Diáspora negra conectada: nigerianos dão curso online grátis de Cultura Yòrùbá

Publicado em: 09/10/2020

Por Miguel Arcanjo Prado

Quando foram forçados a vir para o Brasil nos terríveis porões dos chamados navios negreiros, os africanos escravizados trouxeram consigo uma rica cultura. Esta é parte fundante da cultura brasileira e permanece presente em nosso povo, sobretudo junto da população que descende da Diáspora Negra. E é importante que essa cultura seja reconectada com suas raízes africanas.

Presente sobretudo nas tradições ancestrais de matriz africana, a cultura Yòrùbá é de uma força imensa, força esta que a fez atravessar séculos e desumanas perseguições que permanecem até os dias atuais em nosso país. Mas, agora, os brasileiros têm chance única de valorizar este legado e se reconectar com a tradição Yòrùbá nigeriana, em um curso online grátis promovido pela SP Escola de Teatro em parceria com a MT Escola de Teatro.

Estão abertas até 11 de outubro, este próximo domingo, as inscrições para o curso Cultura e Práticas Yòrùbás, ministrado pelos artistas da Nigéria Segun Adefila e Bola Stephen-Atitebi, dois nomes importantes do teatro nigeriano contemporâneo. As aulas serão de 20 de outubro a 12 de novembro, às terças e quintas, das 14h às 16h.

O curso traça um panorama da história do povo Yòrùbá por meio de seus costumes, tradições, provérbios, rituais e práticas culturais. Os participantes serão estimulados a fazer conexões entre os conceitos ensinados e a sua própria exposição à cultura Yòrùbá nigeriana com a diáspora Yòrùbá no Brasil.⠀

Ministradas em inglês pelos artistas africanos, as aulas serão aptas também aos que não dominam o idioma, já que terão a interlocução e tradução da pesquisadora brasileira Mariana Queen Nwabasili, mestre em Meios e Processos Audiovisuais pela USP e estudiosa de identidades raciais, sociais e de gênero — além de trazer a ponte África-Brasil em sua própria origem, já que é filha de um nigeriano com uma brasileira.

Preciso, aqui, agradecer o auxílio incomensurável de Marcio Aquiles, nas Relações Internacionais, e de Marie Ikonomidis, da equipe de Extensão Cultural, na produção deste curso já histórico, além de todo apoio de Rodolfo García Vázquez e Bruna Tomaz, da MT Escola de Teatro.

É realmente uma chance imperdível de atravessarmos o Atlântico nas ondas digitais em busca de nossas origens.

Faça sua inscrição gratuita no curso Cultura e Práticas Yòrùbás!

Saiba mais sobre os artistas nigerianos:

Bola Stephen-Atitebi (Nigéria)
É uma artista performática, produtora, locutora e empreendedora. Já fez performances em diversos países dentro e fora da África, também esteve em turnê pelo Reino Unido e País de Gales e recentemente se apresentou no “Vrystaat Arts Festival” na África do Sul.Como diretora criativa do “Tell-a-Tale Production”, organização com foco na difusão da linguagem e cultura através da contação de histórias, estreou no festival “Pan African Creative Exchange”, realizado em 2019 na África do Sul, onde apresentou sua personagem ‘Iya Agba.Atualmente apresenta seu espetáculo solo ‘Esther’s Revenge ‘, produzido pela Pawstudios. Atua em 2020 no espetáculo africano-europeu The Art of Facing Fear, parceria da Cia. de Teatro Os Satyros (Brasil) com Darling Desesperados (Suécia).

Segun Adefila (Nigéria)
Vive e trabalha em Lagos, é um artista multidisciplinar, renomado coreógrafo, ator, cantor, diretor e artista performático. Seu primeiro encontro com as artes começou desde a infância em sua antiga cidade natal, Omu Aran, no estado de Kwara (centro-norte da Nigéria), onde quando criança dançava com máscaras durante festivais tradicionais.Esta formação influenciou muito sua arte como artista performático com uma notável consciência da potência das artes como ferramenta para transformação social. Em 1996 ele cofundou a”Crown Troupe of Africa”, companhia africana de teatro e dança da qual atualmente é diretor artístico. Atua em 2020 no espetáculo africano-europeu The Art of Facing Fear, parceria da Cia. de Teatro Os Satyros (Brasil) com Darling Desesperados (Suécia).

 

O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign