Em Cartaz / EVENTOS PASSADOS

FILTRAR POR:
  • Todos
  • Sala Vange Leonel
  • Sala Alberto Guzik
  • Sala Antonio Pompêo
  • Sala Hilda Hilst

Sala Vange Leonel

Política da Editora

Foto: Sebá Neto/Divulgação

Qual é o percurso que uma obra de arte faz até chegar ao público? Esse é o ponto de partida da peça “Política da Editora”, do dramaturgo Eduardo Aleixo, com direção de Cintia Alves. O espetáculo cumpre temporada de 1º de junho e 2 de julho, na sede Roosevelt da SP Escola de Teatro.

No texto carregado de ironia, um escritor luta para ter seu livro integrando o catálogo de uma grande editora. Escritor, Editor, Revisora e Tradutora entram em conflito em uma sala de reuniões. Pouco a pouco, são revelados os mecanismos de poder que permeiam as relações entre arte e mercado, convertendo uma obra em fetiche de mercadoria.

No elenco do espetáculo estão Adriana Azenha, Eduardo Bartolomeu, Jany Canela, Miriam Limma e Rogério Favoretto.

Escrita em 2015, a peça venceu o Concurso Jovens Dramaturgos do SESC, recebeu menção honrosa no Programa Nascente da USP e obteve o segundo lugar no Prêmio Martins Pena da União Brasileira de Escritores.

Formado em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco, Aleixo estudou Dramaturgia na SP Escola de Teatro, na Escola Livre de Teatro de Santo André, no SESI-British Council e no Teatro J. Safra.

Ficha técnica:

Dramaturgia: Eduardo Aleixo | Direção: Cintia Alves | Assistência de direção: Leticia Soares | Elenco: Adriana Azenha, Eduardo Bartolomeu, Jany Canela, Miriam Limma e Rogério Favoretto | Assessoria de imprensa: Agência Fática.

Visitas ao Cão

Foto: Divulgação

Escrito e estrelado por Gustavo Braunstein, “Visitas ao Cão” procura abrir uma discussão sobre as várias formas de manifestação da violência humana. O texto faz um paralelo entre os conflitos no Oriente Médio e a violência nas periferias brasileiras, olhando para as dimensões da violência e para a exploração midiática de conflitos regionais em um mundo globalizado.

A montagem dirigida por Pablo Callazans dos Reis busca inspiração nas rimas do rap da periferia e em rituais e orações em árabe, hebraico e português para unir as duas regiões, Brasil e Oriente Médio. O espetáculo é dividido em quatro atos – “Gêneses ou Evocação”, “11º Mandamento: Toque de Recolher”, “Vila Damasco” e “Profecia” – que, segundo o dramaturgo, podem ser interpretados como capítulos de um livro sagrado ou como quatro faixas de um álbum de rap.

Em 2017, “Visitas ao Cão” fez uma apresentação de pré-estreia no Festival Nacional de Teatro do Mindelo, em Cabo Verde, África. O ator Gustavo Braunstein é fundador dos grupos teatrais “Núcleo Tumulto! de Investigação Cência” e “Onironautas”.

Ficha Técnica:

Texto e atuação: Gustavo Braunstein | Direção: Pablo Callazans dos Reis | Iluminação: Fagner Lourenço | Produção: Jéssica Policastri.



Não há eventos passados no momento!



Não há eventos passados no momento!



Não há eventos passados no momento!



Nossa programação também está no SP Estado da Cultura, ferramenta disponibilizada pelo Governo do Estado de São Paulo com os eventos de todos os equipamentos culturais do estado.

Agenda Seta Seta

 

O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign