EN | ES

Intercâmbio à Vista

Publicado em: 07/12/2011

Da esquerda para a direita, o coordenador do curso de Sonoplastia Raul Teixeira, o diretor Marcos Malavia, o assessor da Diretoria Executiva Tato Consorti e o professor Antonio Janô conhecendo as instalações da SP Escola de Teatro (Foto: Arquivo SP Escola de Teatro)

 

Para o conhecimento não há fronteiras. Partindo dessa premissa, a equipe pedagógica da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sempre em busca de novas fontes de ensino. Os intercâmbios promovidos pela Escola, ao longo de seus dois anos de atividade, foram de grande valia não só aos aprendizes como, também, à própria Instituição.

 

O ano está quase acabando, mas as possibilidades de aprendizado apenas começaram. Na terça-feira (5), Marcos Malavia, fundador da Escuela Nacional de Teatro de Santa Cruz de la Sierra (Bolívia) e diretor teatral radicado na França há 20 anos, reuniu-se com o diretor executivo da SP Escola de Teatro Ivam Cabral, no prédio da Praça Roosevelt. 

 

“As expectativas para firmar relações que possibilitem intercâmbios como este são sempre grandes. Nós gostaríamos muito de proporcionar isso aos nossos aprendizes; eles, por sua vez, também estão interessados em compartilhar informações. Então, por que não juntarmos o útil ao agradável?”, ressalta Ivam.

 

Ontem (6), dando sequência à agenda paulistana, Malavia visitou a sede da SP Escola de Teatro, no Brás, acompanhado de Antônio Janô, diretor, ator, professor, pesquisador das práticas do ator e integrante do núcleo criador da Cia. Simples de Teatro.

 

No encontro, o diretor boliviano reiterou o desejo de estabelecer um diálogo entre as duas instituições, a partir de 2012, visando ao aprimoramento da formação de seus alunos, principalmente na área técnica: cenografia, figurino, sonoplastia e iluminação. O assunto foi discutido em reunião com o coordenador pedagógico da Escola, Joaquim Gama, com o coordenador do curso de Atuação, Francisco Medeiros, e com o assessor da Diretoria Executiva, Tato Consorti.

 

Ao término, Malavia comenta ter gostado do encontro e, ainda, que vê perspectiva de planos maiores. “Fiquei encantado com a proposta pedagógica da Escola e com as possibilidades de diálogos e de fortalecimento de uma rede sulamericana de pedagogia teatral.”

 

Consorti concorda e ressalta: “Acho fundamental a criação de uma rede que discuta a formação e a prática teatral na América do Sul. Apesar de estarmos muito próximos, geograficamente, um diálogo, de fato, ainda não ocorre. Ficamos muito voltados ao modelo europeu, sem perceber que há experiências pedagógicas inovadoras acontecendo aqui, muito perto”.

 
 
 
Texto: Jéssika Lopes



Relacionadas:

Uncategorised | 08/ 06/ 2017

COLUNA | "Antígona Beltrão – Heresias no palco", por Sergio Zlotnic

SAIBA MAIS

Uncategorised | 23/ 05/ 2017

Chá e Cadernos | Dois recados para evitar pesadelos

SAIBA MAIS

Palavra em cena | 23/ 03/ 2017

Palavra em Cena | Roswitha e Nelson

SAIBA MAIS

O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign