Afinadas no discurso e na ação

Publicado em: 01/03/2010

Duas recepcionistas da SP Escola de Teatro, Fernanda de Moraes e Flávia Araújo, não se intimidam quando o assunto é a luta pela identidade sexual e o respeito dos travestis e transexuais.

Fernanda de Moraes estuda Serviço Social e é professora de teologia na Comunidade Cristã Nova Esperança, além de presidir o instituto Aphroditte-SP. Para sensibilizar a população sobre a inclusão social e cidadania de transexuais e travestis, sempre realiza palestras em congressos, universidades e ambientes de trabalho.

“Realizei recentemente uma palestra no Poupa Tempo para os funcionários e todas as travestis e transexuais sentiram a diferença no tratamento. O conhecimento e a informação fazem com que o outro respeite a identidade sexual de cada ser humano”, afirma Fernanda.

Flávia Araújo se identificou com Fernanda por lutar também contra o preconceito sexual da sociedade.  “Trabalhei como agente de prevenção de DST, HIV e Aids por cinco anos. Depois, ajudei a fundar a ONG ACA (Associação Correndo Atrás), que atua na prevenção e conscientização dos diretos e igualdades”, diz.

As recepcionistas avisam que no mês de março haverá em São Paulo o 5º Encontro Regional de Travestis e Transexuais. “As pessoas acham que não somos organizadas. Queremos mudar essa falsa visão sobre nós”, explica Fernanda de Moraes.

Flávia Araújo, que é estudante de Letras, se identificou com Fernanda por lutar também contra o preconceito sexual da sociedade.  “Trabalhei como agente de prevenção de DST, HIV e Aids por cinco anos. Depois, ajudei a fundar a Ong ACA (Associação Correndo Atrás), que atua na prevenção e conscientização dos diretos e igualdades”, diz.

As recepcionistas avisam que no mês de julho haverá em São Paulo o 5º Encontro Regional de Travestis e Transexuais. “As pessoas acham que não somos organizadas. Queremos mudar essa falsa visão sobre nós”, explica Fernanda de Moraes.




 

O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign