Cursos Regulares / APRENDIZES



Atuação
Aléx da Silva Santos

Aléx da Silva Santos

O grande sonho de infância de Aléx da Silva Santos era ser jogador de futebol, mas hoje em dia, treina trapézio, tecido acrobático e come bastante pizza, coisas que o deixam tão feliz quanto ter por perto sua família, namorada e amigos. Se tivesse poderes mágicos, os utilizaria para trazer essa galera para dar aquele apoio no processo de seleção da SP Escola de Teatro, já que outra coisa que o deixa bastante feliz é poder estar sempre no palco.

Alline Alves Santana

Alline Alves Santana

Alline Alves Santana cresceu em uma rua de terra, e ainda hoje prefere lugares parecidos com esse na cidade de São Paulo, onde se sente criança novamente e pode se lembrar das exposições que fazia na infância pela sua casa, com desenhos rabiscados que vendia por alguns centavos. No meio dessas exposições, adorava dançar, cantar e fazer teatro, coisas que ainda tem prazer em fazer até os dias de hoje. E, se todas essas coisas vierem acompanhadas de um sorriso, então, a felicidade é completa.

Ana Carolina Marinho Dantas

Ana Carolina Marinho Dantas

Ana Carolina Marinho Dantas sonhava viver de teatro em um grande circo itinerante, em que pudesse viajar sempre, conhecer pessoas novas e lugares diferentes. Hoje, quando pode dar uma escapadinha não vai ao circo, mas ao cinema e ao teatro, além de passear pelos bosques e parques da cidade. Se o programa é fora de São Paulo, escolhe o Nordeste do País, onde pode saborear um delicioso escondidinho de macaxeira com carne de sol, seu prato favorito.

Ariane Alves dos Santos

Ariane Alves dos Santos

Ariane Alves dos Santos adora escrever poesias, estar com os amigos, andar pelas ruas da cidade de São Paulo e não perde a oportunidade de passar sempre pelos seus locais preferidos na cidade, a Estação da Luz, a Sala São Paulo e o Teatro Municipal. Em suas caminhadas, adora ir a muitos restaurantes diferentes, mas nenhum deles possui o seu prato favorito: arroz, feijão, mandioca e carne de panela, tudo, de preferência, preparado pela sua amada mãe.

Daniele Aoki

Daniele Aoki

Estar acompanhada dos amigos mais próximos é o que Daniele Aoki mais gosta, aproveitando assim, esse tempo, para ter uma boa conversa, com muita risada e descontração. Se esses mesmos amigos estiverem com ela em uma praia sem muita gente, sua alegria será completa. Poderiam inclusive fazer uma festa a fantasia, onde ela, com uma roupa branca, se vestiria de vela. Sem a presença dos amigos, o que lhe resta a fazer é ir a casas de shows ou a algumas livrarias.

Diogo Bueno da Silva

Diogo Bueno da Silva

Sempre que arranja um tempinho livre, Diogo Bueno da Silva aproveita para assistir a filmes ou para ler um bom livro. Estar acompanhado da família e dos amigos nesses momentos de folga o deixa muito feliz, ainda mais se podem, juntos, saborear algumas de suas guloseimas favoritas: brigadeiro e pudim de leite condensado. Mas, se o programa for fora de casa, a opção é um show, um cineminha ou uma peça, três de seus programas favoritos na cidade de São Paulo.

Edilson Fernando Gomes Lopes

Edilson Fernando Gomes Lopes

Quando Edilson Fernando Gomes Lopes foi ao teatro pela primeira vez, assistiu a uma peça infantil de qualidade duvidosa, mas mesmo assim ficou tão encantado que decidiu ser ator. É com esse mesmo gosto por coisas que a maioria não suportaria, que adora o trânsito, o estresse, as distâncias e dificuldades para atravessar a cidade de São Paulo. Quando não está se divertindo preso no trânsito, certamente estará comendo uma deliciosa lasanha, seu prato preferido.

Érik Vinicius de Moura

Érik Vinicius de Moura

Bob Dylan, Cat Stevens e Frank Sinatra são alguns dos artistas que Érik Vinicius de Moura adora ouvir quando consegue um tempinho de folga. Sempre com o ouvido afinado, e pronto para muita diversão, escolheria ir vestido de Fantasma da Ópera em uma festa a fantasia. Se essa festa fosse regada a muita comida italiana ou se fosse realizada em algum dos prédios antigos com bela arquitetura do centro da cidade de São Paulo, seria ainda mais divertido.

Juliana Aparecida Spadot

Juliana Aparecida Spadot

Ser modelo para poder namorar o príncipe William era o sonho de infância de Juliana Aparecida Spadot, que adora deitar para dormir com a sua gata, principalmente se esse sono vier depois de ter se deliciado com uma suculenta feijoada. Já acordada, se vestiria majestosamente de Mulher Maravilha para ir a uma festa a fantasia, onde poderia fazer o que mais gosta e a deixa realmente feliz, atuar, além, é claro, de dançar e se divertir bastante.

Lucas Rezende França

Lucas Rezende França

Estar rodeado de pessoas boas que podem ensiná-lo e, ao mesmo tempo, aprender com ele deixam Lucas Rezende França muito feliz. Ele adora também ler, ouvir música, assistir a peças de teatro e ficar sem fazer nada, olhando para o céu. Melhor ainda quando o céu contemplado for o do Parque Villa-Lobos ou da Praça Roosevelt, lugares favoritos dele na cidade de São Paulo. Encantado pelo céu, chegou a sonhar ser piloto de avião, quando criança, mas também cogitou a possibilidade de ser advogado ou cantor.

Mariana Bragamonte Brum 

Mariana Bragamonte Brum 

Mariana Bragamonte Brum tem uma ligação muito forte com a natureza e com o mar, por isso adora ir à praia e ao Parque Ibirapuera, em São Paulo, lugares belos e tranquilos. Por essa ligação com o verde, se fosse uma bruxa, transformaria cada carro da cidade numa árvore ou numa bicicleta! Com tanta criatividade, na infância, sonhava ser escritora e fazia orçamento em editoras para a publicação de seus “livros”. Enquanto isso, suas bonecas eram as únicas que ganhavam seus livrinhos de papel grampeados.

Marina Silva e Santos

Marina Silva e Santos

Em seu tempo livre, Marina Silva e Santos gosta de ouvir seu grupo de música preferido “É o Tchan” e ficar imaginando como seria um novo disco lançado por eles com participações especiais. Desde criança, sonhava fazer parte do grupo. É tão fã deles que, se fosse convidada a uma festa a fantasia, não teria dúvidas, se vestiria de Carla Perez. Até na hora de viajar, o ritmo do grupo é inspirador, assim, Salvador é seu destino favorito.

Nadia Moraes Verdun

Nadia Moraes Verdun

“Eu te amo” é o que Nadia Moraes Verdun  diria para cada um de seus verdadeiros amigos e familiares, diante do fim do mundo. Ela, que desde a infância até os dias de hoje tem o sonho de ser atriz, não tem paciência para pessoas medíocres, hipócritas e chatas. Chatices à parte, ela adora conhecer pessoas diferentes e ter vivências inesquecíveis, por isso, sempre que pode, viaja para lugares exóticos. Porém, é na tradicional cozinha italiana que encontra seus pratos favoritos: pizzas e espaguetes.

Nilton Pereira de Castro Melo

Nilton Pereira de Castro Melo

Olhar para trás e saber que não faria nada diferente do que fez até hoje é a felicidade de Nilton Pereira de Castro Melo, que adora ler, escrever, ver filmes, ir ao teatro e estar com família e amigos. Atividades diferentes daquelas que seus sonhos de infância incluíam. Queria ser diplomata e desejava aprender vários idiomas para poder percorrer diferentes países do mundo. Ainda hoje, para ele, o importante é viajar e conhecer novos lugares, não importa o destino.

Priscila Teresa Gomes dos Santos Silva 

Priscila Teresa Gomes dos Santos Silva 

Priscila Teresa Gomes dos Santos Silva tinha dois sonhos quando criança: ser desenhista e pianista. Atualmente, gosta mesmo é de ficar em casa e aproveita seu tempo livre para ver um bom filme e receber os amigos. Quando decide sair, vai caminhar pela Avenida Paulista, centro financeiro da cidade, onde, se o mundo fosse acabar, aproveitaria para pedir um empréstimo. Com o dinheiro, viajaria à Europa com sua mãe, para demonstrar o quanto a ama.

Renata Martins Dias Konsso

Renata Martins Dias Konsso

Quando criança, Renata Martins Dias Konsso assistia a desenhos animados e sonhava dublar cada um de seus personagens preferidos. Hoje, amadurecida, prefere passar o tempo livre ouvindo uma boa música ou lendo um bom livro, mas não dispensa boas gargalhadas com os amigos. Esse encontro divertido pode ser no Parque Ibirapuera, seu lugar preferido em São Paulo, ou em Campos do Jordão, para onde gosta de viajar.

Renato Caetano de Jesus

Renato Caetano de Jesus

Ser arqueólogo era o sonho de infância de Renato Caetano de Jesus. Hoje, decidido a viver de arte, usa seu tempo para desenhar e aproveita as folgas para assistir a séries de tevê e filmes. Sabendo que o mundo iria acabar, faria seus últimos desenhos, tocaria sax nas ruas e curtiria até o final seus amigos e sua família que, aliás, são as pessoas que o deixam realmente feliz.

Sandra Regina Vilchez da Silva

Sandra Regina Vilchez da Silva

O que Sandra Regina Vilchez da Silva mais gosta de fazer quando tem uma folga é passear com seu cachorro. Na cidade de São Paulo, o lugar favorito para levá-lo é o Pátio do Colégio. Quando quer sair de São Paulo, porém, sempre escolhe uma das muitas praias do litoral brasileiro. Lugares onde ela pode saborear sushis e sashimis fresquinhos, sua predileção gastronômica.

Thais Ribeiro Santos Silva

Thais Ribeiro Santos Silva

Desde a infância, Thais Ribeiro Santos Silva sonhava ser atriz, mas também quis ser professora e até uma fada. Hoje, mantém apenas o teatro como seu objetivo. E fica feliz em criar, seja um texto inteiro ou uma cena. Por estar fazendo o que gosta, considera-se uma pessoa feliz, que passa seu tempo livre com a família, amigos e que gosta de piquenique no parque porque lhe faz bem estar em contato com a natureza.

Valmir Martins da Silva Júnior

Valmir Martins da Silva Júnior

Ser um super-herói era o sonho de infância de Valmir Martins da Silva Júnior, mas apenas para fazer muitas coisas extraordinárias com os seus poderes. Hoje em dia, seu principal objetivo seria salvar o mundo, principalmente da hipocrisia e de gente que não sabe se colocar no lugar dos outros. Durante essa difícil missão, arranjaria um tempinho para saborear algumas deliciosas e apetitosas pizzas e para passear pelos arredores da Avenida Paulista e do centro.

Valter Bastos de Almeida

Valter Bastos de Almeida

Valter Bastos de Almeida, sempre que tem oportunidade, fica muitíssimo feliz e realizado em fazer diversas coisas que lhe dão prazer. Dentre elas, ir à Avenida Paulista, seu lugar preferido na cidade de São Paulo; saborear um bom prato de massas ou qualquer uma das comidinhas feitas com carinho por sua mãe. Ailás, ama tanto sua mãe que seria ela que escolheria para abraçar e dizer tudo o que sente, se soubesse que o mundo está acabando.

Cenografia e Figurino
Alessandra Altina Siqueira Gonçalves Tafuri

Alessandra Altina Siqueira Gonçalves Tafuri

Alessandra Altina Siqueira Gonçalves Tafuri gosta de todos os lugares da cidade de São Paulo, mas tem uma quedinha especial pelo centro. Adora viajar a qualquer lugar, desde que esteja acompanhada pelos amigos. Age como se o mundo já estivesse acabando e corre atrás de todos os seus sonhos. Muitas coisas a deixam feliz, como criar, ver bons filmes e peças, amar; gosta de sorrisos sinceros e sonhos realizados. Somente a indiferença com o próximo a faz perder a alegria.

Alexandre Martins Ferraz

Alexandre Martins Ferraz

Quando Alexandre Martins Ferraz tem um tempo livre, gosta de viajar para regiões de Mata Atlântica ou montanhosas. Porém, se o tempo é curto, ele o utiliza para ler propostas artísticas enquanto saboreia uma pizza, que é sua preferência gastronômica. Também gosta de criar e produzir roteiros. Aliás, é criando que se sente mais feliz. Mas, se fosse um bruxo, sua criação toda seria voltada para o controle dos ventos.

Aline Delouya

Aline Delouya

Quando criança, o sonho de Aline Delouya era voar. Hoje, se pudesse sobrevoar a cidade de São Paulo, seu pouso certeiro seria na Serra da Cantareira, seu lugar favorito na cidade, ou voaria de balão sobre a China e o Egito. Com uma varinha mágica nas mãos, colocaria mais verde no mundo. Sem poderes mágicos, quando tem um tempinho livre, gosta mesmo de andar sem rumo pela cidade, fotografar, ler, tocar violão, ir a exposições e ao teatro.

Aline Guimarães

Aline Guimarães

Aline Guimarães acredita que para ser feliz e aproveitar bem os dias, deve-se sempre valorizar aquilo que se ganha ou conquista, seja um sorriso ou uma bala. E esta futura cenógrafa gosta de aproveitá-los, sobretudo, na praia onde pode acampar e soltar a imaginação, improvisando móveis e idealizando uma verdadeira “casinha”. Apesar de dar preferência à praia, adora qualquer passeio, desde um simples piquenique, a um sofisticado salto de paraquedas.

Ana Giulia Forte Turatto

Ana Giulia Forte Turatto

Quando tem um tempinho livre, Ana Giulia Forte Turatto adora ir ao teatro, ao cinema e a exposições de arte. Não por acaso, seu lugar favorito na cidade de São Paulo é a Avenida Paulista. Mas, quando consegue umas férias, seu lugar escolhido é o interior de Minas Gerais. Estas viagens lhe trazem uma sensação de liberdade que a deixam muito feliz. E felicidade é um estado que ela encontra também em festas divertidas. Naquelas em que pode se fantasiar gosta de usar um figurino de dançarina de cabaré.

Benedito Ferreira dos Santos Neto

Benedito Ferreira dos Santos Neto

Uma característica curiosa, porém afinada com sua futura profissão, define Benedito Ferreira dos Santos Neto: gosta de trocar os móveis do apartamento de lugar. Aliás, para ficar feliz basta entrar em casa e constatar que seus objetos estão distribuídos na estante. É, além disso, um observador atento às cores de seu bairro preferido em São Paulo, a Vila Mariana. Gosta de desenhar, ler e escrever. Inclusive, um poema seria a realização que escolheria fazer, caso estivesse diante do fim do mundo.

Bruno Alves Manso

Bruno Alves Manso

Bruno Alves Manso, desde criança, sempre sonhou ser desenhista. Hoje, além de continuar desenhando, ouve muita música em seu tempo livre, e sua playlist vai da bossa nova ao rock’n’roll. Quando entra no ritmo das férias, vai para Campos do Jordão. Se fica em São Paulo, vai à Rua Augusta, onde, como na música, encontra diferentes estilos. E se considera uma pessoa feliz, porque as pessoas que ama nunca o decepcionam e só lhe trazem felicidade.

Claudevan Pedro do Carmo

Claudevan Pedro do Carmo

Quando tem tempo livre, Claudevan Pedro do Carmo adora pintar e caminhar pelo centro de São Paulo, admirar grandes obras arquitetônicas e descobrir novos cantinhos pelas vias movimentadas da cidade. Uma de suas preferências é a região na qual mora, a Praça Roosevelt. Mas, quando o passeio é fora da capital, prefere locais com culturas completamente diferentes da sua, como Japão e Índia.

Daiana Cristina Marques Lima

Daiana Cristina Marques Lima

Uma das brincadeiras preferidas de Daiana Cristina Marques Lima, em sua infância, era ensaiar passos de dança, pois sonhava ser uma grande bailarina. Atualmente, quando tem um tempo livre, além de dançar, gosta de fazer muitas coisas, entre elas, preparar uma saborosa lasanha de espinafre, um de seus pratos prediletos. Receita que aprendeu em uma de suas viagens para o interior do Estado de São Paulo, o destino que sempre escolhe em suas férias.

Erika Santana de Oliveira Neves

Erika Santana de Oliveira Neves

Acordar de madrugada e tomar ônibus lotado deixa Erika Santana de Oliveira Neves triste e de mau humor. Piora ainda se o trânsito está congestionado. Por isso mesmo, quando tem um tempo livre, gosta de parar tudo e ficar sem fazer nada. Mas, além disso, seu humor melhora muito quando passeia pelo centro da cidade, a região que mais curte em São Paulo, e pode saborear uma pizza de quatro queijos com suco de acerola e um bolo de maracujá com chocolate branco de sobremesa.

Guilherme Catofaroni Guedes

Guilherme Catofaroni Guedes

Quando criança, Guilherme Catofaroni Guedes desenhava castelos. E sonhava construir cada um deles. Hoje, diante de um hipotético fim do mundo, apenas tentaria pintar com muitas cores todos os prédios antes que ruíssem. Isso porque fica feliz ao imaginar que pode transformar desejos em cores e imagens. Em contrapartida, fica bem triste se não pode colocar sua criatividade em prática.

Hugo Cabral Carneiro

Hugo Cabral Carneiro

Na infância, Hugo Cabral Carneiro sonhava ser um príncipe, morar em um castelo com um enorme jardim e andar a cavalo durante todo o dia. Hoje, longe das fantasias infantis, se tivesse os poderes de um bruxo, apenas gostaria de voar. Enquanto não é possível alçar vôo, procura ser feliz ouvindo uma boa batucada e sambando. Por isso, se o mundo fosse acabar, reuniria os amigos para uma grande festa, embalada por músicas e vídeos que baixa na internet em seu tempo livre.

Isadora Almeida Simões

Isadora Almeida Simões

Isadora Almeida Simões gosta de ocupar seu tempo livre lendo, dançando ou assistindo a um bom filme, mas o que a deixa realmente feliz é poder se reunir com seus amigos em uma das praças da cidade para bater papo e sentir o sol no rosto. Assim, os dois lugares que mais gosta em São Paulo são grandes espaços ao ar livre, entre eles, a Praça da República e o Vale do Anhangabaú. Sempre inspirada pela natureza, se fosse a uma festa a fantasia, iria de fada da floresta.

Marcela Souza de Matos Piacentini

Marcela Souza de Matos Piacentini

Durante a infância, Marcela Souza de Matos Piacentini sonhava encontrar um lugar onde pudesse gritar muito alto para descobrir  o limite de sua voz. Atualmente, menos ruidosa, prefere observar as pessoas e pensar na vida, sempre que dispõe de tempo livre. Além disso, também gosta de exercer sua criatividade na cozinha, onde experimenta novos sabores. Também, em seus momentos de lazer, gosta de passear no Jardim Botânico ou na Avenida Paulista.

Margarita María de los Milagros Hernández Pachón

Margarita María de los Milagros Hernández Pachón

Cinéfila de carteirinha, Margarita María de los Milagros Hernández Pachón, sempre que tem um tempo livre, vai ao cinema, onde se diverte muito com as aventuras e histórias a que assiste na tela, mesmo que estas envolvam brigas. Agora, se a briga for na vida real ou se ela estiver envolvida, ela fica muito triste. Quando não está na sala de projeção, porém, pode ser encontrada no Parque Ibirapuera, seu lugar predileto na cidade.

Paloma Elisa Cassiano

Paloma Elisa Cassiano

O sonho de criança da Paloma Elisa Cassiano era ser aeromoça. Depois que cresceu, passou a dedicar seu tempo livre a ler, dançar e desenhar. Se soubesse que o mundo iria acabar, ela sentaria como espectadora e apreciaria o espetáculo do fim. Mas se tivesse uma varinha de condão e poderes mágicos, inventaria uma poção da alegria e a distribuiria para o mundo todo. Sendo assim, fica fácil imaginar o que ela vestiria para ir a uma festa a fantasia: uma roupa de fada!

Reginaldo Francolino

Reginaldo Francolino

Quando criança, Reginaldo Francolino sonhava ser artista plástico. Ainda hoje, adora desenhar e ler. Quando tem uma folga, e não está lendo ou desenhando, não perde a oportunidade de estar com a família em casa, para ele, o melhor lugar da cidade de São Paulo. É em casa, também, que saboreia bolinho de arroz, uma de suas predileções gastronômicas.

Vanessa Alves da Silva

Vanessa Alves da Silva

Se tem um lugar para onde Vanessa Alves da Silva gosta muito de viajar é a Bahia. É lá que se sente realmente feliz, principalmente se seus amigos e familiares estiverem com ela. Porém, quando está em São Paulo, procura se divertir no centro da cidade, seu lugar favorito. Criativa, desde criança sonhava trabalhar com arte, por isso, hoje, talvez confeccionaria sua própria roupa de macaco, caso fosse convidada para uma festa a fantasia.

Direção
André de Araújo

André de Araújo

Ser contratado pela Marvel (popular editora de HQs) para desenhar histórias em quadrinhos era o sonho de infância de André de Araújo. Hoje, se o mundo fosse se extinguir, “grudaria” em seu filho e, juntos, visitariam as pessoas mais importantes da vida de ambos, pela última vez. Se fosse um bruxo, fundaria uma confraria, na qual, junto a outros magos, criaria muitos feitiços. Um prato de macarronada com muito queijo e, de sobremesa, torta de limão, é uma combinação que o deixa muito feliz.

Arthur Coutinho Moreau

Arthur Coutinho Moreau

Além de estudar e fazer teatro, o que deixa Arthur Coutinho Moreau mais feliz é tomar conhecimento de coletivos que conquistaram seus objetivos de forma democrática. Por outro lado, o que o deixa mais triste, é se deparar com animais abandonados e pessoas que não têm acesso à moradia, alimentação e educação, por isso, se tivesse os poderes de um bruxo, ajudaria a polícia a prender os corruptos.

Bruno Ribeiro Carboni

Bruno Ribeiro Carboni

Bruno Ribeiro Carboni, na infância, primeiro sonhava ser astrônomo; depois, ser químico; e, na sequência, ator. Atualmente, em seu tempo livre, gosta de trocar ideias “pseudo” filosóficas com os amigos num bar. Na hora de escolher seu destino para viagens, prefere ir à França. Ou a Franca, o que é mais fácil, brinca. Seu prato favorito é capeletti, lasanha, ou qualquer outra massa. E se o mundo fosse acabar? Se sentaria numa encosta e apreciaria o “show”.
Camila Oliveira Silva

Camila Oliveira Silva

Quando era criança, Camila Oliveira Silva sonhava ser arqueóloga, descobrir segredos de civilizações antigas. Agora, ela passa seu tempo livre em salas de cinema. Em São Paulo, pode ser vista em seus lugares prediletos: os parques Ibirapuera e da Aclimação, onde fica em contato com a natureza. Mas não dispensa um passeio pelas calçadas cercadas de arranha-céus da Avenida Paulista. E, nas férias, sua opção é descansar em alguma praia, onde pode saborear qualquer prato com muita pimenta.

Cristiano Paulino Dantas

Cristiano Paulino Dantas

Quando era pequeno, Cristiano Paulino Dantas queria poder voar e tocar as nuvens. Sonhava ser invisível. Atualmente, usa seu tempo livre para ler, escrever textos e ouvir música, ir ao teatro e ao cinema. Quando está em férias, viaja ao sul do País, para rever amigos e familiares. Seu prato favorito é lasanha à bolonhesa. A injustiça social e discriminação, seja por raça, sexo ou cor, são as coisas que mais o entristecem na vida.

Durval de Campos Montovaninni Junior

Durval de Campos Montovaninni Junior

Durval de Campos Montovaninni Junior, quando criança, sonhava ser o personagem Tintim, do desenho infantil “As Aventuras de Tintim”. Talvez, inspirado por Tintim, ainda hoje, ele goste muito de viajar, a qualquer lugar. O que importa é a viagem. Ao contrário dos destinos incertos, na hora de comer, ele é decidido: prefere a massa italiana. Além de comer, viver é seu grande prazer. Porém, se soubesse que o mundo iria acabar, esperaria o final aproveitando outros prazeres da carne.
Edelsio Alves da Silva Júnior

Edelsio Alves da Silva Júnior

Quando era criança, Edelsio Alves da Silva Júnior acreditava que poderia ser o que quisesse, principalmente ao ser chamado de “campeão” por seu pai. Aí sim ele tinha certeza mesmo. Hoje, mais realista, fica feliz quando aprende ou reaprende, em seu processo de crescimento. Dependendo do humor, ficaria entre Chaplin ou Wolverine, numa festa a fantasia.

Eduardo Gutierrez de Sousa

Eduardo Gutierrez de Sousa

Tocar bateria numa banda de rock era o sonho de infância de Eduardo Gutierrez de Sousa. Hoje, suas paixões são outras: a família e os amigos. Gosta tanto deles que o que o deixa mais feliz é olhar em seus olhos e ver que está tudo bem, mesmo após algum desentendimento. Sensível, se o mundo fosse acabar, escolheria algumas poucas pessoas para pedir perdão e dizer “eu te amo”.

Emerson Anunciação

Emerson Anunciação

Emerson Anunciação gosta de São Paulo e daAvenida Paulista, reduto de todas as tribos, mas, quando tem um tempo livre, prefere estar em contato com a natureza e escrever, sendo assim, na hora de arrumar as malas, sempre escolhe locais com cenários naturais e boas opções culturais. E, feliz da vida, assiste ao por do sol, toma um banho de cachoeira e observa os animais.

Fabiano Barbosa Muniz

Fabiano Barbosa Muniz

O sonho de criança de Fabiano Barbosa Muniz era ter um circo e ser mágico. Hoje, longe do picadeiro, gosta de conversar, ler um bom livro, ouvir música, caminhar e escrever, além de observar as pessoas para inventar histórias e personagens para a vida delas. Ainda que seus lugares prediletos em São Paulo sejam o centro velho da cidade e a Bela Vista, escolheria uma árvore, em frente à sua casa, para reunir os amigos em uma grande festa, caso o mundo fosse acabar.

Fernando Machado Mangarielo 

Fernando Machado Mangarielo 

Se o mundo fosse acabar Fernando Machado Mangarielo gostaria de reunir todos os seus conhecidos e amigos para recordar as suas experiências e refletir sobre sobre a vida. Enquanto isso não acontece, porém, ele gosta de viajar para lugares desconhecidos, onde possa passar o tempo livre lendo e discutindo assuntos sob vários pontos de vista e fica feliz com novas experiências, tanto quando obtém respostas quando elas despertam dúvidas.

Francisco Andrade Santos Junior

Francisco Andrade Santos Junior

Francisco Andrade Santos Junior tinha certeza que as melhores coisas da vida eram viajar e comer, por isso, era com essas duas coisas que ele sonhava. Hoje, quando pode pegar a estrada, declina. A grande viagem para ele, é para dentro de si mesmo. Introspectivo, quando tem um tempo livre, o que mais gosta de fazer é ficar em silêncio, mesmo na agitação de São Paulo, onde, aliás, não tem predileção por nenhum local em especial, gosta de todas as ruas.

Jefferson Brito Ramos

Jefferson Brito Ramos

Jefferson Brito Ramos tinha dois sonhos em sua infância: ser veterinário ou artista. O tempo passou e, hoje, ao se dedicar às artes, tenta realizar um desses sonhos. Assim, usa seu tempo livre para ler e encontrar-se com os amigos. São esses amigos, mais sua família, que ele reuniria, se pudesse, às vésperas de um hipotético fim do mundo. Antes que isso aconteça, porém, há tempo para viajar ao Rio de Janeiro, seu destino favorito.

Letícia de Souza Campos

Letícia de Souza Campos

Em seu tempo livre, Letícia de Souza Campos gosta de ler, estudar, ir ao cinema, ao teatro, dançar, conversar e conhecer pessoas diferentes e interessadas no ser humano. Quando o assunto é comida, basta um belo prato com arroz, feijão, bife acebolado e salada, tudo preparado pela sua avó. E se o mundo fosse acabar amanhã, ela leria “Hamlet” mais uma vez, a última. O resto do dia, não faria nada de diferente. Viveria, como sempre viveu, muito feliz e grata. Porque ser feliz, para ela, é viver.

Lilian Prado Lattari

Lilian Prado Lattari

O sonho infantil de Lilian Prado Lattari era ser uma famosa arqueóloga no Egito. Hoje, trocaria fácil o deserto para estar perto do mar: tem uma forte ligação com o cheiro, o som e a brisa da praia. Bem humorada, revela que o que mais gosta de fazer em seu tempo livre é rir, não importa com quem, em que circunstância ou lugar. E já que é pra se divertir, se fosse convidada para uma festa a fantasia, gostaria de ir vestida de Mágico de Oz.

Lucas de Lima Vitorino

Lucas de Lima Vitorino

Viajar para Belo Horizonte é o destino favorito de Lucas de Lima Vitorino. Apesar disso, sua comida favorita não é necessariamente a mineira, o importante para ele é a companhia. Se fosse um bruxo, resolveria os problemas do trânsito. Assim, teria tempo para aproveitar uma das coisas que o deixa mais feliz: ler um livro da geração beat. Se soubesse que o mundo iria acabar, gostaria de ingressar na SP Escola de Teatro em 2011. Mas torce para que o fim do mundo não aconteça.

Luisa Juppe

Luisa Juppe

Luisa Juppe adora fazer viagens às montanhas ou a qualquer outro lugar onde faça frio. Seu prato favorito é guacamole, uma iguaria mexicana à base de abacate. Se fosse uma bruxa, transformaria todos os sapos em príncipes. O que mais a deixa feliz é a possibilidade de conseguir uma vaga no curso de Direção da Escola. Se o mundo fosse acabar amanhã, pegaria o primeiro avião que fosse pro lugar mais longe possível.

Márcio Baptista Nunes da Silva

Márcio Baptista Nunes da Silva

Um dos programas preferidos de Márcio Baptista Nunes da Silva é vasculhar os sebos da cidade em busca de revistas em quadrinhos ou livros que quer para sua biblioteca. Quando tem um tempo livre, além de ler, gosta de namorar sua esposa e saborear Doritos acompanhados de cerveja, naturalmente. Criativo, se fosse convidado para uma festa a fantasia, gostaria de ir vestido de Pantera Cor-de-Rosa, com uma cauda bem longa para balançar.

Rafael Augusto Bicudo de Souza

Rafael Augusto Bicudo de Souza

Quando pequeno, Rafael Augusto Bicudo de Souza sonhava poder voar. Hoje, quando consegue tirar férias, voa para Florianópolis. Lá, tem oportunidade de saborear uma de suas preferências gastronômicas: a casquinha de siri. Além de viajar, coisa que o deixa realmente muito feliz, também, gosta de ir ao cinema, ao teatro e sair para beber e conversar.

Rafael de Morais Guerche

Rafael de Morais Guerche

Quando era criança, Rafael de Morais Guerche sonhava ser escritor e acumular uma grande quantidade de livros em sua biblioteca. Hoje, substitui o papel pela internet, onde passa grande parte de seu tempo livre. Mas não é só isso que ele faz quando tem tempo, também gosta de ouvir música e, quando pode, pega a estrada e vai ser feliz em Araraquara, cidade onde está sua família e amigos.

 

Rafael Mellim

Rafael Mellim

Quando era criança, Rafael Mellim sonhava salvar o mundo. Hoje, de tão empenhado nessa missão, sequer aceita a possibilidade de o mundo acabar, portanto, não perde tempo pensando nisso. Aproveita seus momentos livres para ir ao Parque da Água Branca, em São Paulo, onde encontra uma casa de caboclo e pode fazer o que mais gosta: não pensar sobre o tempo, muito menos, sobre o fim dele.

Robson Alessandro da Silva

Robson Alessandro da Silva

Robson Alessandro da Silva, que durante a infância, queria ser detetive, ainda mantém um lado investigativo. Assim, seu local preferido na cidade de São Paulo, são as ruas labirínticas do centro, por onde gosta de caminhar.  Em busca, quem sabe, de revelar os mistérios da cidade. Se tivesse os poderes de um bruxo, no entanto, não descobria os mistérios da terra. Voaria em busca dos segredos do ar.

Dramaturgia
Adriana Cecilia G. Santos

Adriana Cecilia G. Santos

Adriana Cecilia G. Santos sonhava voar, quando era criança, e ter uma casa na árvore. Hoje, se pudesse fazer mágica, se tornaria invisível para ir a lugares onde pudesse ouvir conversas sobre sua pessoa. Gosta do centro de São Paulo, das pontes, da diversidade das pessoas, dos cheiros, da confusão, da arquitetura eclética; de pensar quantas pessoas de outras décadas passaram pelos lugares que ela visita.

Afonso Ferreira de Lima

Afonso Ferreira de Lima

Afonso Ferreira de Lima quando era pequeno, sonhava ser ator, escritor ou alquimista. Hoje, deixou a interpretação e a descoberta da pedra filosofal de lado para conhecer o mundo e progredir como ser humano. Essa busca de si mesmo é o que o faz mais feliz no momento. E, para se dedicar ainda mais ao seu mundo, gosta de caminhar entre as árvores ou pelas bibliotecas da cidade de São Paulo, que talvez inspirem seus textos.

Camila Damasceno Silva

Camila Damasceno Silva

Camila Damasceno Silva sempre sonhou, desde a infância, ser escritora e morar na beira da praia, por isso, qualquer lugar que ainda não conheça, mas que seja cercado de verde e de mar, são seus destinos prediletos. Quando não pode estar em contato com a natureza, gosta de ler, ficar com seus amigos e família ou saborear um belo prato de Baião de Dois, sua comida predileta.

Camila Rafael de Souza

Camila Rafael de Souza

Quando dispõe de tempo livre, Camila Rafael de Souza gosta de estudar, pesquisar, ler. Um hábito que traz da infância, quando pensava em se tornar médica, escritora ou astronauta. Introspectiva, tem sempre um lugar preferido aonde ir: seu interior, pois busca o autoconhecimento. Tem uma opção para pôr em prática se o fim do mundo for anunciado: abraçar todas as pessoas. Se fosse bruxa e tivesse poderes mágicos, faria o mundo mais feliz.

Carlos Henrique Bento de Godoy

Carlos Henrique Bento de Godoy

Carlos Henrique Bento de Godoy queria ser astronauta. Hoje, se tivesse o poder de um bruxo, escreveria um diário, ficaria bilionário, contrataria George W. Bush e, na calada da noite, o mandaria em um foguete para Marte. E, se fosse a uma festa a fantasia, se vestiria de Corredor X, o vilão de “Speed Racer”. Enquanto isso não acontece, sente-se feliz ao lado dos filhos, fica triste com certas lembranças e não dispensa seu prato preferido: arroz, feijão, bife e batatas fritas.

Cristina Maluli Moreira

Cristina Maluli Moreira

Cristina Maluli Moreira adora viajar. Se pudesse, Paris seria seu destino semanal. Acredita que as luzes da cidade lhe indicariam um caminho. Por falar em caminhos, em São Paulo, os seus preferidos passam pelas ruas mais antigas do centro. Tem tanta relação com a antiguidade que, se tivesse poderes de uma bruxa, faria uma viagem no túnel do tempo em busca dos ares mais antigos do universo.

Cristiane Santos Gomes

Cristiane Santos Gomes

O sonho de Cristiane Santos Gomes era ser escritora ou desenhista. Em seu tempo livre gosta de ler, escrever, ir ao teatro, assistir a filmes. Em São Paulo, seus lugares preferidos são a Avenida Paulista e a Praça Roosevelt. Fazer com que um projeto seu obtenha um resultado de surpreendente para cima a deixa muito feliz. E a tristeza se manifesta quando não compreende as motivações das pessoas para fazer coisas negativas. Ou seja, quando percebe que alguém é mau gratuitamente.

Daniela Ramos

Daniela Ramos

Daniela Ramos divide seu tempo livre entre ler, dançar, escrever e pintar. Na hora de viajar, sempre fica em dúvida quanto à escolha do melhor local, mas fica feliz em qualquer mata, cachoeira ou praia. Seu prato favorito é acarajé, uma especialidade da culinária afro-brasileira. Quando faz o que gosta, sente-se a pessoa mais feliz do mundo. Em contraponto, o que a deixa mais triste é a miséria, a fome e a injustiça social.
Denis Barros Moura

Denis Barros Moura

Na infância, Denis Barros Moura sonhava ser piloto de caça, como no filme Top Gun. Hoje, no entanto, seu sonho é possuir uma agenda sem compromissos, sem obrigações e com espaço para contemplar o mar. Por isso, quando viaja, prefere lugares com muita água, como a cidade de Búzios, seu destino predileto. Onde, com certeza, se sente ainda mais feliz, se estiver saboreando uma pizza de pepperoni, acompanhada de vinho tinto.

Guilherme Marinheiro

Guilherme Marinheiro

Guilherme Marinheiro sonhava, quando criança, ser médico, mágico e pai. Hoje, acha que, de certa forma, mantém um pouco de cada uma dessas facetas quando se expressa artisticamente. Além da sua arte, se realiza quando está só e em silêncio. Mas nem só de solidão segue sua vida. É muito feliz quando encontra seus amigos e família, bebe vinho e come um bom queijo ou quando viaja pelo ar e para o mar.

Isis Carla Utsch de Leão

Isis Carla Utsch de Leão

Para Isis Carla Utsch de Leão, um dia belo e ensolarado espanta todos os males, por isso, sempre que viaja, escolhe lugares em que pode estar em contato com a natureza e tomar muito sol. Sempre em busca do calor, na hora de viajar, seu destino predileto é Pirinópolis, cidade do estado de Goiás. Seu amor à natureza é tanto que, até em São Paulo, ela vai em busca do verde, que encontra em passeios pelo Parque Ibirapuera.

João de Freitas

João de Freitas

Na sua infância, João de Freitas sonhava ser escritor. Atualmente, em seu tempo livre, gosta mesmo é de ficar no sofá dormindo. Já no momento de viajar, quando consegue tirar férias, escolhe como destino o litoral de Santa Catarina, mais especificamente o Farol de Santa Marta, seu lugar favorito. Se o mundo fosse acabar, ele simplesmente rezaria e agradeceria ao cosmo a oportunidade de vivenciar um momento tão único.

Juliana de Oliveira Pena

Juliana de Oliveira Pena

Nada deixa Juliana de Oliveira Pena mais triste do que não ter o que fazer. Em seu tempo livre, é capaz de passar horas em frente à tevê assistindo a filmes e seriados. Quando pode viajar, o destino escolhido é Nova York, onde impera a efervescência cultural. O lugar que mais gosta em São Paulo é a Estação da Luz, onde estão reunidos a Sala São Paulo, o Museu da Língua Portuguesa e a Estação Pinacoteca. Se fosse bruxa, faria com que a justiça humana realmente funcionasse.
Juliana Paloma Dourado

Juliana Paloma Dourado

Juliana Paloma Dourado gosta muito de ler sempre que tem um tempinho livre. Dos vários locais turísticos da cidade de São Paulo, elege a região da Luz como o seu favorito. Quando está em férias, porém, seu destino preferido é o Rio de Janeiro. A felicidade dela se dá pelas conquistas de seus objetivos junto às pessoas que ama. O que a entristece é uma palavra da qual ela quer ficar bem longe: a falsidade.

Leandro Henrique Doregon

Leandro Henrique Doregon

Leandro Henrique Doregon passou a infância pensando que poderia se tornar um super-herói, com superpoderes, e sair voando. Naturalmente, isso não ocorreu. Hoje, mais pés no chão, gosta de ir ao Museu da Língua Portuguesa, seu lugar preferido em São Paulo, onde pode conhecer melhor a obra de Fernando Pessoa. Seus momentos de felicidade são aqueles em que encontra os amigos ou a família. Também quando se vê diante de um prato de sushis, sua predileção gastronômica.

Lissandra Laila Miguel

Lissandra Laila Miguel

Durante a infância, Lissandra Laila Miguel queria ser médica e, sempre que podia, tentava decifrar os exames feitos por sua mãe. E chegava até a acertar os laudos médicos. Hoje, se fosse a uma festa a fantasia, não iria com um estetoscópio, mas usaria uma roupa de Mulher Maravilha. Longe dos sonhos e fantasias, seu lugar predileto em São Paulo é a Praça do Pôr do Sol, em Alto de Pinheiros. E os destinos que escolhe para suas viagens são a Barra do Sahy, Carrancas ou o Nordeste.

Lucas Iglessias

Lucas Iglessias

Quer irritar Lucas Iglessias?  Mostre a ele uma propaganda de sabão em pó ou de margarina. Ou lhe oferece uma bela xícara de capuccino descafeinado, um tablete de chocolate diet ou cerveja sem álcool. Guloso, se o mundo fosse acabar, ele tiraria uma folga, para, quem sabe, fazer o que o mais deixa feliz: estar de barriga cheia, com um pouco de álcool no sangue e, sobretudo, com as pessoas que ama por perto.

Marina Nunes Galvão Odo

Marina Nunes Galvão Odo

Marina Nunes Galvão Odo não economiza quando descreve o que gosta de fazer em seu tempo livre. Ir ao teatro, aos bares com amigos, sair para dançar, jogar baralho com a família, ler um bom livro e viajar, estão entre os itens da sua lista de preferências. Na verdade, não importa muito a atividade, o que a faz mais feliz mesmo é o prazer do encontro, é ver toda a sua família e amigos reunidos, acompanhada, é claro, de seu namorado e de sua cachorra.

Mayra Beatriz Bertazzoni

Mayra Beatriz Bertazzoni

Mayra Beatriz Bertazzoni sonhava ser apresentadora de televisão quando era criança. Hoje, quando consegue um tempinho livre para viajar, seu destino favorito é a praia. Mas, quando está em São Paulo, diverte-se muito ao passear pela extensa Avenida Paulista. Gosta de se sentir útil para o mundo e para as pessoas ao seu redor. Mas, se ficasse sabendo que o mundo está prestes a acabar, ela choraria muito.
Natália Zuccala

Natália Zuccala

Natália Zuccala, quando brincava durante sua infância, sonhava ter poderes extraordinários. Talvez por isso, hoje em dia, fique triste quando percebe, ao prestar mais atenção em suas ações, que pode estar se autodepreciando. Se soubesse que o mundo iria acabar, não perderia tempo e faria sexo. Enquanto isso não acontece, porém, pode apreciar o centro da cidade e uma de suas preferências culinárias: um belo prato de macarrão.

Patrícia Borin Negrão

Patrícia Borin Negrão

Na infância, Patrícia Borin Negrão tinha vários sonhos e imaginava que os lugares onde brincava se transformavam: quando queria ser marinheira, a cama dos pais virava navio, e o tanque da casa virava carroça. Em seu tempo livre, gosta de nadar e viajar pelo Brasil, que considera lindo e diverso. Se o mundo fosse acabar, ela reuniria todos os amigos em uma festa com muita música e dança. Encontra a felicidade quando escreve um bom texto.

Paula Marangom Cicolin

Paula Marangom Cicolin

Paula Marangom Cicolin quando sai para passear, prefere andar pelas ruas do centro da cidade. Em contrapartida, quando vai viajar, elege lugares de praias limpas, com água cristalina e areia muito branca e, de preferência, que tenha um bom restaurante com um cardápio que inclua algum de seus pratos favoritos: arroz com lentilha, feijão preto e morango com chocolate.

Piterson Filipe Rocha da Silva

Piterson Filipe Rocha da Silva

Piterson Filipe Rocha da Silva vive cada dia como se fosse o último, por isso, não mudaria nada se soubesse que amanhã o mundo iria acabar. E, sem programar, em seu tempo livre, além de ler e ver filmes, gosta de sair com amigos para fazer qualquer coisa. Na cidade, gosta da Avenida Paulista, o que, para ele, é a representação do Estado de São Paulo. Fica feliz ao perceber, nos outros, a felicidade sincera. Por isso fica triste ao notar quando as pessoas são falsas.

Regiane Lopes Ferreira

Regiane Lopes Ferreira

Desde criança, Regiane Lopes Ferreira sonha ser escritora. E, como toda boa escritora, sempre que tem um tempinho livre, aproveita para ler. Se a leitura for em um lugar cercado de árvores e flores, melhor ainda: o cenário está completo. Quando o assunto é férias, em sua opinião, têm de ser passadas no campo. E que delícia se estiver diante de algum prato feito com brócolis! O legume foi eleito o seu prato preferido.

Victor Bessa Luna

Victor Bessa Luna

Quando tem um tempinho livre, Victor Bessa Luna gosta mesmo é de ficar “borracho”. Garfo e faca a postos, adora comida vegetariana, não importa o prato. Se o mundo fosse acabar, ele escreveria uma placa com os dizeres “Eu já sabia” e sairia por aí provavelmente avisando quem ainda não soubesse. Caso tivesse poderes sobrenaturais, não pensaria duas vezes, inventaria a liberdade. Algo que o deixa muito feliz é compartilhar.
Humor
André Gomes de Souza

André Gomes de Souza

Se o mundo fosse acabar, André Gomes de Souza diz que perguntaria, a alguém que soubesse, quando o fim se daria. Enquanto isso não acontece, porém, ele tem tempo para saborear pão de queijo acompanhado de suco de maracujá com leite, sua combinação culinária favorita, e, talvez por isso, uma padaria perto da sua casa seja o lugar de São Paulo de que mais gosta. Negação à mudança o entristece, mas é só ouvir músicas com um gingado bem gostoso e ele fica feliz novamente.

André Renato Lavesso Mendes

André Renato Lavesso Mendes

André Renato Lavesso Mendes, quando criança, sonhava ter os superpoderes daqueles heróis que passavam na TV Globo. Hoje, se tivesse os poderes de um bruxo, faria muitas pessoas se apaixonarem por ele. Em São Paulo, adora a Avenida Paulista e, na hora de viajar, elege Dom Pedrito, no Rio Grande do Sul, como seu destino favorito. Não se assuste, caso esteja perto dele quando receber a notícia de que o mundo irá acabar e ouvir um grito: “Fudeu!”

Caio Lucas Mombelli Cassim

Caio Lucas Mombelli Cassim

Na infância, Caio Lucas Mombelli Cassim sonhava ser ator. Hoje, aproveita seu tempo livre para ir ao teatro e visitar amigos. Também gosta de andar pela Avenida Paulista, seu local predileto na cidade de São Paulo. Se há uma viagem em seus planos, elege locais que nunca tenha visitado antes. E, quando o assunto é comida, não titubeia, escolhe logo uma boa pizza, iguaria que ele não troca por nenhum outro prato.

Carlos Henrique Tiago Oliveira

Carlos Henrique Tiago Oliveira

Na infância, o grande sonho de Carlos Henrique Tiago Oliveira era ser cientista para descobrir a cura do câncer e da aids. Hoje, em seu tempo livre, gosta de assistir a seriados de humor, ler livros, revistas e blogs e utilizar redes sociais. Quando viaja, prefere locais onde haja cachoeiras ou praias. Na hora de comer, elege carne moída com quiabo e angu como seu prato favorito. Conversar com pessoas agradáveis, uma boa noite de sexo e fazer as pessoas felizes são as coisas que o deixam mais feliz.

Caroline da Cunha Duarte

Caroline da Cunha Duarte

Caroline da Cunha Duarte, quando pequena, sonhava entrar no aparelho de tevê. Hoje, comeria dinheiro, contaria todos os seus segredos em um alto-falante, sairia correndo e gritando desesperada, diante do fim do mundo. Mesmo com poderes especiais, nessa hora não os usaria para nada. E, se o assunto é o convite para uma festa a fantasia, não há dúvidas: se vestiria de Lady Gaga. Não perde a oportunidade de ser feliz todas as vezes que o carrinho de churros passa em frente à sua casa.

Carolyn Amanda Ferreira da Silvamais

Carolyn Amanda Ferreira da Silvamais

Ler e assistir a “Os Três Patetas” são duas das coisas que Carolyn Amanda Ferreira da Silva mais gosta de fazer em seu tempo livre. Caso fosse bruxa, andaria de vassoura o tempo inteiro e usaria um chapéu com a maior ponta que houvesse. Em sua mesa, não pode faltar lasanha com muito molho. Viagem, para ela, é sinônimo de campo, local onde pode encontrar muito verde. Fica muito feliz em saber que faz arte.

Claudia Santos Bártholo

Claudia Santos Bártholo

Claudia Santos Bártholo sonhava, quando criança, ser veterinária, pois sempre gostou de animais (especialmente de cachorros, uma de suas paixões). Hoje, quando tem um tempinho, aproveita para ouvir música e passear por São Paulo. Quando viaja, sempre vai a lugares à beira-mar. Elege como prato predileto a rabada no tucupi (especialidade acreana) e fica feliz quando está entre amigos, em qualquer lugar.

Cristiano Carlos de Carvalho

Cristiano Carlos de Carvalho

O sonho de criança de Cristiano Carlos de Carvalho era fugir com o circo, dado seu amor pela arte. A Avenida Paulista é o lugar que ele elege como seu favorito na  cidade de São Paulo, e se delicia principalmente com hambúrguer e fritas. Escolheria ser a Fada do Dente, caso fosse a uma festa a fantasia. A falta de respeito entre as pessoas é a coisa que mais o entristece.

Everaldo Paulo da Silva

Everaldo Paulo da Silva

Não ter hora para acordar é a coisa que deixa Everaldo Paulo da Silva mais feliz na vida. Mas, quando tem um tempo livre, gosta mesmo é de estudar Cálculo Diferencial e Integral. O que contrasta com o lugar que ele mais curte em São Paulo: a Praça do Samba, em Perus, na periferia da cidade. Durante suas férias, sempre viaja a Campos Gerais, no sul de Minas. Seu prato favorito são os pratos de vidro rasos e transparentes.

Fabíola de Oliveira Nabbout

Fabíola de Oliveira Nabbout

Em seu tempo livre, Fabíola de Oliveira Nabbout adora ver filmes, beber, comer e dormir. Seu prato favorito é o cheio. Se fosse uma bruxa, inventaria uma poção de emagrecimento. Uma, não, várias. Afinal, com isso, ela realizaria um sonho de infância: ser magra quando crescesse. E, na deixa, aproveitaria para ir a uma festa a fantasia vestida como a Tiazinha.

Fernando Carril Cocco

Fernando Carril Cocco

Uma criança que sonhava jogar futebol na Lua, como goleiro titular, é claro. Assim era Fernando Carril Cocco, que adora “brigar” com um acordeom vermelho, quando tem uma folguinha. Seu lugar favorito em São Paulo é nada menos que o corredor exclusivo para motos, existente na Avenida Sumaré. O peru de Natal, único prato que sua mãe sabe fazer, é o seu predileto, e se o mundo fosse acabar faria exatamente as mesmas coisas que faz agora, com um pouco mais de rapidez.

Gustavo Guedes Bortoletto

Gustavo Guedes Bortoletto

Quando criança, Gustavo Guedes Bortoletto queria ser jogador profissional de futebol. E ainda hoje pratica o esporte quando tem um tempo livre, além de se divertir também assististindo a vídeos e programas de humor, produzindo roteiros humorísticos e navegando na internet. Em São Paulo, gosta de andar pela Avenida Paulista e pela Rua Augusta, seus locais favoritos, mas, na hora de fugir do agito da cidade, parte para a praia com seus amigos.

Jadson Santos de Jesus

Jadson Santos de Jesus

Desde criança Jadson Santos de Jesus sonha ser ator. Para preencher seu tempo livre, gosta de ler, descansar, conversar com os amigos e assistir a filmes. Quando entra em férias, seu destino preferido é a Bahia. Garfo e faca a postos, adora arroz e feijão e não dispensa a batata frita. Aliás, cozinhar e fazer teatro são as atividades que o deixam mais feliz na vida.

Luciano Tito de Moura

Luciano Tito de Moura

Criar um pinguim no refrigerador era o sonho de infância de Luciano Tito de Moura.   Hoje, gosta de ir a teatros, parques e ver os amigos em seu tempo livre. Se soubesse que o mundo iria acabar, aproveitaria bastante enquanto houvesse tempo. Um dos lugares que mais gosta na cidade é o centro de São Paulo, por causa das opções de arte e coisas semelhantes. Se fosse a uma festa a fantasia, seu traje seria um tanto quanto enigmático: Gustavo, o Bobo.

Luciene Faquinelli de Figueiredo

Luciene Faquinelli de Figueiredo

Luciene Faquinelli de Figueiredo gosta de passar suas férias no Peru e onde mais houver trem. Se o mundo fosse acabar, reuniria todos os artistas e gente interessante num local afastado e passaria a noite toda batendo papo, cantando, tocando, recitando poemas, falando de coisas bobas, prazerosas e essenciais da vida. Numa festa a fantasia, vestiria-se de Gelsomina (Giulietta Masina em “A Estrada da Vida” – filme de Fellini). Ama ouvir o riso do público e fica triste quando tentam tolher sua liberdade.

Rodrigo Ribeiro

Rodrigo Ribeiro

O que Rodrigo Ribeiro mais gosta de fazer em seu tempo livre é estar com os amigos. Ama o macarrão preparado com carinho por sua avó. Se o mundo fosse acabar, não titubearia: pediria desculpas a todos que magoou um dia. Se fosse convidado para uma festa a fantasia se vestiria de Chapolin. Se tem algo que o deixa triste é a indiferença.

Tâmara V. G. Campos

Tâmara V. G. Campos

Desde os cinco ou seis anos de idade, Tâmara V. G. Campos queria ser atriz. O tempo passou e ela descobriu o teatro, um lugar que a deixa muito feliz. Por isso, quando é convidada para uma festa a fantasia, se veste como personagens dos filmes que admira. Em São Paulo, tem predileção pelo centro; o que a fascina são os prédios e a atmosfera. Se o mundo fosse acabar, tentaria ver todas as pessoas que ama, dizer a elas quanto foram e são importantes, e comeria tudo de que mais gosta.

Thainan Bartolomeu Fresneda

Thainan Bartolomeu Fresneda

Quando tem um tempinho sobrando, Thainan Bartolomeu Fresneda não perde a oportunidade de ir ao teatro. Seu lugar predileto na cidade de São Paulo é a Avenida Paulista, um dos destinos culturais mais visitados da cidade. Dentre suas preferências gastronômicas, elege a batata recheada. Se o mundo fosse acabar, choraria até se desidratar. Se fosse convidada para uma festa a fantasia, iria de palhaça.

Ubiratã da Silva Trindade

Ubiratã da Silva Trindade

Quando era criança, o sonho de Ubiratã da Silva Trindade era ser uma sereia. Hoje, já adulto, também vem do mar a sua comida favorita: a moqueca de peixe. Descontraído, dançar e beber são as coisas que o deixam mais feliz. E por falar em dançar, se fosse convidado para uma festa a fantasia, se vestiria de bruxa. E se o fim do mundo chegasse? Ele encheria a cara, talvez, em seu local favorito, o bar dos amigos, localizado no Largo do Arouche.

Vanessa Ferreira De Alvarenga Ukstin

Vanessa Ferreira De Alvarenga Ukstin

Encontrar os Beatles, Elis Regina e Emília para se tornar amiga deles era o sonho de infância de Vanessa Ferreira De Alvarenga Ukstin. Hoje, se fosse convidada para uma festa a fantasia, escolheria outros personagens, se vestiria de Mafalda, Cuca ou Dart Vader. Estar trabalhando com teatro a deixa muito feliz, assim como amar, se sentir amada e vencer seus medos e insegurança, tanto que, se o mundo acabasse hoje, além de fazer amor com seu marido, ela se despediria da vida ensaiando uma peça de teatro.

Iluminação
Alex Sandro Seolin Lindholm

Alex Sandro Seolin Lindholm

Adepto da ecologia e da sustentabilidade, Alex Sandro Seolin Lindholm fica feliz quando pode desfrutar da natureza e conviver com os animais. Por morar em São Paulo, gosta de apreciar os parques, com suas áreas verdes, oásis no meio do concreto, ambiente ideal para praticar esportes, como atletismo, ou jogar xadrez com amigos. Viaja sempre ao litoral sul do Estado, onde encontra praias preservadas, ou ao interior do Paraná. Quanto à alimentação, gosta mesmo é de comida vegetariana.

Aline Lima Paucará

Aline Lima Paucará

O lugar favorito de Aline Lima Paucará em São Paulo é o Vale do Anhangabaú, um dos símbolos da cidade. Não é muito dada a viagens, mas, quando o faz, gosta de ir à praia. Dançar, tocar e cantar com muitas outras pessoas são atividades que a deixam mais feliz. Se soubesse que o mundo acabaria hoje, continuaria vivendo normalmente, sem se preocupar. O que a deixa mais triste é sentir que perdeu boas oportunidades de realizar seus desejos.
André Armando Nigro

André Armando Nigro

André Armando Nigro é um observador nato, assim, se o mundo fosse acabar ele escolheria o melhor lugar para assistir. Provavelmente, reservaria, ao seu lado, um lugar especial para sua namorada. E, quem sabe, providenciaria até um churrascão para o último programa da vida. Se o mundo não acabasse, ele poderia contar tudo na TV e, de quebra, realizar seu sonho de infância, que era participar de um programa de televisão.

André Luís Munhoz Paulo

André Luís Munhoz Paulo

André Luís Munhoz Paulo gosta de aproveitar a vida. Divertir-se muito com os amigos ou passar alguns momentos de introspecção, mergulhado numa boa leitura. Se soubesse que o mundo iria acabar, viveria intensamente até o último minuto. Sem deixar de saborear seu prato preferido: estrogonofe. Dedicado aos amigos, o que o deixa muito feliz é saber que tem companheiros leais. E fica triste ao descobrir que algum deles traiu sua confiança.

Cauê de Paulo Martins

Cauê de Paulo Martins

Quando criança, Cauê de Paulo Martins * sonhava ser astronauta e conhecer o  espaço. Hoje, se contenta em viajar para a praia, seu destino preferido, e almeja conhecer o Brasil inteiro. Quando não está viajando e tem um tempo livre, adora tocar contra-baixo e andar de skate. Mas, abandonaria os dois hobbies para encostar-se em um barranco e esperar, se soubesse que o mundo iria acabar.

Drielly Rodrigues de Oliveira

Drielly Rodrigues de Oliveira

De bem com a vida,não tem tempo ruim com Drielly Rodrigues de Oliveira. Viajar? Adora. Para praia? Bacana. Não tem praia, sem drama, o importante é conhecer o mundo. Ficar em Sampa? Curte também. Aproveita qualquer tempinho livre para pintar, escrever, descobrir filmes e, claro, saborear uma cervejinha bem gelada. E, se dia estiver bonito, vale uma pedalada pelo centro de São Paulo.

Felipe dos Santos Boquimpani

Felipe dos Santos Boquimpani

Quando Felipe dos Santos Boquimpani era criança, tinha um sonho inusitado, sonhava ser lixeiro. Hoje, quando está de folga e tem um tempinho livre, gosta mesmo é de pegar um livro, abri-lo, olhá-lo, folheá-lo e… dormir. Ao contrário da maioria das pessoas, ele não gosta de viajar. Acredita que num raio de 10 km há viagens suficientes para a vida toda. Para ele não há dúvida, o melhor prato do mundo é um delicioso feijão com farofa.

Gustavo Garcia Guerra

Gustavo Garcia Guerra

Ir para o Japão era o sonho de infância de Gustavo Garcia Guerra. Em seus momentos de folga, gosta de “fazer um nada em doses desmedidas”. Quando viaja, gosta de ir a São Tomé das Letras, cidade turística do Estado de Minas Gerais. Se o mundo acabasse hoje, ele ficaria deitado em algum lugar distante, contemplando o céu, a noite, as estrelas e a lua. Para acabar com o bom humor dele, só mesmo o trânsito da cidade de São Paulo.

Igor Sully Cordioli

Igor Sully Cordioli

Igor Sully Cordioli sonhava ser ator, desde criança. Hoje, também aprecia outras artes, como cinema, teatro e desenho. Quando tem um tempo de folga, gosta de ouvir música, passear e ler. Na hora de comer, não titubeia, sua preferência gastronômica é pizza. Se existe algo que o deixa muito feliz, é conseguir fazer algo de bom para si e para os outros. Em compensação, ignorância e a violência do ser humano são as coisas que mais o entristecem.

Leonardo Moreira

Leonardo Moreira

Grelhados, saladas e muitas frutas são as preferências gastronômicas de Leonardo Moreira. Ele também adora ler e ver filmes em seus momentos de folga. Aqui na cidade de São Paulo, seu lugar favorito é o centro, onde adora passear. Quando o negócio é férias, ele não titubeia, gosta de viajar para a praia. Se soubesse que o mundo iria acabar hoje, não entraria em pânico, pelo contrário, manteria a calma e ficaria bem tranquilo.

 Luciana Ponce Mendes de Almeida

 Luciana Ponce Mendes de Almeida

Como a maioria das crianças, Luciana Ponce Mendes de Almeida sonhava ser muitas coisas; dentre elas, palhaço, bombeiro e soldadora. Hoje, em seu tempo livre, adora cantar, tocar e sair, como fazia quando tinha sua banda de maracatu. Seu lugar preferido em São Paulo é o Morro do Querosene, no Butantã. Música, fotografia e as pessoas que ama a deixam muito feliz. E se algum dia viesse a magoar alguma dessas pessoas, ficaria muito triste.

Luz Amparo López Barreyro

Luz Amparo López Barreyro

Quando tem uma folguinha, o que Luz Amparo López Barreyro adora mesmo é fofocar. É louca por doces, e, se o mundo fosse acabar, não pensaria duas vezes, se acabaria junto, comendo doces, de preferência em alguma cachoeira linda com os amigos – um de seus passeios preferidos – e simplesmente esperaria. Se tivesse poderes mágicos, faria um feitiço muito forte para acabar de uma vez por todas com a poluição no Rio Tietê.

Mariana Batista Faria

Mariana Batista Faria

O que Mariana Batista Faria mais gosta de fazer nas suas horas livres é assistir a filmes. Se o tempo livre for um pouco maior, não perde tempo e corre para as serras de Minas Gerais. Adora ver a família toda unida, seus olhos brilham de alegria. Se fosse convidada a uma festa a fantasia, não hesitaria, vestiria-se tal qual uma boneca. Não se conforma em ver crianças nas ruas passando fome, isso a deixa realmente muito triste.

Pâmola Cidrack de Oliveira

Pâmola Cidrack de Oliveira

Quando pequena, Pâmola Cidrack de Oliveira *sonhava ser a sucessora de sua avó em sua fábrica de caixas. Sempre ligada à família e aos amigos, ainda hoje, se soubesse que o mundo iria acabar, correria para junto da sua família, que vive em Fortaleza, Ceará. Mas, enquanto isso não acontece, não perde a oportunidade de estar perto das pessoas que ama para que possam dar boas risadas, ir ao cinema ou, ainda, tomar um delicioso banho de mar.

Patricia Pereira de Mello

Patricia Pereira de Mello

Quando criança, Patricia Pereira de Mello sonhava ser astronauta. Hoje, em compensação, prefere manter os pés, literalmente, na terra, pertinho da natureza. Assim, em São Paulo, seus locais preferidos são os parques do Ibirapuera e o Villa-Lobos, espaços onde pode, além de estar em contato com o verde, por em prática a produção de artesanato indígena, outra paixão da sua vida.

Paulo Mateus Bretas Lopes

Paulo Mateus Bretas Lopes

Se a festa é a fantasia Paulo Mateus Bretas Lopes não precisa pensar duas vezes, ataca de homem aranha. Mas, como nem todo dia é dia de balada, em casa, um bom livro lhe basta. Agora, o que o deixa feliz mesmo é a companhia das pessoas de quem mais gosta. E se esse encontro acontecer enquanto saboreiam uma feijoada, então, a felicidade estará completa.

Rodrigo de Oliveira

Rodrigo de Oliveira

Para Rodrigo de Oliveira, o melhor lugar da cidade de São Paulo para se curtir é a Avenida Paulista. Planejar não é com ele; adora viajar sem saber aonde vai, sem destino determinado. Mas, se fica muito tempo longe de casa, sente falta da lasanha da mãe, seu prato favorito. Seu lema é deixar as pessoas felizes, assim fica feliz também; e, se houver sexo na jogada, o sorriso de Rodrigo aumenta ainda mais. Mas, se entristecer alguém ou ficar sem sua atividade predileta – sexo –, ele entristece.

Thatiana Ferreira de Moraes

Thatiana Ferreira de Moraes

Escutar música, ir ao teatro e ao cinema, sair com os amigos e ler são as atividades que Thatiana Ferreira de Moraes realiza sempre que consegue um tempo livre. A noite na Avenida Paulista é o que prefere em São Paulo, mas troca isso por um lugar com mata e cachoeira. Macarrão (com muito molho e queijo) faz seus olhos brilharem. Facilitaria a vida das pessoas e, com certeza, voaria muito, se tivesse poderes mágicos.

Tiago Fernando Galvão

Tiago Fernando Galvão

Tiago Fernando Galvão sonhava ser cobrador de ônibus quando era criança. Hoje, quando consegue uma folguinha, adora assistir a filmes e dormir. O centro é o seu lugar preferido na cidade de São Paulo. E provavelmente seria lá onde encontraria o prédio mais alto para fotografar, se soubesse que o mundo iria acabar. Se fosse um grande bruxo, usaria seus poderes mágicos para fazer com que todas as pessoas voassem.

Sonoplastia
Ailton José dos Santos

Ailton José dos Santos

Ailton José dos Santos *, quando tem um tempo livre, dedica-se à agricultura. Mas o que ele gostaria mesmo de cultivar seria mais tempo livre. Dessa forma, além de usufruir do lugar em que se encontra, poderia viajar, para qualquer lugar. Em compensação, na hora de comer, ele tem destino certo: o Genésio Bar, na Vila Madalena. É lá que ele saboreia seu prato preferido, o “Atum Dorattiotto”, com a manteiga tostada, alcaparras e risoto de limão siciliano.

Alexsandro Alves de Matos

Alexsandro Alves de Matos

Sempre que tem um tempo livre, Alexsandro Alves de Matos * cuida da sua coleção de “discos de vinil” e ouve música. Apreciador das artes em geral, se sente muito bem quando está no Sesc, assistindo a um show ou a uma peça. Por outro lado, fica triste quando liga a TV e percebe a falta de cultura em nosso País. Aí, só mesmo seu prato favorito: uma bela feijoada para recuperar seu humor.

André Teles Alves

André Teles Alves

Quando criança, André Teles Alves * sonhava ser astronauta. Hoje, se fosse um bruxo, nem precisaria de foguete. Aprenderia a voar e viajaria para onde quisesse. No percurso, certamente, faria uma parada no litoral, seu destino preferido, onde aproveitaria a folga para ler, ir ao cinema e escutar música, além de saborear um belo hambúrguer, seu prato predileto.

Andréa Chin Lin Fu

Andréa Chin Lin Fu

Madonna e Alice são duas personagens de uma extensa lista que Andréa Chin Lin Fu já encarnou em festas a fantasia. Hoje, no entanto, se recebesse o mesmo convite, a inspiração viria de figuras do cinema. Se fosse uma bruxa, tentaria fazer um feitiço para deixar sua vida e sua casa em ordem. Casa, aliás, que está exatamente no lugar que mais gosta em São Paulo: a Praça da República. No seu tempo livre, gosta de navegar na internet à procura de partituras que toca ao piano quando se sente vazia.

Arisa Doy Baldin

Arisa Doy Baldin

Decididamente, Arisa Doy Baldin * não gosta de funk e rap, especialmente quando apresentam letras que considera inadequadas. Por isso, se fosse uma bruxa, baniria esses estilos musicais e distribuiria fones de ouvido para todos. Além disso, usaria seus poderes para deixar São Paulo mais limpa e, assim, poderia apreciar melhor o centro e Santa Cecília, seus locais preferidos na cidade.

Cauê Andreassa Lopes da Silva

Cauê Andreassa Lopes da Silva

Na infância, Cauê Andreassa Lopes da Silva sonhava ser piloto de avião e músico. Hoje, gosta muito de estar perto da natureza, por isso prefere viajar a um lugar tranquilo e cheio de mata. Caso soubesse que o mundo iria acabar, apenas ficaria vendo e ouvindo seus sons. Fica feliz quando está conversando com os amigos e ouvindo música e fica muito triste quando vê a tristeza de outras pessoas.

David de Sousa Feitosa

David de Sousa Feitosa

Quando era pequeno, David de Sousa Feitosa * sonhava ser músico. Hoje, além da música, a arte que o encanta é o teatro, para onde vai sempre que tem um tempo livre. Neste momento de folga, também não dispensa uma visita ao Bixiga, tradicional bairro paulistano, seu local favorito na cidade, onde pode passar divertidas horas em companhia dos amigos, nas pizzarias ou teatros da região, sempre em companhia dos amigos.

George Domingos dos Santos

George Domingos dos Santos

Se soubesse que o mundo iria acabar, George Domingos dos Santos simplesmente dormiria. Enquanto isso não acontece, porém, ele tem tempo para saborear uma deliciosa feijoada, na região central de São Paulo, a sua favorita da cidade, e também para assistir à tevê, ler um bom livro e ouvir música, coisas que o deixam, ao contrário da desigualdade, muito feliz.

Juliana Fernandes Marques

Juliana Fernandes Marques

Juliana Fernandes Marques * adora cantar, tocar piano e estar em contato com a arte em todas as suas manifestações, sempre, claro, na companhia de seus amigos. Assim, divide seu tempo livre entre ouvir e escutar novas músicas, bandas e cantores, assistir a espetáculos e ir ao cinema ver filmes de pirata. Falando em piratas, se fosse convidada para uma festa a fantasia, ela optaria por uma bela vestimenta de aventureira do mar.

Leandro Simões Wanderley

Leandro Simões Wanderley

Na infância, Leandro Simões Wanderley * sonhava pilotar um avião. Hoje, se satisfaz em pegar um avião e viajar para a Bahia, seu destino favorito na hora de escolher uma viagem. Porém, na hora de matar a fome, ele substituiria, sem pestanejar, a condimentada culinária local pelos sabores dos sushis e sashimis, já que é um apreciador da gastronomia japonesa.

Maria Carolina Fabbi Guimarães

Maria Carolina Fabbi Guimarães

Em alguns momentos do seu tempo livre, Maria Carolina Fabbi Guimarães * prefere não fazer absolutamente nada. Em outros, adora ouvir música, sair com os amigos, assistir a filmes e, se possível, viajar. Não tem um local preferido, mas sendo uma praia, a viagem ficaria quase perfeita. Faltaria apenas, um bom prato com arroz, feijão, bife, batata frita e uma saladinha, para completar.

Michael Silva Araújo

Michael Silva Araújo

A Estação Ferroviária da Luz é o local preferido de Michael Silva Araújo * na cidade de São Paulo. Quando não está passeando por lá, pode estar envolvido em atividades relacionadas à música. Essas atividades incluem ouvir e tocar instrumentos musicais diversos. E se, no intervalo entre uma atividade e outra, pudesse saborear uma suculenta lasanha de berinjela, ficaria tão feliz que só mesmo a hipocrisia e a discriminação poderiam tirá-lo desse estado.

Michelle Balbi Jardim

Michelle Balbi Jardim

Trabalhar em um laboratório, como uma grande cientista era o sonho de infância de Michelle Balbi Jardim *. Talvez fosse ali que, se fosse uma bruxa, desenvolveria uma máquina do tempo. Equipamento que utilizaria para acelerar os momentos difíceis, como quando precisou se despedir de pessoas que amava. A máquina serviria, também, para multiplicar os momentos agradavéis, repletos de boas conversas e risadas com os amigos que adora.

Rafael Abranches da Silva

Rafael Abranches da Silva

Rafael Abranches da Silva * é ligado à música desde muito cedo e, quando pequeno, sonhava integrar uma famosa banda de rock´n´roll. A agenda de sua banda, com certeza, incluiria algum show na Avenida Paulista, seu local preferido na cidade de São Paulo. Hoje, enquanto ainda não é famoso, se dedica a tocar seus instrumentos musicais e a realizar diversas pesquisas sobre bandas e músicas.

Renata das Graças 

Renata das Graças 

Renata das Graças desejava ser uma cantora de muito sucesso quando era criança. Hoje, quando consegue arranjar um tempo livre, dedica-se à música, cantando, tocando violino e lendo. O centro histórico é com certeza o seu lugar favorito na cidade de São Paulo, e ela não mede esforços para estar por lá. Nada a faz mais feliz do que conviver com seus sobrinhos, estudar música e comer chocolate, e o que mais a entristece são pessoas que oprimem o sonho de outras.

Rodrigo Roman Rodrigues Cabral

Rodrigo Roman Rodrigues Cabral

Durante a infância, Rodrigo Roman Rodrigues Cabral via os palhaços no circo ou na televisão e sonhava fazer parte dessa trupe. Hoje, longe do picadeiro, optaria por algo mais calmo, se fosse avisado que o mundo iria acabar. Estenderia várias redes em sua casa e chamaria todos os amigos e familiares para ficarem juntos, esperando a hora final. Esse rapaz, que gosta de bife à caçarola e de passear pela Rua Augusta, em São Paulo, sabe exatamente o que o deixa triste: ouvir um não.

Técnicas de palco
Aiane Alves de Toledo

Aiane Alves de Toledo

O sonho de infância de Aiane Alves de Toledo * era ser esquecida por seus pais dentro de uma confeitaria. Com o passar dos anos, porém, suas preferências gastronômicas mudaram e, hoje, fica feliz ao degustar uma lasanha de berinjela. Uma alegria que se compara com seus passeios pela urbana Vila Maria, o pedaço de São Paulo que mais gosta. Essa urbanidade se revela, inclusive, quando escolhe a personagem para uma festa a fantasia: Carlos Adão, ídolo dos grafiteiros paulistanos.

Alex Muniz da Silva

Alex Muniz da Silva

Quando criança, Alex Muniz da Silva sonhava ser locutor de rádio. Seu lugar favorito em São Paulo é o Vale do Anhangabaú, tradicional ponto de diversas manifestações populares na história da cidade. Se tivesse poderes sobrenaturais, faria uma fórmula de eternidade e veria aonde este mundo iria parar. Já numa festa a fantasia, iria de Superman, para um dia, quem sabe, ter sua força ou visão de raio X. O que faz Alex muito feliz é sua família.

Alício de Oliveira Silva

Alício de Oliveira Silva

Alício de Oliveira Silva gosta muito de ler. Talvez essa sua paixão seja a inspiração para a escolha do traje com o qual iria a uma festa a fantasia: Dom Quixote de La Mancha, da obra de Miguel de Cervantes. Ao contrário da personagem, que só tem Sancho Pança como seu fiel escudeiro, ele tem muitos amigos com os quais gosta de sentar à mesa e conversar para compartilhar o seu tempo livre.

Ana Paula Muniz da Silva

Ana Paula Muniz da Silva

Desde a infância, Ana Paula Muniz da Silva já tinha aguçada curiosidade de conhecer países, pessoas e culturas diferentes. Talvez por isso, hoje, goste de frequentar o Museu do Ipiranga e estações do metrô que apresentam exposições de arte. Um churrasco caseiro acompanhado da família e dos amigos é seu programa gastronômico predileto. Se possuísse poderes especiais, ela os usaria para distribuir saúde em abundância, pois acredita que, sem isso, não resta nada ao ser humano.

Benilson Alves Souza da Silva

Benilson Alves Souza da Silva

Desde criança Benilson Alves Souza da Silva * sonha fazer teatro e ser professor do primeiro ciclo, e ainda hoje luta por isso. Apreciador de uma boa leitura, também adora ouvir música. Mas, na hora de descansar, gosta mesmo é de acampar, e tanto faz se em frente ao mar ou no meio do mato. Se o programa é em família, no entanto, o lugar escolhido é sempre à beira de uma piscina. Uma bela pizza, seu prato predileto, faz esse momento ficar perfeito.

Camila de Oliveira Cabrera

Camila de Oliveira Cabrera

Camila de Oliveira Cabrera * passou sua infância brincando na rua e ouvindo os ensaios da Vai-Vai, no bairro do Bexiga, seu lugar preferido na cidade. Embora criada no reduto da culinária italiana, sem pestanejar, ela troca a massa por uma deliciosa combinação de sushi, sashimi e guioza, suas preferências gastronômicas. Além de saborear comida japonesa, ela aproveita seu tempo livre para ir ao teatro e viajar.

Fabrício Carlos Homero

Fabrício Carlos Homero

Fabrício Carlos Homero *, sempre que tem a oportunidade de viajar, elege como destino favorito uma praia. A viagem fica ainda melhor se durante ela for possível saborear uma boa massa ou um prato de arroz, feijão, bife e salada de tomate, suas combinações favoritas. Além de viajar, ele adora ouvir música e ler sempre que aparece um tempo livre. Porém, fecharia o livro rapidinho e faria tudo que fosse proibido, se soubesse que o mundo iria acabar.

Francisco George da Silveira

Francisco George da Silveira

Se fosse convidado para uma festa a fantasia Francisco George da Silveira * abusaria de sua imaginação para criar uma roupa de rei, mas, enquanto essa festa não acontece, ele se contenta em passear pela Pinacoteca do Estado e contemplar o Teatro Municipal, seus lugares preferidos na cidade de São Paulo. E por falar em contemplar, o sorriso de uma criança é outra coisa que ele adora observar, que considera de valor inestimável e que o deixa muito feliz.

Gabriel Castro Cavalcante

Gabriel Castro Cavalcante

Gabriel Castro Cavalcante desde criança sempre gostou de ensinar os colegas e, por isso, tinha vontade de se tornar um professor. Hoje, deixou a pedagogia de lado para se dedicar a decoração de sua casa, onde curte assistir a bons filmes ou fazer qualquer outra coisa que lhe der na telha. Se o programa é na rua, prefere a Praça Roosevelt. Mas, se a ideia é viajar, nem olha o mapa, corre para a casa dos pais.

Gabriela Fiorentino de A. Rocha Oliveira

Gabriela Fiorentino de A. Rocha Oliveira

Gabriela Fiorentino de A. Rocha Oliveira * se sente muito feliz com a simplicidade da vida, o amor, a paz, as crianças e muita arte. E é por esse último motivo que o lugar que mais gosta de estar em São Paulo é o centro, pois lá, para ela, a arte parece brotar do chão. Mas, não é só de arte que ocupa o seu tempo livre: também adora ir a bares e baladas. Na hora de viajar, entretanto, nada de agitação. Nesses momentos, prefere o campo e locais com muitas cachoeiras e rios.

José Carlos Flaviano Rito

José Carlos Flaviano Rito

Quando José Carlos Flaviano Rito * tem tempo livre, quer aproveitá-lo ao máximo. Deste modo, frequenta exposições, vai ao cinema, lê livros de história, mitologia e religiões pagãs e assiste a muitas peças. Aliás, nada o deixa mais feliz que estar envolvido com o universo teatral, seja atuando, confeccionando adereços e fazendo técnica de luz ou som. Só mesmo a falta de comprometimento, respeito ou caráter de algumas pessoas, é capaz de tirar a sua alegria.

Karen Mayara Silva de Souza Estevam

Karen Mayara Silva de Souza Estevam

O sonho de ser atriz já acalentava Karen Mayara Silva de Souza Estevam desde criança. Talvez por isso, hoje, o que a deixe mais feliz é estar envolvida com arte, principalmente o teatro. Até em seu tempo livre, ele está presente. Na hora do lazer, além de ler e ouvir música, ela gosta muito de assistir a espetáculos de teatro. Por falar em gostar, lasanha é outra coisa que ela gosta muito.
Priscilla Alexsandra Silva Soares

Priscilla Alexsandra Silva Soares

Desde criança, Priscilla Alexsandra Silva Soares * já adorava inventar roupas e fazer programas onde a plateia era formada por suas bonecas. Talvez, por isso, tenha escolhido o curso de Cenografia e Figurino. Hoje, além de bordar, que é seu passatempo predileto, ela também gosta muito de cinema. E, por enquanto, ela se contenta em conhecer o mundo através dos filmes. Mas seu grande sonho mesmo é conhecer ao vivo e em cores Londres e Canadá.

Sionara Reis

Sionara Reis

Adulta, Sionara Reis realizou seu sonho de infância, ser desenhista. Para melhor exercer sua profissão, busca inspiração em viagens internacionais ou em São Paulo, nas exposições da Pinacoteca do Estado. Os museus, no entanto, não servem só para aguçar sua criatividade mas seu porto seguro, caso o mundo fosse acabar. O Museu do Louvre seria o destino escolhido para esta ocasião.

Thaís Lucianelli Komatsu

Thaís Lucianelli Komatsu

Ouvir música, assistir a peças e ir a shows é o que Thaís Lucianelli Komatsu mais gosta de fazer, além de frequentar a região do Baixo Augusta, seu local preferido em São Paulo. Saborear um churrasco, seu prato favorito, com amigos, a deixa bem feliz, ainda mais se o clima estiver ameno. Aliás, sua preocupação com a temperatura é tanta que, se tivesse poderes sobrenaturais, controlaria a chuva, o sol e o vento.

Tony Budnikas Belo Marcondes

Tony Budnikas Belo Marcondes

Ajudar muitas pessoas era o que Tony Budnikas Belo Marcondes * tinha em mente quando sonhava ser Presidente da República. Hoje, longe do Planalto, mas informado de que o mundo iria acabar, reuniria as pessoas que ama e tentaria viver bem os últimos dias da humanidade. E, talvez, a melhor forma de esperar pelo fim fosse assistindo a um bom filme de comédia, uma das coisas que adora fazer quando tem um tempinho livre.

Vera Lucia Santos de Araújo

Vera Lucia Santos de Araújo

Se fosse uma bruxinha, Vera Lucia Santos de Araújo * criaria um feitiço especial para que todas as pessoas se conscientizassem sobre os valores humanos. Dessa maneira, chegaria à felicidade, já que o que mais gosta na vida é proporcionar alegria às pessoas mais carentes. Em compensação, não tolera as diferenças socioeconômicas. Na impossibilidade de resolver esse problema, se o mundo fosse acabar, apenas oraria muito para amenizar o sofrimento dos homens.

Victor Mello Cantagesso

Victor Mello Cantagesso

Ser artista era o sonho de infância de Victor Mello Cantagesso *, mesmo não sabendo exatamente o que isso significava. Hoje, adora buscar por atividades que aumentem o seu conhecimento na área. Desta forma, participa de oficinas, leituras, workshops e debates. Sua família é quem lhe fornece o respaldo para fazer essa viagem pelo conhecimento e aprendizado, pois sabe que é com seus familiares que aprende o caminho certo a seguir.

Vinicius de Assis

Vinicius de Assis

Vinicius de Assis * gosta de ouvir música e desenhar. É assim que ocupa o tempo em que não tem de cumprir obrigações. Ou então dar um passeio pelo centro antigo, sua região preferida na cidade de São Paulo, de preferência com amigos. Aí, sim, fica muito feliz. Só fica mais alegre e satisfeito quando se senta à mesa para um almoço ou jantar bem caseiro, composto do trivial arroz, feijão e bife, sua predileção gastronômica. Mas com um detalhe que faz toda a diferença: preparado por sua avó.

Willian Renato Alves

Willian Renato Alves

O sonho de infância de Willian Renato Alves * era se tornar um super herói. Ainda hoje, nutrindo um pouco dessa essência, fica extremamente feliz quando tem a oportunidade de ajudar ao próximo. Quando não pode fazer isso, dedica todo seu tempo livre para estar com família e com os amigos. Mas esse tempo livre, ficaria ainda muito mais agradável, se coincidisse com uma de suas viagens para Minas Gerais, seu destino favorito.




O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign