Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
EN | ES

‘Alice, Retrato de Mulher que Cozinha ao Fundo’ explora relação entre Gertrude Stein e Alice B. Toklas

Publicado em: 09/08/2016

“Alice, Retrato de Mulher que Cozinha ao Fundo”. Foto: João Caldas Filho.
 
A história de Alice B. Toklas (1877-1967), a parceira e confidente da escritora norte-americana Gertrude Stein (1874-1946), é o ponto de partida do monólogo “Alice, Retrato de Mulher que Cozinha ao Fundo”, de Marina Corazza, que estreia no projeto “Escritoras na Boca de Cena”. 
 
Com direção de Malú Bazán, a montagem é composta de vários fragmentos da vida de Alice, autora de um famoso livro culinário, “The Alice B. Toklas Cookbook”, escrito quando sua companheira já estava doente. A protagonista, interpretada por Nicole Cordery, passeia por diferentes tempos e espaços, em uma narrativa fragmentada, para narrar sua história de amor e seu envolvimento com a efervescência cultural nos anos de 1920 e 1930.
 
Entre uma receita e outra, ela revela, de maneira prosaica e autêntica, fatos e anedotas sobre a vida que levava ao lado de Stein em um dos endereços mais badalados de Paris, uma casa na Rue de Fleurus, onde ocorriam encontros entre pintores, escritores e críticos da época. Algumas das ilustres figuras que frequentavam a casa eram Pablo Picasso, Ernest Hemingway, F. Scott Fitzgerald, Henri Matisse, James Joyce e Guillaume Apollinaire.
 
Além de cozinhar para esses representantes da boemia parisiense, Toklas desempenhou o papel de primeira leitora, secretária, revisora, crítica, editora e organizadora da obra de Stein. Mesmo 20 anos depois da morte da companheira, a protagonista divulgou e preservou o trabalho dela.
 
Outra referência é “A Autobiografia de Alice B. Toklas”, escrita pela própria Gertrude Stein, que é considerado o segundo livro mais conhecido da autora. O espetáculo discute a fronteira entre a realidade e a ficção a partir de um embaralhamento entre as visões de Stein, Alice e de quem entra em contato com a trama com distanciamento histórico.
 
Serviço
“Alice, Retrato de Mulher que Cozinha ao Fundo”, de Marina Corazza
Sesc Consolação – Espaço Beta
Rua Dr. Vila Nova, 245, Vila Buarque. (11) 3234-3000
Estreia 8/8. Seg. e Ter., 20h. Até 30/8
R$20. 60 min. 14 anos



Relacionadas:

Notícias | 15/ 08/ 2022

Gargarejo Cia. Teatral apresenta projeto em que revisita obras clássicas de Machado de Assis na próxima terça (16), na SP

SAIBA MAIS

Notícias | 15/ 08/ 2022

Miguel Rocha, artista egresso da SP e diretor da Cia. de Teatro Heliópolis, é indicado ao Prêmio APCA 2022; veja entrevista exclusiva!

SAIBA MAIS

Notícias | 15/ 08/ 2022

SP Escola de Teatro e Itaú Cultural promovem a 1ª Edição do Seminário O Sujeito Histórico do Teatro de Grupo do Estado de São Paulo

SAIBA MAIS