Em Cartaz / EVENTOS PASSADOS

FILTRAR POR:
  • Todos
  • Teatro

Teatro

Ontem Eu Te Amo…

(Foto: Letícia Godoy/Divulgação)

Um homem e uma mulher se encontram numa pacata estação de trem. Eles parecem não se conhecer, mas, mal iniciado o diálogo, se beijam apaixonadamente. No entanto, embora tenham se permitido viver o momento presente, o tempo os castigará de maneira impiedosa em “Ontem Eu Te Amo…”, da Cia. Teatro de Romance. O espetáculo cumpre temporada na SP Escola de Teatro entre 8 e 25 de fevereiro.

Escrita por Denis Antunes, que contracena com a atriz Gabrielle Araújo, a peça mostra o fugaz encontro entre Henrique e Valentina, conduzido por diálogos que ora sugerem flertar com o idealismo romântico, ora conduzem as personagens de volta ao chão, para um embate entre desejos e dissimulações.

O berço, a família, o casamento, a traição, o sexo, a religião, o medo e o desejo constroem o cenário para o embate romântico. Se o primeiro beijo é o ápice do encontro de amor, como é possível seguir adiante depois? Aqui, ninguém sairá ileso da efemeridade do amor à primeira vista.

Ficha técnica:
Autor: Denis Antunes | Direção: Leandro D’Errico | Elenco: Gabrielle Araujo e Denis Antunes | Figurino: Cris Matsuoka | Cenário: Aline Sousa | Iluminação: Leandro D`Errico e Luiz Murillo | Produção Geral: Gabrielle Araujo | Assistente de Produção: Federico Torres | Fotos: Letícia Godoy | Realização: Cia Teatro de Romance e Caboclas Produções

Caecus

(Foto: Divulgação)

A partir de 8 de março, a Cia. Los Puercos encena “Caecus”, seu mais recente espetáculo, na sede Roosevelt da SP Escola de Teatro. Abordando tópicos latentes e atuais, como violência contra a mulher e a ditadura militar, a peça cumpre temporada até 25 de março, com sessões sextas, sábados e segundas, às 21h; e domingos, às 19h. Os ingressos custam R$ 20 e R$ 10.

Além de machismo e ditadura, o espetáculo também levanta discussões sobre as lutas antimanicomial e LGBT. E, para abraçar tópicos tão diferentes entre si, “Caecus” se apoia na linguagem do teatro documentário, apresentando cenas independentes, mas que refletem o que a Cia. Los Puercos vê como a atual situação da sociedade brasileira.

O texto, criado de forma coletiva, se baseia em situações reais, ao mesmo tempo cotidianas e ignoradas — vem daí o nome da peça, que em latim significa “cegos”. No elenco estão os atores Eluane Fagundes, Giovanna Marcomini e Nathalia Nigro. A direção da montagem é assinada por Luiz Campos.



Nossa programação também está no SP Estado da Cultura, ferramenta disponibilizada pelo Governo do Estado de São Paulo com os eventos de todos os equipamentos culturais do estado.

Agenda Seta Seta

 

O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign