Olha Oya

Publicado em: 18/12/2018

Peça ‘Olha Oya’, da Emboa Companhia, recorre ao arquétipo de Iansã para conta a vida de mulheres ignoradas pela história. Foto: Divulgação

A partir do arquétipo do orixá Iansã – deusa guerreira e forte das religiões de matriz africana – “Olha Oya” leva à cena relatos e histórias de mulheres que não estão representadas nos meios de comunicação de massa ou, quando estão, são retratadas majoritariamente como coadjuvantes subalternas e estereotipadas.

“Olha Oya” é uma criação coletiva da Emboa Companhia de Teatro. E no elenco estão as atrizes Cecília Bortoli, Inessa Silva, Letícia Oliveira e Marina Affarez. A montagem fica em cartaz às sextas, sábados e segundas, às 21h, e no domingo, às 19h.

Ficha técnica 
Direção: Emboa companhia de teatro | Dramaturgia: Emboa Companhia de Teatro | Elenco: Cecília Bortoli, Inessa Silva, Letícia Oliveira, Marina Affarez | Cenografia: Luisa Almeida e Rebeca Terra | Figurino: Hellena Kuasne | Músicos: Ana Clara Travassos, Beatriz Abade | Iluminador: Afonso Costa | Produtor: Yann de La Taille | Fotografia e filmagem: Vitória Teivelis | Cerâmicas: Priscila Leonel | Designer gráfico: Helena Ariano e Luisa Almeida | Assistência Técnica: Danilo Gomes, Kaique Belavilacqua e Miriam Almeida.

 

circle

Onde: Sede Roosevelt. Praça Franklin Roosevelt, 210, Consolação

Quando: Sex., sáb. e seg., às 21h; dom., às 19h. De 30/11 a 17/12

Quanto: R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada) – à venda na bilheteria do teatro uma hora antes da apresentação

Duração: 70 minutos

Quantidade de lugares: 60 lugares

Classificação: 12 anos




O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign