armazém XIX, localizado no nº 13 da Rua Mário Costa, na região do Belenzinho, sendo uma delas com ingressos gratuitos.

 

“Hygiene” (2005) aborda a história dos trabalhadores que viviam nos cortiços do Rio de Janeiro no século XIX. O preço do ingresso para suas sessões é R$ 30. Pelo mesmo preço, o público pode assistir a “Hysteria” (2001), montagem que narra a vida a vida de quatro mulheres internadas em um hospício naquele mesmo século.

 

Gratuita, “Nada aconteceu, tudo acontece, tudo está acontecendo”, trabalho de 2013, é uma livre releitura de “Vestido de noiva”, de Nelson Rodrigues. 

 

Saiba mais no site oficial do Grupo XIX. 

 

 

Serviço

Mostra de repertório do Grupo XIX de Teatro

Quando: Sábados e domingos, às 16h e 18h30 (até 16 de março)

Onde: Armazém XIX — Vila Maria Zélia

Rua Mário Costa, 13 – entre as ruas Cachoeira e dos Prazeres – Vila Maria Zélia

Tel.: (11) 2081-4647

Ingresso: “Hygiene” e “Hysteria”: R$ 30

“Nada aconteceu, tudo acontece, tudo está acontecendo”: Grátis

 

 

Texto: Felipe Del