A questão da Dramaturgia

Publicado em: 12/04/2010

O tema do bate-papo online dessa semana foi “A Questão do Autodidatismo na Dramaturgia Brasileira”, com Marici Salomão, coordenadora do curso de Dramaturgia da SP Escola de Teatro. Na quinta-feira do dia 8 de abril, das 16h às 17h, 25 pessoas conversaram simultaneamente sobre o assunto no site da Escola.

Antes do debate, a coordenadora caminha pelo corredor e olha regularmente o relógio de pulso, esperando ele marcar 16h para começar a responder as perguntas dos internautas. 
Quando chega o horário, ela se acomoda na cadeira, organiza sua xícara de café e, ao lado do colega Thiago Leite, mediador das perguntas dos participantes, entra na sala online para dar início ao bate-papo. 

“Eu acho que ser autodidata nas artes é uma parcela importante do aprendizado e desenvolvimento de linguagens próprias. Mas o conhecimento que pode ser oferecido por pessoas experientes e/ou mestres é fundamental”, afirmou a coordenadora no decorrer da conversa.
A discussão seguiu por diversos caminhos, de Antunes Filho e Plínio Marcos ao teatro pós-dramático de Hans Thies Lehmann, passando por questões sobre o dramaturgismo, do pensamento vinculado à cena e do autodidatismo.
Quer saber como foi toda essa história? Então, acompanhe aqui, na íntegra, todas as perguntas e todas as respostas do bate-papo online. (HISTÓRICO)
Agende-se
Na quinta-feira do dia 15 de abril, às 16h, José Simões, Diretor Pedagógico interino da SP Escola de Teatro, fala sobre “Pedagogia e Formação Artística”. Você é o nosso convidado para este encontro.

Texto: Lucas Arantes
 | Foto: P. Silva
SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco | 12/04/2010