Extensão Cultural / INSCRIçõES ABERTAS

O Ator: Macunaíma – Biomecânica dos Ritos

Objetivo
A oficina foca na “Biomecânica dos Ritos e Teatro Fractal”, linguagem de trabalho do grupo Confraria de Elephantes – utilizada, por exemplo, em seu mais recente espetáculo, “Macunaíma”. O método consiste na preparação contínua do ator a partir de movimentos, como ritos de repetição, inspirados no teatro oriental. Através destes movimentos, o ator busca o despertar da consciência de sua própria respiração, para assim poder dominar suas emoções, tal como faz com seu corpo e voz. Desenvolvido pelo diretor Janssen Balgobin, o método busca ativar a percepção sensorial do homem a partir da ideia de que o ser humano não é só matéria física, estando ligado a outros campos de energia do universo.

Orientadores: Arthur Alavarse e Jorge Luiz Diaz

circle De 10 a 31 de outubro de 2018
Às quartas – Das 18h às 22h
Local: Sede da Casa do ABA (Acadêmicos do Baixo Augusta). Rua da Consolação esquina com Rua Rego Freitas, Centro, SP


INSCREVA-SE AQUI Seta Seta

Jorge Luiz Diaz
É budista-espiritualista terreno, ator, apresentador e produtor. Um dos fundadores da Cia. Confraria de Elephantes, propõe uma linguagem visceral, definida como teatro existencial, inspirada em ritos tibetanos, no método de Vsevolod Meyerhold e no método Janssen Balgobin. Com 4 anos de história, a companhia segue para seu 7° espetáculo.

A Confraria de Elephantes
Foi criada em 2013, a partir do encontro do diretor Janssen Balgobin com os atores Arthur Alavarse, Gustavo Merighi, Jorge Luiz Diaz e Lucas Scalco. O método “Biomecânica dos Ritos e Teatro Fractal”, desenvolvido pelo diretor, tornou-se o alicerce do trabalho da Confraria. Em 2015, o grupo inaugura com recursos próprios o Teatro Espaço Confraria, onde realiza os espetáculos “Osho – Cracks of Soul” e a primeira temporada de “Nelson: Ficção Não-Autorizada de um Pornográfico Apaixonado”. No ano seguinte, através de uma parceria do Governo do Estado de São Paulo e Poiesis, a Confraria de Elephantes ocupa a Oficina Cultural Casa Mário de Andrade, onde realiza a segunda temporada de “Nelson”. Em 2017, também por meio da parceria, a companhia apresenta “Nelson”, na Casa das Rosas; “Amazônia – Zona Imaginária”, no Porão da Casa Mário de Andrade; e “1917 – Há uma Gota de Sangue em cada Poema”.

Público
Atores e não atores interessados na expansão de si mesmos. Acima de 15 anos. 25 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 6 de setembro a 2 de outubro
Aprovados: 5 de outubro
Matrícula online: 8 de outubro

Esta oficina é uma parceria da SP Escola de Teatro e a Casa do Baixo Augusta


Produção cultural contemporânea, programação e curadoria II

O curso de produção cultural contemporânea/programação e curadoria II constitui um programa de formação, cujo papel principal é de atualizar e produzir conhecimentos na área da gestão cultural. É organizado em módulos autônomos acerca do tema. O programa é voltado a estudantes, gestores culturais, pesquisadores, artistas e profissionais das artes, programadores culturais, curadores e demais interessados.

Orientador
: Fabio Maleronka

circle De 3 de outubro a 13 de dezembro de 2018
Quartas e sextas – Das 19h30 às 22h30
Local: Sede Roosevelt / Praça Roosevelt, 210 • Centro


INSCREVA-SE AQUI Seta Seta

Fabio Maleronka
É mestre em Estudos Culturais pela Universidade de São Paulo-USP (2017). Graduado em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo-USP. Foi Diretor Geral de Programação e Eventos da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo (2013-2016), onde foi responsável pela implantação do Circuito Municipal de Cultura da cidade de São Paulo. Organizou programação da Oca em 2016 e foi curador da Virada Cultural em 2014 e 2015. Pertenceu ao Conselho Gestor do Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer (2013 2016). Também foi membro do Conselho de Administração da Spcine – Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo no período de 2015 a 2017. Em 2010 foi curador e diretor da série Produção Cultural no Brasil que resultou em 4 livros e mais de 100 vídeos, tornando público o pensamento de importantes agentes da cultura brasileira. Iniciou a carreira no Sesc Rio de Janeiro, com elaboração de projetos culturais com destaque para o projeto Geringonça que se consolidou e completou 10 anos gerando diversas publicações. Foi consultor do Ministério da Cultura em Brasília, pelo Centro de Gestão e Assuntos Estratégicos durante a gestão Gilberto Gil. Atualmente é curador da série de debates História da Política Cultural no Brasil no Centro de Pesquisa e Formação do SESC SP.

Público
Acima de 18 anos, estudantes, gestores culturais, pesquisadores, artistas e profissionais das artes, programadores culturais, curadores e demais interessados no tema. 35 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 14 a 26 de setembro
Aprovados: 28 de setembro
Matrícula online: 1º de outubro


Cinema da boca por quem fez a boca

A oficina propõe iniciar os participantes no universo da produção audiovisual por meio dos procedimentos básicos de criação do roteiro, realização de um curta-metragem abordando o processo de produção, finalização, exibição e debate, tendo como referência os métodos de produção, realizadas nos moldes da Boca Paulista de Cinema, onde os participantes aprendem fazendo. Teoria e prática são vias de mão dupla.

Orientadores: Nicole Puzzi e Diogo Gomes dos Santos

circle De 9 de outubro a 13 de dezembro de 2018
Terças e quintas – Das 19h30 às 22h30
Local: Sede Roosevelt / Praça Roosevelt, 210 • Centro


INSCREVA-SE AQUI Seta Seta

Nicole Puzzi
É atriz. Estreou no Cinema Paulista aos 17 anos, no filme “Possuídas Pelo Pecado”, sob direção de Jean Garret, ao lado de David Cardoso. Atuou em cerca de 30 filmes, com grandes diretores, como Walter Hugo Khoury e Bruno Barreto, entre outros. Como observadora da Rua do Triumpho, escreveu o livro, “A Boca De São Paulo”, uma visão pessoal do cinema paulista dos anos 1970 e meados de 80. Participou de várias novelas, com destaque para Barriga de Aluguel na TV Globo.
Escreveu e dirigiu “Estranhas Ocasiões”, com Raimundo de Sousa e “Uma Por Todas” e “Salve–se Quem puder”, entre outras. Atuou com Paulo Autran em “Tartufo”. Foi dirigida por Bibi Ferreira em “Meno Male” com Juca de Oliveira, “Procura-se um Namorado” com Eri Johnson e mais 18 peças. Morou na Itália, fez vários cursos de teatro (direção e atuação) e de cinema no Campus Cinecittà Roma e na Scuola Internazionale Di Teatro. É membro do Memorial do Cinema Paulista.
Atualmente, esta em cartaz com a peça Transex, texto e direção de Rodolfo Garcia Vázquez.

Diogo Gomes dos Santos
É graduado em História, pós-graduado em Estudos Literários (Lacto Sensu), cineclubista, cineasta, distribuidor e exibidor cinematográfico. Foi presidente da Federação Paulista (1982/1983) e do Conselho Nacional de Cineclubes (1984/1986). Um dos fundadores do Cineclube Bixiga. Fundou e editou o Jornal Imagemovimento, 1984/1986, a revista CineClubeBrasil, 2003; criou e dirigiu os programas de TV Heim! e CineclubeBrasil. Diretor e roteirista com mais de 30 filmes. Criou em 2018 a Escola Livre de Cinema e Audiovisual de São José dos Campos.

Público
Interessados acima de 18 anos. 35 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 14 de setembro a 1º de outubro
Aprovados: 5 de outubro
Matrícula online: 8 de outubro

*Os alunos não precisam ter experiência, ou ter equipamento, contudo quem possuir e desejar pode utilizar esses, mas deverá compartilhar com os demais participantes.


Dança e corpo vertical III

Ampliar, democratizar e investigar o acesso e o conhecimento de estudantes sobre a dança vertical.

Orientador: Cristiano Cimino

circle De 15 de outubro a 17 de dezembro de 2018
Segundas e quartas - Das 15h às 18h
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210, República


INSCREVA-SE AQUI Seta Seta

Cristiano Cimino tem sua carreira marcada pelo diálogo entre três artes: circo aéreo, teatro e cinema. O resultado é a criação de uma coreografia de dança vertical com um corpo performático que trabalha com uma linguagem entre o movimento, a imagem e o corpo. Atualmente, ele dirige o seu núcleo artístico — a Cia. Base —, que executa espetáculos aproveitando a arquitetura urbana e espaços não convencionais. Algumas destas montagens já puderam ser vistas na fachada da SP Escola de Teatro durante edições do Festival Satyrianas.

Público
Artistas iniciantes e avançados, entre 18 e 40 anos. 25 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições:de 18 de setembro a 4 de outubro
Aprovados:8 de outubro
Matrícula online: 9 de outubro

*algumas aulas acontecerão em nossa Sede Brás (Av. Rangel Pestana, 2401), os alunos serão avisados com antecedência.


Oficina criativa aplicada ao teatro

A partir de exercícios concretos, os participantes terão habilidades para escrever uma fábula eficiente com estrutura para formar um espetáculo teatral.

Orientador: Reinaldo Montero

 

circle De 15 a 19 de outubro de 2018
Segunda a sexta - Das 19h às 22h
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210, República


INSCREVA-SE AQUI Seta Seta

Reinaldo Montero (Cuba) é romancista, dramaturgo e roteirista cubano com Licenciatura em Filologia pela Universidade de Havana. Autor da saga narrativa ‘Septeto Habanero’ e de cerca de outras vinte peças teatrais, já recebeu inúmeros prêmios e reconhecimentos internacionais por seu trabalho. Já foi jurado e deu conferências e workshops em muitos países.

Público
Acima de 18 anos. Dramaturgos ou interessados ​​em escrever para a cena, que tenham lido a tradução em português da peça ‘Macbeth’, de Shakespeare. 20 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: de 18 de setembro a 4 de outubro
Aprovados: 9 de outubro
Matrícula online: 10 de outubro





O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign