Difusão Musical

Publicado em: 10/08/2011

Wilson Sukorski ministrou, na segunda-feira (8), a primeira aula do curso de Difusão Cultural “Música para Não-Músicos”, oferecido pela SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco. 

 

A aula inaugural já foi repleta de muito som, mas nada muito complexo. “Como temos um público muito diverso, que vai do músico profissional até o amador, optamos por começar pelo básico, como marcar compassos e esse tipo de exercício”, afirma Sukorski, que também é artista residente de Sonoplastia, um dos Cursos Regulares da Escola.

 

Durante cinco semanas, Sukorski continuará nesse ritmo, fornecendo elementos musicais básicos. Ele explica que esse é justamente o objetivo principal das aulas. “Atualmente, comete-se uma falha muito grande ao dar mais atenção para aquilo que é grandioso e esquecer que o mais importante é o que vem antes, o primário. Oferecer uma base consistente é a melhor plataforma de impulsão para o autodidata.”

 

Segundo Sukorski, o curso é inédito no Brasil porque usa software de treinamento musical. “A partir do ano que vem, o ensino de música será obrigatório nas escolas do País e, pelo que ouvi dizer, elas ainda não têm nem 5% desses profissionais. Saber utilizar essas ferramentas é imprescindível.”

 

Para ensinar sobre música e tecnologia ao mesmo tempo, o artista se vale de sua larga experiência como compositor, músico eletrônico, performer multimídia, criador e produtor de conteúdos musicais para rádio, vídeo e cinema, designer e construtor de instrumentos musicais inusitados e pesquisador em áudio digital.

 

As aulas são ministradas todas as segundas-feiras, das 19h às 22h, e são direcionadas a estudantes de música, amadores, sonoplastas, trilheiros, DJs, MCs, editores de vídeo e cinema, diretores de teatro, dança e/ou cinema, atores, cantores e interessados em geral. 

 

 

Texto: Felipe Del