Dramaturgos Brasileiros

Publicado em: 21/07/2000

 

Osvald de Andrade

 

Biografia Teatropédia

 

Maria Augusta Fonseca. “Oswald de Andrade – Biografia”. Ed.Globo, 2004.

 

Sábato Magaldi  “Teatro de Ruptura – O Teatro de Oswald de Andrade.” . Ed. Global, 2004.

 

“O Homem e o Cavalo” – 1934  Ed. Globo. 

Ensaio sobre as relações entre “O Homem e o Cavalo” e o “Mistério Bufo” de Maiakóvski.

 

“A Morta” – 1937 Ed. Globo.

Ensaio de Ildeber Vasconcelos Avelar: “A Emergência de Uma Mímeses Paradoxal no Teatro Brasileiro”.

 

“O Rei da Vela” –  1937. Ed. Globo.

“O Rei da Vela”  Teatropédia.

Primeira encenação em 1967 – José Celso Martinez Correa – Oficina.

Ensaio de Luciana dos Santos: “Antropofagia e Intertextualidade em Oswald de Andrade”.

 

Artigo de Eduardo de Assis Duarte.“A Antropofagia Encontra o Marxismo: Notas a Propósito de O Rei da Vela, de Oswald de Andrade. 20003. 9 f.Tese (Mestrado) – Departamento de Pesquisa, Ufrg, São Paulo, 2000.

 

 

Nelson Rodrigues

 

Biografia Teatropédia 

 

“Sobre Nelson e sua Obra” Claudio Melo e Souza (org.) Arquivinho Nelson Rodrigues. Bem-Te-Vi Produções Literárias, 2008.

 

Sábato Magaldi. “Nelson Rodrigues: Dramaturgia e Encenações”. Ed. Perspectiva.

 

“Teatro da Obsessão” Nelson Rodrigues”. Ed. Global.

 

Ruy Castro. “O Anjo Pornográfico – A Vida de Nelson Rodrigues”. Cia das Letras.

 

Victor Hugo Adler Pereira “A Musa Carrancuda”. Fundação Getúlio Vargas Editora,1998.

 

Adriana Facina “Santos e Canalhas – Uma Análise Antropológica da obra de Nelson Rodrigues”. Civilização Brasileira, 2004.

 

Revista Folhetim, 2010/2011. Especial Nelson Rodrigues.

 

“A Esfinge Investigada”. Organização Aimar Labaki/Antonio Edson Cadengue. Fundação de Cultura Cidade do Recife, 2006.

 

 

“Teatro Completo”. Organização e Introdução de Sábato Magaldi. Ed.Nova Fronteira.

“Teatro Completo”. Ed. Nova Aguilar.

 

A Mulher Sem Pecado – Direção: Rodolfo Mayer – 1941

 

Vestido de Noiva – Direção: Ziembinski – 1943

 

 Álbum de Família – Direção: Kleber Santos – 1946

 

 Anjo Negro – Direção: Ziembinski – 1947-

 

Senhora dos Afogados – Direção: Bibi Ferreira – 1947

 

Dorotéia – Direção: Ziembinski – 1949

 

 Valsa nº.6 – Direção: Henriette Morineau – 1951

 

A Falecida – Direção: José Maria Monteiro  -1953

 

 Perdoa-me por me Traíres – Direção: Léo Jusi. – 1957

 

Viúva, Porém Honesta – Direção: Willy Keller – 1957

 

Os Sete Gatinhos – Direção: Willy Keller – 1958

 

 Boca de Ouro – Direção: José Renato – 1959

 

Beijo no Asfalto – Direção: Fernando Torres – 1960

 

Bonitinha, Mas Ordinária – Direção Martim Gonçalves – 1962

 

Toda Nudez Será Castigada – Direção: Ziembinski – 1965

 

Anti-Nelson Rodrigues – Direção: Paulo César Pereio – 1973

 

A Serpente – Direção: Marcos Flaksman – 1978

 

Romances

 

Meu Destino É Pecar – 1944

 

 Escravas do Amor – 1944

 

Minha Vida – 1944

 

Núpcias de Fogo – 1948

 

 A Mulher que Amou Demais – 1949

 

O Homem Proibido – 1951

 

 A Mentira – 1953

 

Asfalto Selvagem ou Engraçadinha – 1959

 

 O Casamento – 1966

 

Contos

 

Cem Contos Escolhidos – A Vida Como Ela É… – 1972

 

Elas Gostam de Apanhar – 1974

 

O Homem Fiel e Outros Contos – 1992

 

 A Dama do Lotação – 1992

 

 A Coroa de Orquídeas – 1992

 

Crônicas

 

Memórias de Nelson Rodrigues – 1967

 

O Óbvio Ululante: Primeiras Confissões – 1968

 

A Cabra Vadia – 1970

 

O Reacionário: Memórias e Confissões – 1977

 

Fla-Flu…e as Multidões Despertaram – 1987

 

O Remador de Ben-Hur – 1992

 

A Cabra Vadia – Novas Confissões – 1992

 

A Pátria sem Chuteiras – Novas Crônicas de Futebol – 1992

 

A Menina sem Estrela – Memórias – 1992

 

À Sombra das Chuteiras Imortais – Crônicas de Futebol – 1992

 

A Mulher do Próximo – 1992

 

Nélson Rodrigues, o Profeta Tricolor – 2002

 

O Berro Impresso nas Manchetes – 2007

 

 

Millor Fernandez

 

Biografia Teatropédia

 

Cadernos de Literatura Brasileira – Millôr Fernandes . Instituto Moreira Salles, 2003.“O Teatro de Millôr Fernandes”. 12 volumes. L&PM. 

 

“Do Tamanho de Um Defunto”
 – 1950

 

“Uma Mulher em Três Atos”
 – 1951

 

Pigmaleoa  – 1955

 

“Bonito Como um Deus”
 – 1958

 

Um Elefante no Caos – 1959

 

“Pif-Tac-Zig-Pong”
 – 1960

 

“Flávia, Cabeça, Tronco e Membros”
 – 1963

 

Liberdade, Liberdade” (com Flávio Rangel) – 1965

 

O Homem do Princípio ao Fim” – 1965

 

“A Viúva Imortal
” – 1967

 

“Momento 68 – Show Rhodia
” – 1968

 

Do Fundo do Azul do Mundo” – Show (interpretado pelo autor, Elizeth Cardoso e Zimbo Trio) – 1968.

 

“Mulher, Esse Super-Homem” – Show Rhodia – 1969
.

 

Computa, Computador, Computa” – 1970

 

É” – 1976

 

A História é Uma Istória” – 1977

 

“Duas Tábuas e Uma Paixão”
 – 1978

 

“Bons Tempos, Hein?” – Show (para o MPB4)
 – 1979

 

Os Órfãos de Jânio” – 1980

 

“O MPB4 e o Dr. Sobral Vão em Busca do Mal” – Show
 – 1983

 

“De Repente” (Texto para musical de Arthur Moreira Lima)
 – 1984

 

“Kaos” 2009 –  1995

 

“A Viúva Imortal”. L&PM Pocket. – 1996

 

 

Silveira Sampaio

 

Biografia Teatropédia 

 

“Trilogia do Herói Grotesco”. Civilização Brasileira, 1961.

Incluindo:

“A Inconveniência de Ser Esposa” – 1961

“Da Necessidade de Ser Polígamo” – 1961

“A Garçoniére de Meu Marido” – 1961

 

“Futebol em Família” (com Arnaldo Faro) , comédia satírica em 3 atos, Autor juntamente com Arnaldo Faro, ganhadora do concurso do Jornal do Brasil , 1931.

 

“A Vida Imita a Arte” – 1948

 

 “Um Homem Magro entra em Cena” – 1948

 

“Paz entre os Bichos de Boa Vontade” – 1949 

 

“O Impacto” – 1950

 

“Só o Faraó tem Alma” – 1950

 

“Flagrantes do Rio n.º 1” – 1951

 

“Triângulo Escaleno” – 1951

 

“Deu Freud Contra” – 1952

 

“Flagrantes do Rio, n.º 2” – 1952

 

“O País dos Cadillacs” – 1953

 

“O Diabo em Quatro Corpos” – 1953

 

“O Cavalheiro sem Camélias” – 1953

 

“S. Exa. Em 26 poses” – 1954

 

“Reginaldo, O Costureiro” – 1954

 

 

Jorge Andrade

 

Biografia Teatropédia

 

“Labirinto”. Paz e Terra. Romance autobiográfico.1978.

 

Luiz Humberto Martins Arantes. “Tempo e Memória no texto e na cena de Jorge Andrade”. EduFU, 2008.

 

Catarina Sant’Anna. “Metalinguagem e Teatro – A Obra de Jorge Andrade”.EdUFMT, 1990.

 

“Quando o Teatro Tece a Trama – Apontamentos Históricos na Dramaturgia de Jorge Andrade”. Artigo de  Luiz Humberto Martins – Ensaio Arantes, 
Doutorando – PUC-SP / Fapesp. Revista Brasileira de História, 2001.

 

“Marta, a Árvore e o Relógio”. Ed.Perspectiva. Ciclo de 10 peças acompanhando a vida de uma família paulista do séc. XVI aos anos 70 do século XX.

 

“As Confrarias” – 1969

 

Ensaio de  Nìncia Cecília Tibas Borges Teixeira. “Jorge Andrade e As Confrarias: Encontro Representativo entre Discurso Histórico e Literatura Dramática”.Departamento de Letras Unicentro,Guarapuava – PR. 

 

“Pedreira das Almas” – 1958

Artigo de Beth Néspoli.

 

“A Moratória” – 1955. 

 

 Artigo. “Jorge Andrade e o Drama Moderno no Brasil” por Roberto Mesquita Ribeiro.

 

Leitura Dramática – Vídeo. 

 

“O Telescópio” – 1951

Ensaio de Maria Analice Pereira da Silva “Observação do Tempo numa Ação Dramática: O Telescópio de Jorge Andrade.

 

“Vereda da Salvação” – 1964

 Ensaio de Márcia Cristina de Lima Aguillar Bolzani. “Significação Dialógica do Messianismo em Vereda da Salvação de Jorge Andrade”.

 

“Senhora na Boca do Lixo” – 1963

 

“A Escada” – 1960

 

“Os Ossos do Barão” – 1962

 

“Rasto Atrás” – 1963

 

“O Sumidouro” – 1969

 

“Milagre na Cela, Paz e Terra” – 1977

 

“O Incêndio” – 1979

 

 

Edgar da Rocha Miranda

 

“Não Sou Eu” – 1947

 

“Para Onde A Terra Cresce.” – 1952. SNT, 1958.

 

“E o Noroeste Soprou” – 1954. SNT, 1958.

 

“A Queda de Paulo Adão” – 1958

 

 

Francisco Pereira da Silva

 

 Biografia Teatropédia 

 

“Teatro Completo”. Obras nos 3 volumes. Org. Virgílio Costa. Funarte, 2010.

 

“A Caça e o Caçador”  – 1973

 

“Amo por Amar” –  1973

 

“Que é Liberdade” – 1973

 

“Reino do Mar sem Fim”  – 1973

 

“Uma Carga de Laranjas” – 1963

 

“Lázaro” – 1952

 

Salvador BA  – “Graça e Desgraça na Casa que Engole Cobra”, “Cachorro Dorme nas Cinzas”, “O Moço Bom e Obediente”.1958.

 

“Cristo Proclamado” – 1960

 

“Romance do Vilela” – 1961

 

“Chapéu de Sebo” – 1962

 

“A Nova Helena”  – 1963

 

“O Vaso Suspirado” – 1964

 

“Chão dos Penitentes” – 1965

 

“Hans Staden no País da Antropofagia”  – 1971

 

“Raimunda, Raimunda” – 1973

 

 

Ariano Suassuna

 

Biografia Teatropédia

 

“Genealogia e Identidades Familiares no Teatro de Ariano Suassuna”. Artigo de Eduardo Dimitrov.

 

“As Raízes Ibéricas e Populares do Teatro de Ariano Suassuna”. Artigo de Livia Petry.

 

“Uma mulher vestida de Sol” – 1947

 

“Cantam as Harpas de Sião ou O Desertor de Princesa” – 1948

 

“Os Homens de Barro” – 1949

 

“Auto de João da Cruz” – 1950

 

“Torturas de um Coração” – 1951

 

“O Arco Desolado” – 1952

 

“O Castigo da Soberba– 1953

 

O Rico Avarento – 1954

 

“Auto da Compadecida” – 1955

(referência)

 

O Santo e a Porca” (referência) – 1957. 

 

“O homem da vaca e o poder da fortuna” – 1958

 

“A Pena e a Lei” – 1959

 

“Farsa da Boa Preguiça” – 1960

 

A Caseira e a Catarina” (referência) – 1962

 

“As Conchambranças de Quaderna” – 1987

 

“Fernando e Isaura”, (1956) inédito até 1994.

 

 

Gianfrancesco Guarnieri

 

Biografia Teatropédia

 

Sergio Roveri. “Gianfrancesco Guarnieri – Um Grito Solto no Ar”. Imprensa Oficial.

 

O Teatro Político de Gianfrancesco Guarnieri sob a Censura”. Artigo de  Guilherme Dearo Vieria Santos.

 

Comunicação – Nádia Cristina Ribeiro: 

 

“Eles Não Usam Black Tie”. Civilização Brasileira, 2006. Resumo comentado.

 

Análise do filme baseado na peça.

 

Uma Expêriencia de Teatro” – Artigo de Selma Calasans Rodriguês.

 

Texto e áudio .

 

“Arena Conta Tiradentes”  1965

 

“Guimba, Presidente dos Valentes” 1959

 

“A Semente” – 1961

 

“O Filho do Cão” – 1964

 

“Arena Conta Zumbi” (em parceria com Augusto Boal) – 1965

 

“Arena Conta Tiradentes” (em parceria com Augusto Boal) – 1967

 

“Castro Alves Pede Passagem” – 1971

 

“Um Grito Parado no Ar” 1972

 

“Ponto de Partida” – 1976

 

“Pegando Fogo Lá Fora” – 1988

 

“A Canastra de Macário” – 1998

 

“Um Anjo na Contramão” (em parceria com Cláudio Guarnieri) – 1998

 

“A Luta Secreta de Maria da Encarnação” – 2002

 

 

Oduvaldo Viana Filho

 

Biografia Teatropédia 

 

Denis de Moraes “Vianinha, Cúmplice da Paixão”. Ed. Nórdica, 1991.

 

Fernando Peixoto ( org) “Oduvaldo Vianna Filho -Teatro, Televisão, Política.”. Brasiliense, 1983.

 

Leslie Hawkins Damasceno. “Espaço Cultal e Convenções Teatrais na Obra de Oduvaldo Viana Filho”. Editora da Unicamp, 1994.

 

Arquivo: Vianinha:

 

“Chapetuba Futebol Clube” – 1959

 

“A Mais Valia Vai Acabar, Seu Edgar” – 1961

 

“Quatro Quadras da Terra” – 1963

 

“Se Correr o Bicho Pega, Se Ficar o Bicho Come”(com Ferreira Gullar) – 1964

 

“Moço em Estado de Sítio” – 1965

 

“A Mão na Luva” – 1966

 

“Papa Higuirte” – 1968

 

“A Longa Noite de Cristal” – 1971

 

“Corpo a Corpo” – 1971

 

“Nossa Vida em Família” – 1972

 

“Allegro Desbum” – 1973

 

“Rasga Coração” – -1974

 

 

 Augusto Boal

 

 Referência Teatropédia

 

Augusto Boal. “Hamlet e o Filho do Padeiro”. Memórias. Ed. Record, 1990.

 

Programa Arquivo N, Globonews

 

“O Teatro de Augusto Boal” 2 volumes. Hucitec, 1985.

Incluindo:

“Revolução Na América do Sul”1961

“As Aventuras de Tio Patinhas” – 1974

“Murro em Ponta de Faca” – 1973

“Histórias de Nuestra América” – 1973

“A Lua Pequena e a Caminhada Perigosa” – 1968

“Torquemada” – 1971

 

Outros textos:

 

“O Corsário do Rei” – 1985

 

 

Paulo Pontes

 

Biografia Teatropédia

 

“Teatro de Paulo Pontes”. 2 volumes. Civilização Brasileira, 1998. 

 Incluindo:

“Brasileiro, Profissão Esperança” – 1969

“Um Edifício Chamado Duzentos” – 1971

“Dr. Fausto da Silva” – 1973

“Check-up” – 1972

“Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo” – 1972

“Madalena Berro Solto” – 1973

 “Gota D’Água” ( com Chico Buarque de Holanda). – 1977

 

 

Dias Gomes

 

Biografia Teatropédia

 

Dias Gomes. “Apenas um Subversivo” – 1938

 

José Dias “Odorico Paraguaçu- O Bem Amado de Dias Gomes”. José Dias. Imprensa Oficial, 2009. 

 

“A Comédia dos Moralistas’ 1939

 

“Esperidião” 1938

 

“Ludovico” 1940

 

“Amanhã Será Outro Dia” – 1943

 

“O Homem Que Não Era Seu” – 1942

 

“Pé-de-Cabra” – 1942

 

“Zeca Diabo” – 1965

 

“João Cambão” – 1942

 

“Dr. Ninguém” – 1943

 

“Um Pobre Gênio” – 1943

 

“Eu Acuso o Céu” – 1943

 

“Sinhazinha” – 1943

 

“Toque de Recolher” – 1943

 

“Beco sem Saída” – 1944

 

“A Dança das Horas” (adaptação do romance Quando é Amanhã) – 1949

 

“O Bom Ladrão” – 1951

 

“Os Cinco Fugitivos do Juízo Final” – 1954

 

“O Pagador de Promessas Ed. Nova Fronteira, 2011“. 1960.

 

“A Invasão”  Resumo.– 1962

 

 “A Revolução dos Beatos”  – 1962  (Resumo).

 

“O Bem-Amado”, Ediouro, 2001. (Resumo).

 

“O Berço do Herói. Bertrand Brasil”, 1999. (Resumo).

 

“O Santo Inquérito. Bertrand Brasil”, 2011. (Resumo).

 

“O Túnel” – 1968

 

“Dr. Getúlio, Sua Vida, Sua Gloria” (com Ferreira Gullar) – 1968

 

“Vamos Soltar os Demônios” (Amor Em Campo Minado) – 1969

 

“As Primícias” – 1977

 

“Phallus” (inédita) – 1978

 

“O Rei de Ramos” 1978

 

“Campeões Do Mundo” – 1980

 

“Olho No Olho” (inédita) – 1997

 

“Meu Reino Por Um Cavalo” – 1989

 

“Roque Santeiro. O Musical” – 1982

 

 

 Lauro César Muniz

 

Hersch Basbaum – “Lauro Cesar Muniz. Imprensa Oficial.

 

“O Parto da Tuba”. Ed. Maltese, 1993.

 

“Esse Ovo é Um Galo” – 1959

 

“O Santo Milagroso” – 1963

 

“A Morte do Imortal” – 1965

 

“A Infidelidade ao Alcance de Todos” – 1966

 

“O Líder” ( na Feira Paulista de Opinião)  – 1968

 

“A Comédia Atômica” – 1969

 

“O Mito” – 1969

 

“Sinal de Vida” – 1972

 

“Direita, Volver” – 1985

 

”Luar em Preto e Branco” – 1991

 

“O Santo Parto” – 2004

 

 

Página 2




 

O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign