Ex-aprendiz da SP Escola de Teatro brilha na 1ª série brasileira do AXN

Publicado em: 16/09/2015

Bruno Motta

 

Depois de terminar o Curso Regular de Atuação, o paulistano Felipe Frazão assistiu a sua carreira deslanchar. Aprendiz da primeira turma formada pela SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, ele atuou em várias peças de teatro – algumas dirigidas por Marcelo Valle e Cesar Augusto, ambos da Cia. dos Atores –, em filmes nacionais e em uma série para a TV por assinatura.

 

Alguns meses depois de se formar, Frazão se mudou para o Rio de Janeiro para morar com um amigo. “As pessoas ficam incrédulas quando sabem que fui morar no Rio, mas tenho vontade de voltar a fazer teatro em São Paulo. Lá tem espetáculos rolando em toda a cidade. Além disso, toda a minha família está lá”, comenta.

 

A SP Escola de Teatro deixou boas lembranças e muitas referências para o ex-aprendiz. “Ela reverberou em minha vida e ampliou demais meu escopo teórico e prático. Tive aulas com gente muito incrível; participei de uma oficina com o [grupo dinamarquês] Odin e ainda ganhei a Bolsa-Oportunidade do Programa Kairós no último semestre de curso”, explica.

 

O ator tem a sua estreia na televisão em “Santo Forte”, o primeiro seriado brasileiro do canal AXN. Com direção de João Machado, Calixto Hakim e Roberto D’Àvila, a produção narra o drama de um taxista (Vinícius Oliveira, do longa “Central do Brasil”) que tem visões sobrenaturais sobre a vida de seus passageiros. Ele não tem opção, senão ajudá-los a resolver seus problemas.

 

“Interpreto o Waldisney, um massagista que é casado com uma mulher, tem um namorado e outros ficantes. Ele é bissexual e adepto do poliamor”, comenta. O paulistano entra em cena no terceiro episódio da série, que vai ao ar no dia 13 de setembro, mas aparece esporadicamente até o oitavo capítulo.

 

Segundo Frazão, atuar na televisão é tão diferente dos palcos que até parece outra profissão. “Uma das coisas do teatro é a repetição. Você descobre outras cenas, vai construindo o personagem durante a temporada… Na televisão, o esquema de ensaio é diferente, é tudo muito mais rápido. Eu adorei a experiência. As duas coisas se complementam para mim”, esclarece.

 

Logo depois que terminou de gravar o seriado, o ex-aprendiz foi convidado a participar do longa nacional “O Diabo Mora Aqui” (2015), de Rodrigo Gasparini e Dante Vescio. Em uma atmosfera de terror, o filme conta a história de quatro jovens que vão passar o final de semana em uma fazenda amaldiçoada.

 

“Faço o Luciano, um dos membros da família que é responsável por guardar a maldição para que nada de mal aconteça”, conta. O filme estreia em outubro, em um festival na Espanha, e tem previsão para entrar no circuito nacional no primeiro semestre de 2016.




Relacionadas:

Notícias | 20/ 10/ 2021

SP Escola de Teatro convoca refugiados para vagas exclusivas no curso técnico

SAIBA MAIS

Notícias | 20/ 10/ 2021

Paulina Chiziane, escritora moçambicana, vence a 33.ª edição do Prêmio Camões de Literatura

SAIBA MAIS

Notícias | 20/ 10/ 2021

Série Grandes Atrizes: Fernanda Montenegro

SAIBA MAIS