Dramaturgos Brasileiros – Continuação

Publicado em: 22/07/2000

 

Bráulio Pedroso

 

Biografia Teatropédia

 

Renato Sérgio “ Audácia Inovadora” . Imprensa Oficial. 

 

“Teatro de Bráulio Pedroso”. 2 volumes . Pallas, 1975.

 

“Uma Trilogia Fálica”. Paz e Terra, 1984.

 

“A Conspiração” – 1965

 

“O Fardão” – 1967

 

“Isso Devia Ser Proibido” ( em parceria com Walmor Chagas,1967)

 

“A Lua Muito Pequena” – 1968

 

“O Negócio” ( Primeira Feira Paulista de Opinião) – 1968

 

“A Vida Escrachada de Joana Martini e Baby Stompanato” – 1970

 

“As Hienas” – 1971

 

“Encontro no Bar” – 1973

 

“O Deus Nos Acuda” (in Feira do Adultério, dir. Jô Soares,1975)

 

“Festa de Sábado” – 1977

 

“Dor de Amor” – 1977

 

“As Gralhas” – 1978

 

“Lola Moreno” – 1979

 

“Nicolau” – 1988

 

“Morre Um Coração Vulgar” – 1988

 

“A Fúria do Bucalão” – inédita – 1987

 

“É Dando que se Recebe” (inédita) – 1988

 

 

Renata Pallotttini

 

Refêrencia Teatropédia 

 

Rita Ribeiro Guimarães ”Cumprimenta e Pede Passagem”. Imprensa Oficial.

 

“Teatro Completo de Renata Palottini”. Perspectiva, 2006.

 

 

Plínio Marcos

 

Biografia Teatropédia

 

Oswaldo Mendes, “Bendito Maldito”.  Leya, 2009.

 

Paulo Vieira, “ A Flor e o Mal”. Editora Firmo, 1994.

 

Site Oficial

 

“O Melhor Teatro de Plínio Marcos”. Seleção e Prefácio, Ilka Maria Zanotto.  Global, 2002.

 

“Barrela” – 1958 

 

“Os Fantoches” – 1960  (1ª versão de “Jornada de um Imbecil até o Entendimento”). 

 

“Enquanto os Navios Atracam” – 1963 (1ª versão de “Quando às Maquinas Param”) .

 

“Chapéu sobre Paralelepípedo para Alguém Chutar” – 1965. ( 2ª versão de “Os Fantoches”)

 

“Reportagem de Um Tempo Mal” – 1965

 

“Dois Perdidos Numa Noite Suja” – 1966

 

“Dia Virá” – 1967 (1ª versão de “Jesus-Homem”)

 

“Navalha na Carne” – 1967

 

“Quando ás Máquinas Param” – 1967 (2ª versão de ‘Enquanto Os Navios Atracam’ – 1963)

 

“Homens de Papél” – 1968

 

“Jornada de Um Imbecil até o Entendimento” – 1968. (3ª versão de “Os Fantoches”)

 

“O Abajur Lilás” – 1969

 

“Oração Para um Pé-de-Chinelo” – 1969

 

“Balbina de Iansã” – 1970. Musical

 

“Feira Livre” – 1976. Opereta 

 

“Noel Rosa, O Poeta da Vila e seus Amores” – 1977. Musical.

 

“Jesus-Homem” – 1978. (2ª versão de Dia Virá – 1967). 

 

“Sob o Signo da Discoteque” – 1979

 

“Quero Uma Reportagem Maldita” – 1979. (Adaptação para teatro do romance do mesmo título,
escrito  em 1976)

 

“Madame Blavatski” – 1985 

 

“Balada de Um Palhaço” – 1986 

 

“A Mancha Rosa” – 1988

 

“A Dança Final” – 1993

 

“O Assassinato do Anão do Caralho Grande” – 1995 (Adaptação para teatro da novela 
do mesmo título). 

 

“O Homem do Caminho” – 1996. (Monólogo adaptado de um conto do mesmo título, originalmente intitulado “Sempre em Frente”). 

 

“O Bote da Loba” – 1997

 

“Chico Viola” – (Inacabada) 1997 (várias versões anteriores).

 

 

José Vicente

 

Biografia Teatropédia

 

“Os Reis da Terra”. José Vicente. Romance Autobiográfico. Ed. Nova Fronteira, 1984.

 

“O Teatro de José Vicente – Primeiras Obras”Org. Cida Morais. Imprensa Oficial. 

 

“O Teatro de José Vicente – Outras Obras”. Org. Cida Morais. Imprensa Oficial. 

 

“Santidade” – 1967

 

“O Assalto” – 1969

 

“Os Convalescentes” – 1970

 

“Hoje é Dia de Rock” – 1971

 

“Ensaio Selvagem” – 1974

 

“História General de las Indias” – 2010

 

“Rock and Roll” – 1983

 

“Diário Íntimo” – 1983

 

“José Vicente/Virtuose” – 1984

 

 

Antonio Bivar

 

Referência Teatropédia

 

“Verdes Vales do Fim do Mundo”. Antônio Bivar. L&PM, 1984. Memórias.

 

“Longe Daqui, Aqui Mesmo”. Antônio Bivar, Best Seller, 1995. Memórias.

 

“Bivar na Corte de Bloosburry”. Girafa, 2005. 

 

Maria Lúcia Dahl. Antonio Bivar,O Explorador de Sensações Peregrinas”. memórias.

 

Entrevista

 

“O Teatro de Antonio Bivar – As Três Primeiras Peças”Coleção Aplauso.

 

“Simone de Beauvoir, Pare de Fumar, Siga o Exemplo de Gildinha Saraiva e Comece a Trabalhar” (1967, em co-autoria com Carlos Aquino)

 

Cordélia Brasil – 1967

 

“Abre a Janela e Deixa entrar o ar Puro e o Sol da Manhã” – 1968

 

“O Cão Siamês ou Alzira Power” – 1969

 

“A Passagem da Rainha” – 1969

 

“Longe Daqui, Aqui Mesmo” – 1971

 

“Gente fina é Outra Coisa” – 1976 (em co-autoria com Alcyr Costa)

 

“Quarteto” – 1976

 

“Alice, que Delícia!” – 1987

 

“Histórias do Brasil” – 1983

 

“Enfim o Paraíso” – 1983

 

“Uma Coroa nos Trópicos” – 1983

 

“As Raposas do Café” (Os quatro últimos de 1983/90, em coautoria com Celso Luiz Paulini) – 1990

 

“Falação e Cantoria” – 2005

 

 

Celso Luiz Paulini

 

Referência Teatropédia

 

“Teatro Completo”. Ed. Azougue, 2001.

 “Croquete a Lord Byron”

 “Coraçao Na Boca”

 “Rainha Por Um Dia”

 

“Histórias do Brasil” – 1983

 

“Enfim o Paraíso” – 1983

 

“Uma Coroa nos Trópicos” – 1983

 

“As Raposas do Café” (As quatro últimas em parceria com Antonio Bivar) – 1990

 

 

Leilah Assumpção

 

Biografia Teatropédia

 

 Eliana Pace,“Leilah Assumpção – A Consciência da Mulher”. Imprensa Oficial. 

 

“Um Teatro da Mulher” Elza Cunha de Vicenzo. Ed. Perspectiva, 296 pgs.

 

Ensaio  de Alcides João de Barros “ A Situação Social da Mulher no Teatro de Consuelo de Castro e Leilah Assumpção”.

 

“Onze Peças de Leilah Assumpção”. Casa da Palavra, 2010.

 “Fala Baixo Senão eu Grito”

 “Roda cor de Roda”

 “Kuka de Kamaiorá”

 “Seda pura e Alfinetadas”

 “Boca molhada de Paixão Calada”

 “Lua Nua”

 “Cinco Vezes Comédia”

 “Uiva e Vocifera”

 “Vejo um vulto na janela me acudam que eu sou Donzela”

 “O grande momento de Mariana Martins”

 “Jorginho, o Machão”

 

“Amanhã,Amélia, de manhã” – 1975

 

 “Intimidade Indecente” – 1994

 

“Adorável Desgraçada” – 2001

 

 

Consuelo de Castro

 

Biografia Teatropédia

 

Depoimento para Biblioteca Mário de Andrade.

 

Participação no programa Provocações

 

“Um Teatro da Mulher” Elza Cunha de Vicenzo. Ed. Perspectiva, 296 pgs.

 

Ensaio  de Alcides João de Barros “ A Situação Social da Mulher no Teatro de Consuelo de Castro e Leilah Assumpção”.

 

“Urgência e Ruptura” . Ed. Perspectiva, 1989.

 

“À prova de Fogo” – 

 

“À Flor da Pele”

 

“O Porco Ensanguentado”

 

“Caminho de volta”

 

“A Cidade Impossivel de Pedro Santana”

 

“O Grande “Amor de Nossas Vidas”

 

“Louco Circo do Desejo”

 

“Aviso Previo”

 

“Script Tease”

 

“Marcha a Ré”

 

“Only You”

 

“Memórias do Mar aberto” ( Medéia conta sua história)

 

“Almerinda Almerinda!”

 

“Lurdinha!”

 

“Let’s Twist Again”

 

“Mel de Pedra”

 

“O homem que eu Amo” (Colaboração Eugenia Di Domenico).

 

“Ou vai ou Racha” (Colaboraçao Eugenia Di Domenico)

 

“Paixoes Provisórias” (Parceria com Ana de Holanda Versão de ‘Hair’, incluindo as letras das músicas).

 

“O Kotô” (Dança e teatro).

 

“Uma Caixa de Outras Coisas” ( Dança/teatro)

 

 

Mário Prata

 

Biografia Teatropédia

 

Site Oficial

 

“O Cordão Umbilical”  

 

“E Se  A Gente Ganhar a Guerra?”

 

“Fábrica de Chocolate”

 

“Dona Beja”

 

“Besame Mucho”

 

“Salto Alto”

 

“Papai e Mamãe, Conversando Sobre Sexo”

 

“Purgatório, Uma Comédia Divina”

 

“O Caminho da Roça”

 

“Pilatos: Vida e Obra”

 

“Príncipe”

 

“Rê Bordosa, a Peça, Vida e Morte de Uma Porra Louca”

 

“Eu Falo o Que Elas Querem Ouvir”

 

 

Flávio Márcio

 

Biografia Teatropédia

 

“Família Á Moda da Casa”. Uma Trilogia de Flávio Márcio. Espaço Produções Artísticas, 1981.

 

“ In Memoriam” – 1963

 

“As Lesões que o Amor de Merola Deixou no Corpo de Paulo” – 1967

 

“À Moda da Casa” – 1973

 

“Pequeno Dicionário da Lingua Feminina” – 1974

 

“Reveillon” – 1975

 

“Tiro ao Alvo” – 1978

 

“Um Minutinho Só”

 

“O Homem do Disco Voador”

 

“Roberto Athayde”

 

“Crime e Impunidade” e outras Peças”. Roberto Athayde. Record, 1984.

 

“O Reacionário” – 1971

 

“Apareceu a Margarida” – 1973

 

“O Visitante do Alto”

 

“Livro de Sobrevivência na Selva”

 

“Os Desinibidos” – 1983

 

“Crime e Impunidade” – 1984

 

“No Fundo do Sítio” – 1984

 

“A Viagem ao Oriente” – 1984 

 

“Carlota Rainha” – 1994 

 

“A Arquiteta e o Rei do Ladrilho” – 1988

 

“Os Quatro Pilares da Decência” – 1991

 

 “Dom Miguel, Rei de Portugal” – 1998

 

“A Grande Visita” – 2000

 

 

João Ribeiro Chaves Neto

 

“Patética”, Ed. Civilização Brasileira, 1978.

 


Roberto Freire

 

Verbete

 

Roberto Freire em Provocações

 

“Quarto de Empregada” – 1958

 

“Gente Como a Gente” – 1959

 

“Sem Entrada e Sem Mais Nada” – 1961

 

“O&A” – 1967

 

“Presépio na Vitrina”

 

“VietLove”

 

“Quarto de Estudante”

 

“Quarto de Hotel”

 

“Trativelindepraglutifitotinquelux” (infanto- juvenil)

 

 

Maurício Segall

 

 

“A Formatura” – 1967

 

O Coronel dos Coronéis” . Civilização Brasileira, 1975. 

 

Joaquim Cardozo

 

Site Oficial

 

Artigo de João Denys Araújo Leite: “O Teatro de Joaquim Cardoso – Uma Engenharia de Luz para a Contemporaneidade”

 

Ensaio de Ana Carolina Paiva: “Ecos de Espaços: uma Abordagem Fenomenológica de Dramaturgia de Joaquim Cardozo”.

 

“O Coronel de Macambira”.

 

“De Uma Noite de Festa”

 

“O Capataz de Salema”

 

“Antonio Conselheiro”

 

“Marechal, Boi de Carro”

 

 

Hermílio Borba Filho

 

Biografia Teatropédia

 

“A Felicidade”

 

“Parentes da Ocasião”

 

“O Presidente da República”

 

“Círculo Encantado”

 

“Vidas Cruzadas”

 

“João Sem Terra”

 

“O Vento do Mundo”

 

“Cabra Cabriola”

 

“A Barca de Ouro”

 

“Os Bailarinos”

 

“Três Cavalheiros a Rigor”

 

“As Moscas”

 

“O Bom Samaritano”

 

“Electra no Circo”

 

“O Cabo Fanfarrão”

 

“Donzela Joana”

 

“Sobrados e Mocambos”

 

 

Osman Lins

 

Página Oficial

 

Enciclopédia Itaú

 

Texto sobre adaptação do grupo Piolim de conto de Osman Lins.

 

“Lisbela e o Prisioneiro” (1964) – Resumo Comentado.

 

“Lisbela e o Prisioneiro – Um olhar Discursivo”Artigo de Ricardo José Fabião de Araújo (1) , Maria do Carmo Melo Aguiar Neta (2) , Ivone Tavares de Lucena (3).Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes/ Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas/Outros. 

 

“Capa Verde e o Natal” infantil.- 1967

 

“Guerra do  Cansa Cavalo” – 1967

 

“Santa, o Automóvel e o Soldado” – 1975

 

 

Edla Van Steen

 

“O Ùltimo Encontro”

 

“À Mão Armada” (com David George)

 

“O último encontro”. São Paulo: Arte Aplicada, 1989. (2 ed: São Paulo, Scipione, 1991).

 

“Bolo de nozes“. São Paulo: Hamdan, 1998.  

 

“À Mão Armada” (em parceria com David George). São Paulo: Calibán, 1996.

 

“Mina de Ouro” (inédita, 1999).

 

“Amor de Estrela” (inédita, 1999).

 

“Primeira Pessoa”(inédita, 2004).

 

“Malas Trocadas”(inédita, 2006).

 

 Maria Adelaide Amaral

 

Tuna Dwek “Maria Adelaide Amaral – A Emoção Libertária”. Imprensa Oficial. 

 

“Um Teatro da Mulher” Elza Cunha de Vicenzo. Ed. Perspectiva.

 

“O Melhor Teatro de Maria Adelaide Amaral”. Ed. Global.

 

2004 – “Mademoiselle Chanel” Ed. Globo, 2004. Resumo

 

2003 – Tarsila”. Ed. Globo, 2003.

 

2001 – “O Evangelho Segundo Jesus Cristo”

 

1997– “Para Sempre”

 

1995– “Intensa Magia”

 

1994 – Querida Mamãe”. Ed. Brasiliense, 1995.

 

1993 –  “Para tão longo amor”

 

1987 – “Seja o que Deus quiser”

 

1984 “De braços abertos”

 

1982 – “Chiquinha Gonzaga, ó abre alas”

 

1980 – “Ossos d’Ofício

 

1976– “Bodas de Papel”

 

1975 -“A Resistência”

 

 Maria de Lourdes Nunes Carvalho

 

Biografia

Parte 1

Parte 2

 

Ensaio de Vanusa Souza Silva: O Teatro de Lourdes Ramalho e Os Dramas da Cultura Popular”

 

“Teatro Quase Completo” Lourdes Ramalho. Ed. Edufal, 2011.

 

“A Eleição”

 

“A Feira”

 

“A Mulher da Viração” 

 

“As Velhas” Artigo de João Dantas Filho: “Homens Nordestinos em Cena: Relações/Tensões em As Velhas de Lourdes Ramalho”

 

“Chão dos Esquecidos”

 

“Charivari”

 

“Corrupio e Tangará”(O Pássaro Real)

 

“Festa do Rosário”

 

“Fiel Espelho Meu Fogo- Fátuo”

 

“Frei Molambo” 

 

“Guiomar Filha da Mãe”

 

“O Trovador Encantado”

 

“Os Mal Amados”

 

“Presépio Mambembe”

 

“Uma Mulher Dama”

 

“Viagem ao Pau- de-Arara”

 

“Guiomar Sem Rir Nem Chorar”

 

“Maria Roupa de Palha”

 

“Novas Aventuras de João Grilo”

 

“O Diabo Religioso”

 

“O Novo Prometeu”

 

“O Reino de Prestes João”

 

“O Romance do Conquistador”

 



Luis Carlos Cardoso

 



“Viva Olegário” – 1974

 

“E depois vamos jantar” – 1975

 

“Swing” – 1978

 

“Quarta costela” – 1979

 

“Raça maldita” – 1982

 

“King Kong em Hong Kong” – 1988

 

“Matar o vampiro” – 1992

 

“Amor antigo” – 1998

 

“Autor hediondo” – 2002

 

“Vigilante na patinete” – 2011

 

 

José Saffioti Filho



“Meu Teatro no Papel“. Ed. Da UFSCar.Incluindo – Estúpido Cupido contra Miss Cinelândia

 

“A Rainha do Rádio”

 

“No Ninho dos Escorpiões”

 

“Coragem, Meu Bem, Coragem”

 

“Tempo Velozes Malvados”

 

“O Teatro de José Saffioti Filho”. Imprensa Oficial.Estúpido Cupido contra Miss Cinelândia.

 

“No Ninho dos Escorpiões”

 

“Guerra da Banana”

 

“Faça Uma Festa do Seu Café da Manhã”

 

“FeedBack”

 

“Eu, Tu, Ele, Nós, Vós, Eles”

 

“Ninguém Viaja ao Equador”

 

 



Carlos Alberto Soffredini

 

 Alcides Nogueira

 

Tuna Dwek Alcides Nogueira “Alma de Cetim”. Imprensa Oficial. Link Externo.“Trilogia do Discurso Moderno”. Imprensa Oficial.1977

 

“A Farsa da Noiva Bombardeada” – 1978

 

“Tide Moreyra e sua banda de najas”- 1979 

 

“Tietê! Tetê!” – 1980

 

“O Filho do Carcará”  – 1981

 

“Lua de Cetim” – 1984

 

“Feliz Ano Velho” – 1986

 

“Lembranças da China” – 1989

 

“Ópera Joyce “- 1990

 

“Antares” – 1990

 

“In Extremis” -1991

 

“Florbela ” 1992

 

“O Retrato de Gertrude Stein Quando Homem” – 1995

 

“As Traças da Paixão” – 1996

 

“Gertrude Stein”, Alice B. Toklas, Pablo Picasso – 1997

 

“Ventania” – 2001

 

“Pólvora e Poesia” – 2001

 

“A Cabeça” – 2002

 

“A Ponte e a Água da piscina” – 2004

 

 

Naum Alves de Souza

 

Alberto Guzik .Naum Alves de Souza:” Imagem, Cena, Palavra” Imprensa Oficial. 2009.Naum Alves de Souza, Cena Lusófona, PT,1977,Maratona.

 

Entrevista para Jó Soares

 

O Teatro de Naum – Cena Lusófona.

 

“No Natal a Gente Vem Te Buscar” – 1979

 

“A Aurora da Minha Vida” – 1981

 

“Um – Beijo, um Abraço, um Aperto de Mão Versão Masculina” – 1984

 

“Um Beijo, Um Abraço, Um Aperto de Mão Versão Feminina” – 1985

 

“Ódio a Mozart” – 1986

 

” Nijinsky” – 1984

 

“Suburbano Coração” – 1989

 

“Auto de Natal” – 1983

 

“Água com Açúcar” – 1995

 

“Strippers” – 1997

 

“O Pivô” – 1997

 

“Aquele Ano das Marmitas” – 2002

 

“Ilmo. Sr.” -2003

 

“A Tia É Muito Esquisita” – 2004

 

“Domingo Feliz no Calçadão” – 2002

 

 

Celso Luis Paulini

 

Perfil de Paulini na revista “Agulha”

 

“Zizi Marleneo”

 

“Vermelho e o Branco”

 

“Bola de Cristal”

 

“A amante das Cortinas Cerradas”

 

“Mansões Celestes”

 

“Intimidade”

 

“Outro Pedido de Casamento”

 

“Uma Bela Tarde de Abril”

 

“O Piquenique”

 

“Cléo e Cléia”

 

“A Útima Comédia de Amor”

 

“O Marinheiro”

 

“O Pavão Noturno”

 

“Les Demoiselles”

 

“O Anticocepcional”

 

Em Parceria com António Bivar : “Enfim o Paraiso”

 

“Uma Coroa nos Trópicos”

 

“As Raposas do Café”

 

 

Domingos de Oliveira

 



Domingos de Oliveira.”Minha Vida no Teatro”. Domingos de Oliveira. Ed. Leya.

 

Fauzi Arap

 

“Mare Nostrum,Sonhos, Viagens e Outros Caminhos”. Fauzi Arap. Ed. Senac.

 

“Pano de Boca” – 1995

 

“Um Ponto de Luz” – 1997

 

“O Amor do Não” – 1977

 

“Mocinhos Bandidos” – 1979

 

“Sol no Olho” – 1979

 

“Parabéns pra Você” – 1980

 

“The Brazilian Tropical Super Star” – 1981

 

“Quase 84” – 1983

 

“Risco e Paixão” – 1988

 

“Às Margens do Ipiranga” – 1988

 

“A História Acabou” – 1991

 

“O Mundo É um Moinho” – 2003

 

“Chega de História” – 2005

 

“Chorinho” – 2007

 

 

Timochenco Wehbi

 

Biografia

 

“A Vinda do Messias”

 

“Palhaços”

 

“A Dama de Copas e o Rei de Cubas”

 

“A Perseguição ou o Longo Caminho que Vai de Zero a Ene”

 

“Santa Joana Darc”

 

“Bye Bye Pororoca”

 

“Revista do Bexiga Número Zero”

 

“Morango com Chantily”

 

“Curto Circuito”

 

 

Zeno Wilde

 

Biografia 

 

“Crônica de Mauro Medeiros

 

“Blue Jeans-Uma Peça Sórdida”

 

“O Meu Guri”

 

“Uma Lição Longe Demais”

 

“Anjos da Guarda”

 

“Sabe Quem Dançou?”

 

“Olhos Cor de Mel de James Dean”

 

“Salve o Prazer – Assis Valente”

 

“Uma Canção Desesperada”

 

“Exagerei no Rímel”

 

“Zero de Conduta”

 

“Pasolini – A Segunda Morte de Pedro e Paulo”

 

“Verona – Ruptura e Sonho”

 

“Anjos da Guarda”

 

 

Flávio de Souza

 

“Vida de Cachorro” (1982) – PRÊMIO APCA  de melhor autor de peça infantil, PRÊMIO INACEN melhor espetáculo infantil, R.J. 1983.

“Parentes entre Parênteses” (1983 em São Paulo, 1984 no Rio de Janeiro) – indicações para prêmios Mambembe e Apetesp de melhor peça.

Outras montagens: Porto Alegre, dir. Por Irene Britzke (1986), Fortaleza (1987) e Belo Horizonte (1989).

“Viva o Circo” – (1983) – Co-autoria e direção com Naum Alves de Souza – PRÊMIOS Mambembe de melhor peça infantil e Troféu Inacen, de melhor espetáculo infantil.

“Sapo Vira Rei Sapo” (1984) – Co-autoria com Ruth Rocha. PRÊMIO APCA de melhor diretor de peça infantil.

 

“Grand Finale” – 1985).

 

“Fica Comigo essa Noite” (1988, em São Paulo) 

 

“A Menina e as Cores”  – 1984

 

“Síndrome de Super Homem” 

 

“Porcos de Cristal” – 1987

 

“Blecaute” – 1987 – Adaptação do livro homônimo de Marcelo Paiva.

 

“O Que Será?” Produzida em 1987.

 

“Folias no Box” – Produzida em 1989, com Aracy Ballabanian e Edney Giovenazzi.Nova montagem com Marisa Orth e Murilo Benício, em 2006.

 

“Sexo dos Anjos” – 1990

 

“Quase um Bibelô” – 1991

 

“Corações Desesperados” – 1991.

 

“Chão de Estrelas” – 1992.

 

“Chapeuzinho Vermelho”, montada em 1993.

 

“O Último Capítulo” – 1991

 

“De Pernas pro Ar” – 1992

 

“Lucía de Lá Menor” – 1992

 

“Fascinação” – 1994




 

O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign