Curso de Difusão Cultural: Auto-Maquiagem de Caracterização

Publicado em: 28/07/2010

“Dentro dos camarins, durante a maquiagem, os atores entram no processo de se despir do seu cotidiano para entrar em cena e encarnar seus personagens”, explica Adriana Vaz, designer de aparência de atores, que se dedica há 31 anos a trabalhos e pesquisas de caracterização para teatro, dança, ópera, cinema, vídeo e fotografia.

Adriana acredita que é imprescindível fornecer instrumentos para que os artistas possam ter recursos de se maquiar com diferentes intenções cênicas.”Só grandes produções conseguem comportar profissionais de maquiagem diariamente em seus espetáculos. É importante ter auto-suficiência, isso ajuda na dinâmica da montagem e na incorporação do personagem”, afirma.

A SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, com o intuito de abarcar os Cursos de Difusão Cultural na área técnica e suprir uma lacuna no ensino da maquiagem, organizou o Curso “Auto-Maquiagem de Caracterização”, com Adriana Vaz, voltado para profissionais das artes do palco e maquiadores profissionais que desejarem conhecer essas técnicas na área teatral.

O curso fornece instrumental prático para que os participantes possam executar diferentes caracterizações que compõem as personagens, além de conhecimento técnico para a criação e realização de projetos de maquiagens.

 

O programa do curso tem início com a maquiagem naturalista, constituída por procedimentos básicos, esse caracterização, permite levantar os diferentes níveis técnicos dos alunos participantes. Depois de algumas aulas dedicadas ao treino com os pincéis e diferentes tipos de produtos, o aluno passa para o clown, o envelhecimento, a simulação de cicatrizes, as queimaduras, as protuberâncias e volumetria, entre outras técnicas.

Para se inscrever é só acessar o link Difusão Cultural.
 

 

Texto: Renata Forato | Fotos: Lucas Arantes